Star Wars | Ator queria que trama de Hux fosse mais explorada no Episódio IX

Créditos da imagem: Lucasfilm/Divulgação

Filmes

Notícia

Star Wars | Ator queria que trama de Hux fosse mais explorada no Episódio IX

Domhnall Gleeson afirmou que J.J. Abrams sabia o que está fazendo com o filme

Nicolaos Garófalo
08.04.2020
20h36
Atualizada em
08.04.2020
20h50
Atualizada em 08.04.2020 às 20h50

Recebido de forma mista pelo público e pela crítica, Star Wars: A Ascensão Skywalker não foi unanimidade nem mesmo entre os envolvidos com o filme. O ator Anthony Daniels e o roteirista Chris Terrio já falaram de alguns problemas do longa e agora foi a vez de Domhnall Gleeson, que interpretou o General Hux, revelar sua opinião sobre o Episódio IX (via IndieWire).

Revelado como traidor da Primeira Ordem no segundo ato de A Ascensão Skywalker por conta de seus problemas com Kylo Ren (Adam Driver), o general é morto minutos depois pelo General Pryde (Richard E. Grant), algo que não necessariamente agradou Gleeson. “Teria sido legal ficar mais um pouco”, disse o ator. “Seria bom desenvolver mais um pouco a trama da traição, mas o J.J. [Abrams, diretor do filme] sabe o que está fazendo”, comentou Gleeson, afirmando ter ouvido expressões de surpresa no cinema ao ver o filme.

Apesar de sentir que a trama de Hux poderia ter evoluído de uma forma melhor, Gleeson apoia as escolhas de Abrams. “O filme é o que deveria ser. Sempre tem algo que você quer ver mais, mas não se pode fazer um filme de 17 horas, foi o que me disseram. Aparentemente, não é permitido, então fiquei feliz com o que apareceu”.

Com mais de US$ 1 bilhão arrecadado nas bilheterias mundiais, Star Wars: A Ascensão Skywalker tem previsão para ser lançado em home-video no Brasil em abril.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.