Séries e TV

Artigo

WandaVision | Quem é realmente Agnes, a vizinha enxerida de Wanda e Visão

Personagem de Kathryn Hahn é uma referência para Wanda, e essa é uma das pistas para a sua real identidade

Mariana Canhisares
19.02.2021
11h18
Atualizada em
19.02.2021
18h03
Atualizada em 19.02.2021 às 18h03

[Este texto foi originalmente publicado em 15 de janeiro e atualizado após os eventos do episódio sete]

O sétimo episódio de WandaVision, lançado no Disney+ nesta sexta-feira (19), confirmou uma teoria que os fãs já vinham especulando desde o primeiro episódio: Agnes - a vizinha intrometida interpretada por Kathryn Hahn, que rouba a cena desde os primeiros episódios com seu jeito inconveniente de ser, e se torna uma verdadeira amiga para a Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen) - é, na verdade, Agatha Harkness.

É Agnes (na verdade Agatha, como acabamos de descobrir) quem ajuda Wanda a perceber os furos no seu casamento perfeito - quase como um interrogatório, ela pergunta “cadê a aliança?”, “quando se casaram?” e outras tantas dúvidas. E, mais importante, é ela quem guia a heroína em sua realidade inventada, mostrando-se sempre disponível e explicando coisas como o que faz de uma mulher uma excepcional dona de casa. Wanda, por exemplo, não tinha ideia de que era preciso ter uma refeição para quatro pessoas pronta para qualquer eventualidade e, claro, que deveria agradar Dottie (Emma Caulfield Ford), a vizinha que dita as tendências em Westview.

Kathryn Hahn em WandaVision
WandaVision/Disney+/Reprodução

Apesar de algumas pistas falsas deixadas pelo caminho - como a cena no sexto episódio em que Visão desperta Agnes, que se mostra tão confusa quanto os outros habitantes de Westview -, a sétima parte confirma que ela é de fato diferente dos outros, e na verdade esteve por trás de vários acontecimentos, como o comportamento estranho de Herb no terceiro episódio, a chegada de Pietro no quinto e até a morte do cãozinho Faísca. O episódio termina com uma montagem no formato de aberturas de sitcoms, indicando que Agnes tem seu próprio programa, e provavelmente está por trás da própria série estrelada por Wanda e Visão - afinal, a música tema de Agatha termina dizendo "It's been Agatha all along" ("era a Agatha o tempo todo").

Quando as primeiras notícias foram divulgadas sobre a personagem, na D23 de 2019, esperava-se que Hahn fosse funcionar como um alívio cômico, até mesmo pelo currículo da atriz, tendo pouca ou nenhuma relação com o MCU. No entanto, suspeitas de que ela poderia interpretar Agatha apareceram desde a divulgação dos primeiros teasers da série.

Mas quem é Agatha Harkness, afinal?

Harkness é uma figura bastante importante na jornada de Wanda Maximoff nas HQs. A personagem foi criada lá nos anos 1970 por Stan Lee e Jack Kirby, e introduzida na HQ do Quarteto Fantástico. Sendo uma poderosa bruxa, ela é a responsável por ajudar a Feiticeira Escarlate a desenvolver seus poderes nos quadrinhos. Além disso, ela está presente em momentos importantes que envolvem tanto sua pupila, quanto o androide. Na HQ Visão, de Tom King, por exemplo, Agatha Harkness come uma planta chamada Wundagore Everbloom para ver o futuro (detalhe: para isso, ela mata um gato, enquanto na série ela mata um cão), e avisa os Vingadores do potencial homicida de Visão, o que justamente dá o pontapé para a trajetória que o fará tomar decisões drásticas.

Agatha Harkness
Marvel Comics/Reprodução

Mais importante ainda é o fato de ser Agatha quem revela nos quadrinhos que os filhos da Wanda, Billy e Tommy, são fragmentos da alma do Mephisto (sim, o diabo mesmo). Em vez de lutar contra o demônio para impedi-lo de reabsorver essas partes que eram dele por direito, ela apagou a memória da Wanda, fazendo a heroína esquecer que um dia teve filhos. É por essa razão que a revelação tem potencial para mudar os rumos da série.

Ainda não está claro se ela terá em WandaVision papel semelhante ao que desepenha nos quadrinhos, mas algumas pistas indicavam desde o início sua verdadeira identidade, a começar pelo nome. “Agnes” é um jogo com o início e o final do nome da poderosa bruxa das HQs. Mas mais evidente ainda era a referência visual. Assim como nos quadrinhos, a personagem de Kathryn Hahn está sempre com um broche; veja a comparação:

A série corroborou essa teoria em diversos momentos, inclusive ao colocar Agnes fantasiada de bruxa para o Halloween de Westview. Tendo em vista como WandaVision faz comentários sobre si mesma o tempo todo, era difícil acreditar que essa caracterização fosse gratuita, especialmente por se tratar do episódio em que Wanda e Visão usam seus visuais clássicos dos quadrinhos.

Com as revelações deste último capítulo e a proximidade do fim da série - restam apenas mais dois episódios - é certo que Agnes/Agatha é uma grande ameaça para Wanda. Mas ainda restam muitas perguntas para responder: onde foram parar os gêmeos (lembrando que Billy já tinha percebido algo estranho ao comentar que a mente de Agnes era a única silenciosa)? O que é o livro sinistro no porão de Agatha? Ela é a grande vilã da série, ou Mephisto é quem está por trás de tudo?

É possível que as respostas a essas questões ajudem a conectar a série às outras produções da Fase 4 do MCU (Universo Cinematográfico Marvel). Vale lembra que Elizabeth Olsen tem participação confirmada em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, filme programado para chegar aos cinemas em 2022.

Todas as sextas-feiras, os críticos do Omelete se reúnem na twitch.tv/omeleteve, a partir das 16h30, para discutir o episódio da semana e o futuro da série e do MCU. Venha conversar com a gente!

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.