Melhores álbums de 2018

Créditos da imagem: Divulgação

Música

Lista

Melhores álbums de 2018

Segundo o editorial do Omelete

A cozinha
22.12.2018
19h37
Atualizada em
26.12.2018
13h39
Atualizada em 26.12.2018 às 13h39

Continuando a série de listas com os favoritos do Omelete em 2018, selecionamos os álbuns que marcaram o nosso ano.

Veja também:

All the Things That I Did and All the Things That I Didn't Do | The Milk Carton Kids

Divulgação

Ouça o álbum

Os embaixadores modernos de folk lançam mais um álbum sensacional, misturando suas melodias e harmonias com delicadeza e paixão. A dupla expande o seu som explorando novos instrumentos e produção mais ousada, resultando em um som mais maduro. Que álbum maravilhoso! - Ryan Smallman.

Thinking Out Loud | Moons

Divulgação

Ouça o álbum

Para dar uma variada nas sugestões, que tal uma banda brasileira fazendo um som que poderia estar tocando em qualquer lugar do mundo? Meio Devendra Banhart sem ser esquisito, meio Belle & Sebastian sem ser megafofo - Marcelo Forlani.

Book of Bad Decisions | Clutch

Divulgação

Ouça o álbum

Álbum de Stone Rock fantástico de uma das minhas bandas favoritas que soube se reinventar - Luiz Torreão.

Dirty Computer | Janelle Monáe

Divulgação

Ouça o álbum

Um manifesto de liberdade em todos os sentidos, que mistura sonoridades de pop, soul e hip-hop maravilhosamente bem. Letras, arranjos, participações especiais, tudo certeiro. Álbuns como esses são raros - Julia Sabbaga.

O Menino que Queria ser Deus | Djonga

Dilvulgação

Ouça o álbum

Descobri esse álbum aos 45 do segundo tempo e é definitivamente uma das melhores coisas desse ano. Djonga tem um flow pesado que mistura com batidas muitas vezes secas e diretas. Suas rimas falam desde críticas que sofreu ao longo da carreira até preconceito, passando por referências a grandes nomes da música como Legião Urbana e Racionais - Fábio Gomes.

Tranquility Base Hotel & Casino | Arctic Monkeys

Divulgação

Ouça o álbum

Como em outras categorias da lista de favoritos do ano do Omelete, o que realmente chama a minha atenção são obras “esquisitas”, que me tiram do lugar-comum. É exatamente isso o que senti ao ouvir esse álbum do Arctic Monkeys: não é nada do que esperava deles. A sonoridade se renova em cada música e até a voz de Alex Turner está diferente do que eu estava acostumada. Gosto mais a cada ouvida - Camila Sousa.

Hive Mind | The Internet

Divulgação

Ouça o álbum

Não é o disco de R&B mais ousado do mundo mas foi o mais prazeroso de ouvir do começo ao fim neste ano - Marcelo Hessel.

Kamikaze | Eminem

Divulgação

Ouça o álbum

Eminem voltou a sua melhor forma. Rimando com beats atuais, ele atualiza seu estilo sem perder a essência e, ao mesmo tempo, critica o rap atual - Arthur Braga.

No Shame | Lily Allen

Divulgação

Ouça o álbum

Lily Allen criou em No Shame um álbum maduro e afiado, discutindo depressão, maternidade e relacionamentos. Isso não quer dizer que a cantora perdeu sua ironia característica. Pelo contrário. Ela a usa para ser completamente honesta nas suas letras - algo que tem ficado cada vez mais raro no pop convencional - Mariana Canhisares.

Scorpion | Drake

Divulgação

Ouça o álbum

Drake é uma máquina de hits. Quando "God's Plan" viralizou antes mesmo do álbum ser lançado, a promessa para o novo álbum "Scorpion" era grande e o músico não decepcionou. Com um rap afiado falando sobre questões pessoais que figuraram em tabloides, um hip hop amadurecido e boas parcerias, o álbum bateu vários recordes, foi elogiado pela crítica e fez parte da cultura pop em 2018. Impossível alguém não ter ouvido (mesmo que indiretamente) ao grande hit "In My Feelings (Kiki, do you love me?)" que ganhou coreografia, virou meme e embalou o ano de muita gente - Patricia Gomes.