Como Star Wars: A Ascensão Skywalker desvenda o passado de Rey

Créditos da imagem: LucasFilm/Divulgação

Filmes

Artigo

Como Star Wars: A Ascensão Skywalker desvenda o passado de Rey

Entenda a origem revelada no novo filme

Natália Bridi
19.12.2019
19h46
Atualizada em
20.12.2019
15h49
Atualizada em 20.12.2019 às 15h49

[Cuidado com os spoilers de Star Wars: A Ascensão Skywalker abaixo!]

Uma das grandes revelações de Star Wars: A Ascensão Skywalker é a origem de Rey. O filme adiciona à informação de Os Últimos Jedi - os pais da Jedi eram apenas sucateiros em Jakku que venderam a própria filha “por dinheiro para bebida” - que o casal escolheu o anonimato para proteger Rey. Sem nomear os dois, explica-se apenas que seu pai é filho de Palpatine, o que faz de Rey a neta do Imperador. 

Ciente do potencial da herdeira na Força, Palpatine envia Ochi de Bestoon, um assassino Sith, para raptar Rey. Para salvá-la, o casal vende a filha para Unkar Plutt em Jakku. Eles são levados por Ochi e se negam a revelar a localização de Rey. Palpatine ordena então que o filho e a nora sejam assassinados, com Rey sendo abandonada no planeta desértico.

Enquanto isso explica o alcance dos poderes de Rey na Força, uma herança genética, a origem dos seus pais não é detalhada, o que abre espaço para teorias. No livro Children of the Jedi, publicado em 1995, uma mulher chamada Roganda Ismare afirma que Palpatine é pai do seu filho Irek. A história, porém, foi publicada antes da venda da LucasFilm para a Disney e não é considerada cânone. O mesmo vale para a série de livros Jedi Prince, que apresenta Trioculus, que se autoproclama filho e herdeiro de Palpatine (ele possui três olhos, sendo um localizado na parte de trás da cabeça) e Triclops (que também possui três olhos), rejeitado depois do Imperador sentir que ele poderia superá-lo no uso da Força. Triclops tem um filho com a ex-Jedi Kendalina, Ken, neto de Palpatine que entra para Aliança Rebelde. 

Triclops, o filho rejeitado de Palpatine no universo expandido de Star Wars. O personagem não faz parte do canône oficial. 

Reprodução

É possível que esses filhos de Palpatine tenham sido criados seguindo os experimentos de Darth Plagueis, influenciando o uso de midi-chlorians para criar um zigoto apenas usando a Força e implementando em uma humanoide fértil. O mesmo experimento foi usado por Palpatine na criação de Darth Vader - o que se tornou canônico na edição 25 da HQ Darth Vader. Ou seja, Palpatine também seria o “pai” de Anakin Skywalker, que por sua vez é pai de Luke e Leia, e avô de Kylo Ren. Por essa lógica, Rey é neta do Imperador e Kylo Ren bisneto, fazendo dos dois “primos” na Força, o que justificaria a conexão, a díade citada por Palpatine em A Ascensão Skywalker

Mais detalhes sobre os pais de Rey devem ser revelados nas publicações paralelas de Star Wars (livros ou HQs) ou até mesmo em uma série do Disney+, já que Jodie Comer e Billy Howle foram escalados como a mãe e o pai de Rey, mas tem pouco tempo no filme, deixando espaço para o desenvolvimento dessa história.

Star Wars: A Ascensão Skywalker foi um dos destaques durante a CCXP19O painel reuniu Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac e o diretor J. J. Abrams para celebrar o lançamento do último capítulo da saga.

O filme está em cartaz nos cinemas brasileiros.