Elizabeth Olsen em WandaVision

Créditos da imagem: WandaVision/Disney+/Reprodução

Séries e TV

Lista

WandaVision | Dez perguntas deixadas pelo quarto episódio

“Interrompemos este Programa” deixou em aberto questões como a inocência da Feiticeira Escarlate e a identidade de personagens-chave

Mariana Canhisares
01.02.2021
16h39

Depois de situar o espectador no mundo idealizado das sitcoms da Feiticeira Escarlate, WandaVision aproveitou o quarto episódio, lançado na última sexta-feira (29), para responder algumas perguntas. Agora, por exemplo, não há mais dúvidas de que Wanda é responsável por criar essa realidade excêntrica - aliás, mais do que isso, já que o agente Jimmy Woo (Randall Park) e Monica Rambeau (Teyonah Parris) descobrem que ela fez surgir no mapa a cidade de Westview (antes, só existia a Eastview) e “sequestrou” 4.000 pessoas, entre as quais seus vizinhos bem humorados. O próprio envolvimento da capitã da S.W.O.R.D. (E.S.P.A.D.A., no Brasil), até então conhecida como Geraldine, está mais claro.

No entanto, apesar de ter sido bastante didática, a série do Disney+ deixou em aberto outras tantas questões. A seguir, confira dez perguntas que WandaVision ainda precisa responder:

Wanda é a vilã ou a vítima da história?

WandaVision/Disney+/Reprodução

A inocência de Wanda ainda é uma incógnita. Embora esteja mais do que explicado que seus poderes criaram o campo energético que envolve Westview, não se sabe em que condições ela tomou essa atitude. Desde o momento em que os Vingadores reverteram o blip em Ultimato (2019), passaram-se apenas três semanas, e a última vez que a vimos foi justamente no funeral de Tony Stark. Os acontecimentos nesse intervalo podem ser decisivos para definir se ela é uma vítima (de alguém ou dos próprios traumas) ou se WandaVision marca sua virada de heroína para vilã.

Ela tem algum cúmplice?

WandaVision/Disney+/Reprodução

Outro ponto muito importante é entender se Wanda está fazendo tudo isso sozinha. É incontestável que o Visão não é um cúmplice nessa história - quer dizer, pelo menos não por enquanto -, já que desde o primeiro episódio ele questiona a natureza dessa realidade. Mas existem outros personagens que podem estar diretamente envolvidos, seja incentivando a heroína a tomar algumas decisões, seja apenas obedecendo ordens. Uma forte candidata para este posto é a vizinha intrometida Agnes (Kathryn Hahn), que muitos suspeitam ser a bruxa Agatha Harkness. Contudo, não se pode ignorar também a teoria de que o vilão Mephisto pode ter alguma relação com a trama da série.

O que está acontecendo com o Visão?

WandaVision/Disney+/Reprodução

Assim como Tony Stark e a Viúva Negra, Visão foi uma das vítimas da guerra contra Thanos. No entanto, de alguma forma ele parece ter voltado à vida em WandaVision. Como? Em “Interrompemos este Programa” temos um vislumbre do cadáver do sintozóide, como se a Feiticeira Escarlate o estivesse controlando tal qual uma boneca de vodu - não à toa, "Voodoo Child", do Jimi Hendrix, foi a trilha sonora da vez para encerrar o episódio. Ainda assim, não ficou claro o quanto disso é verdade, ou se é um delírio da heroína engatilhado pela discussão com Geraldine/Monica Rambeau. Há teorias de sobra tentando explicar esse incidente, mas por enquanto nenhuma resposta definitiva.

Por que Agnes e Dottie não foram identificadas?

WandaVision/Disney+/Reprodução

Boa parte do episódio é focada na investigação do FBI e da S.W.O.R.D. sobre como surgiu Westview e para onde foi Monica Rambeau. Por meio de personagens como o agente Jimmy Woo e a astrofísica Darcy (Kat Dennings) descobre-se que civis aparentemente comuns foram escalados para interpretar papéis na sitcom da Wanda. Por exemplo, Todd e Sharon Davies vivem, nessa realidade, o chefe do Visão e sua esposa. Abhilash Tandon, por sua vez, é Norm, o colega de trabalho do sintozóide.

Duas pessoas, no entanto, não aparecem no casting call: Agnes e Dottie. Por enquanto, o motivo para a dificuldade em identificá-las é um mistério. Mas, não se pode negar que eles aquecem teorias como Agnes ser Agatha Harkness e até Dottie ser o Mephisto. Será que alguma delas tem ao menos um fundo de verdade?

Cadê o Ralph, o marido da Agnes?

WandaVision/Disney+/Reprodução

Outro grande mistério deixado pelos primeiros episódios de WandaVision está relacionado ao marido de Agnes, Ralph. Apesar de ser sempre lembrado pela vizinha enxerida, o personagem nunca deu as caras na série. Por quê? Sem muitas informações sobre ele, pode-se questionar até se ele existe mesmo. Sem uma resposta em vista, está bastante claro que ele deve ser central para explicar as intenções da personagem de Kathryn Hahn. Então, aguardemos as cenas dos próximos episódios.

Quem é a testemunha que desapareceu?

O agente Woo só descobriu as anomalias criadas por Wanda porque foi até Westview atrás de uma pessoa do programa de proteção à testemunha que sumira. Porém, durante toda a investigação, o ex-SHIELD não explicou quem era essa pessoa. Na realidade, ele deu apenas uma pista: trata-se de um homem. Seria Ralph o desaparecido? Ou, ainda, outro misterioso personagem?

Os skrulls estão envolvidos?

Capitã Marvel/Marvel Studios/Reprodução

Durante todo o episódio, Jimmy Woo usou um quadro para anotar questões ainda em aberto na sua investigação. Entre indagações sobre por que Wanda criou uma sitcom e se Visão está vivo, uma pergunta chama a atenção: os skrulls estão por trás disso? A raça alienígena foi apresentada em Capitã Marvel (2019), mas voltou a aparecer na cena pós-crédito de Homem-Aranha: Longe de Casa (2019). Quer dizer, está mais do que estabelecido que eles estão entre nós. Mas qual seria o objetivo deles de se envolver com os poderes de Wanda? Seriam eles novamente inocentes, ou existiria uma ambição maléfica por trás disso?

Onde foi parar o agente Franklin?

WandaVision/Disney+/Reprodução

Uma das perguntas mais intrigantes que o quarto episódio respondeu foi sobre o apicultor que surgiu do bueiro em “Não Mude de Canal”. Além de explicar que se tratava de um agente da S.W.O.R.D., seu figurino estranho também foi esclarecido - a roupa de proteção dele foi repaginada no minuto em que passou pelo campo energético. Contudo, sobrou ainda uma questão: depois de Wanda rebobinar a cena e fingir que o representante da S.W.O.R.D. nunca apareceu, o que raios aconteceu com ele? Diferentemente de Monica Rambeau, ele nunca voltou a dar as caras no quartel-general, ou seja, ele ainda pode estar na sitcom da Feiticeira Escarlate. Vivo ou morto.

Monica Rambeau vai virar uma heroína?

WandaVision/Disney+/Reprodução

Apesar de não estar ativamente envolvida nos acontecimentos de “Interrompemos este Programa”, Maria Rambeau (vivida por Lashana Lynch em Capitã Marvel) foi uma presença importante no episódio. Mais do que ser a responsável por definir que Monica ficasse na Terra e, portanto, fosse chamada para participar da investigação em Westview, o papel da antiga piloto na S.W.O.R.D. foi destacado em uma cena nada sutil. Na entrada do quartel-general da agência, uma placa a homenageia e lembra a todos o codinome dela: Fóton.

Fóton é justamente um dos títulos que Monica Rambeau já assumiu nos quadrinhos e, se isso não fosse suficiente para levantar suspeitas de que a jovem capitã virará uma heroína num futuro próximo, a explicação para a ausência de Maria certamente é. Como fica claro na cena de abertura do episódio, a antiga piloto morreu de câncer, acontecimento que espelha o arco dos quadrinhos em que o Capitão Marvel morre pelo mesmo motivo e passa seu manto para Monica. Nas HQs, ela vira a Capitã Marvel, mas tendo em vista que Carol Danvers foi introduzida há pouco tempo no MCU (Universo Cinematográfico Marvel), talvez Rambeau assuma o codinome da mãe ou, então, Espectro, como usa nas publicações mais recentes.

Até este momento, Monica não exibiu nenhum poder, nem intenção de se tornar uma heroína. Mas não se pode descartar a hipótese de que ela voltará mudada da sua experiência na nova realidade de Wanda. Quem sabe passar pelo campo energético não a faça desenvolver novas habilidades?

Dá para confiar no diretor interino da S.W.O.R.D.?

WandaVision/Disney+/Reprodução

Além do retorno de personagens coadjuvantes do MCU, o episódio mais recente de WandaVision ainda introduziu uma figura inédita, o diretor interino da S.W.O.R.D. Tyler Hayward (Josh Stamberg). À primeira vista, ele parece ter boa índole. No entanto, algumas de suas falas dão brecha para especulações contrárias, a começar pela sua tentativa de garantir que Monica Rambeau não ficasse chateada de ele ter assumido o cargo da sua mãe na agência - como fica estabelecido no episódio, Maria foi quem criou a S.W.O.R.D. Em vez de um sinal positivo de suas intenções, essa fala pode ser um presságio de um conflito futuro entre os dois que envolva ego e/ou visões antagônicas.

Outra declaração dele que levanta suspeitas é quando explica que a agência mudou de foco. Agora a S.W.O.R.D. mira nas áreas de robótica e inteligência artificial, inclusive na criação de dispositivos. Essa especialização pode ser uma sugestão da reinserção no MCU da A.I.M (I.M.A., no Brasil), organização criminosa dos quadrinhos formada por cientistas obcecados por poder. Tudo ainda é muito superficial. Logo, Tyler Hayward tem mais quatro episódios para provar se é confiável ou não.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.