Foto de Game of Thrones

Créditos da imagem: Game of Thrones/HBO/Divulgação

Séries e TV

Lista

Especial Game of Thrones | Relembrando a quarta temporada

Oberyn, casamento de Joffrey e muito mais

Camila Sousa
08.03.2019
19h33
Atualizada em
16.03.2019
19h44
Atualizada em 16.03.2019 às 19h44

A quarta temporada de Game of Thrones foi uma das mais movimentadas da série. Após grandes derrotas do lado dos Starks, como o Casamento Vermelho, os Lannisters também foram afetados com grandes acontecimentos.

Confira abaixo os pontos principais da quarta temporada:

Condenação de Tyrion e Oberyn

O quarto ano começa em Porto Real, com Tywin Lannister dissolvendo a espada Gelo, de Ned Stark, para dar origem a duas: Lamento da Viúva (dada a Joffrey) e Cumpridora de Promessas (dada a Jaime e depois passada a Brienne). A casa Martell é apresentada na série com Oberyn, príncipe de Dorne, que vai à capital para o casamento de Joffrey e Margaery. Mas além de participar da festa, o nobre, também conhecido como Víbora Vermelha, quer vingança pela morte de sua irmã Elia. No passado, ela era casada com Rhaegar Targaryen (irmão de Daenerys) e mãe dos herdeiros do trono. Quando a Rebelião do Robert aconteceu e Tywin Lannister invadiu Porto Real, a ordem era para matar todos os descendentes, incluindo as crianças e Elia. Quem fez isso foi o Montanha, que a estuprou antes. Oberyn conhece essa história e usa a desculpa do casamento para voltar a Porto Real e se vingar de Tywin e Montanha.

Sansa continua abalada pelo Casamento Vermelho, mas fica feliz ao falar com Sor Dontos (que ela salvou anteriormente das mãos de Joffrey) e ganhar um belo colar dele. Já Shae, que está a cada dia com mais ciúmes da garota ao lado de Tyrion, é descoberta por Cersei. Com medo do que a irmã pode fazer com ela, Tyrion a manda embora e é ríspido para que ela o obedeça. O casamento de Joffrey acontece e o rei contrata um teatro de anões representando a Guerra dos Cinco Reis. Todos ficam ofendidos, especialmente Tyrion, que se recusa a participar e por isso é molhado com vinho por Joffrey. Na mesma festa, o rei toma vinho para acompanhar o bolo e fica engasgado. Ele piora cada vez mais e morre sem ar nos braços de Cersei, não sem antes apontar para Tyrion. A rainha regente acusa o irmão mais novo pela morte. Ao mesmo tempo, Sor Dontos aparece no casamento e sai rapidamente com Sansa, levando-a ao barco com Mindinho. Ele é morto ao chegar, já que poderia contar esse segredo para alguém. Lá ela descobre que o colar que usava tinha veneno e que o lord Baelish faz parte da conspiração. 

Condenação de Tyrion e Oberyn (2)

Enquanto Cersei vela Joffrey, Jaime força uma relação sexual com ela ao lado do corpo. Tywin monta o grupo que vai julgar Tyrion, incluindo Oberyn Martell. Sua estratégia com isso é diminuir as inimizades com a casa. Tommen é coroado como novo rei e Margaery começa a conquistá-lo. Tyrion escolhe testemunhas que podem ajudá-lo e pede para Pod deixar a cidade, para se proteger. O julgamento começa e várias pessoas inventam mentiras sobre o que aconteceu. Jaime quer fazer um acordo para Tyrion se unir à Patrulha, mas tudo desaba quando Shae aparece e fala várias mentiras. Ele explode, dizendo que não matou Joffrey e que está sendo julgado por ser um anão. No fim, Tyrion pede um julgamento por combate.

Jaime visita Tyrion e diz que não poderá ajudar o irmão mais novo lutando por ele. Depois de ser recusado também por Bronn, o Lannister quase perde as esperanças, mas no último momento Oberyn diz que será campeão por ele, já que o Montanha é o campeão de Cersei e o Víbora Vermelha continua atrás de sua vingança. Oberyn e Montanha fazem uma batalha grandiosa e o príncipe Martell chega perto de vencer, mas seu desejo por vingança o distraí e o campeão de Cersei vence, confessando os crimes contra Elia e esmagando a cabeça de Oberyn. Com o resultado, Tyrion é condenado à morte. Já o Montanha cai doente pelo veneno que estava na lâmina de Oberyn. Qyburn diz que pode salvá-lo, mas que o processo pode alterá-lo. Sentindo que o irmão realmente será morto, Jaime resolve libertar Tyrion para que ele fuja com a ajuda de Varys. Os dois se despedem de forma emocionante, mas antes de ir, o caçula Lannister resolve visitar os aposentos do Mão do Rei. Ele encontra Shae na cama do pai e a mata enquanto chora. Depois ele segue para o banheiro levando uma besta que encontrou na sala. Ele e o pai se encaram e quando Tywin o confronta por causa de Shae, Tyrion o mata com duas flechadas. O filho Lannister foge finalmente e quando Varys ouve os sinos indicando a morte do patriarca da família, resolve ir embora também.

Ciúmes e intrigas no Vale

Após fugir do casamento de Joffrey, Sansa vai com Mindinho para o Ninho da Águia, onde sua tia Lysa mora. Mas ela não revela sua identidade imediatamente, se passando por uma sobrinha de Petyr para se proteger. Ao chegar lá, a tia reconhece a sobrinha, mas diz que é prudente ela continuar escondendo sua identidade. Lysa exige se casar com Mindinho o mais rápido possível e a união é oficializada na mesma noite. Com o tempo, Sansa começa a sentir hostilidades por parte da tia. Em um acesso de raiva, Lysa indica que Mindinho quer ficar com Sansa e pressiona a garota. Depois, ela afirma que Sansa deverá se casar com seu filho, Robin Arryn, e se tornar lady do Vale.

Um dia, Sansa vê neve e constrói uma réplica de Winterfell. Robin Arryn a encontra e, depois de ser totalmente mimado, Sansa lhe dá um tapa. Mindinho vê toda a cena, diz que a garota agiu certo e beija Sansa. De longe, Lysa acompanha tudo e confronta a sobrinha. Ela ameaça matar Sansa jogando-a pela Porta da Lua, mas Mindinho impede e joga Lysa no lugar. Ao ser confrontado pelos outros lords do lugar, Petyr trata tudo como um suicídio e conta com o apoio de Sansa, que confirma a história. Inocentado, Mindinho envia Robin Arryn para conhecer o Vale. Ele espera que a inexperiência do garoto o faça morrer no processo, o que deixa o caminho aberto para que o lord Baelish governe o Vale. Sansa conversa com Mindinho e diz que sabe o que ele quer. Ela desce as escadas com um belo vestido preto, mostrando que amadureceu.

Daenerys e o crescimento dos dragões

Enquanto isso, os dragões de Daenerys continuam crescendo e ela segue com sua conquista de Essos. Depois de libertar escravos de outros lugares, ela marcha até Meereen ao lado dos aliados. É neste momento que o intérprete de Daario Naharis muda. Antes feito por Ed Skrein, ele retorna como Michiel Huisman e dá flores para Daenerys, tentando conquistá-la. Quando se aproxima de Meereen, Dany vê uma estrada com crianças escravas mortas. Elas foram deixadas lá com um aviso pelos senhores de escravos de Meereen. Chegando lá, a cidade escolhe um campeão e Daario Naharis representa Daenerys. Ele vence a batalha e a Mãe dos Dragões faz um discurso motivacional para que os escravos se libertem. Os Imaculados entram escondidos na cidade e armam os escravos, que se revoltam contra seus mestres, abrindo caminho para a conquista de Daenerys. Após a vitória, Dany resolve pendurar os mestres da mesma forma que eles fizeram com as crianças.

Daenerys e o crescimento dos dragões (2)

Daenerys descobre que as cidades que libertou voltaram a ter escravos após sua saída. Ela questiona sua própria capacidade quando pergunta como governará os Sete Reinos, se não consegue nem manter a Baía dos Escravos. Por conta disso, ela decide não ir para Westeros por enquanto e lutar novamente para libertar os escravos. Além disso, os dragões crescem mais e mais e Drogon ataca um rebanho. Ela fica assustada com isso e promete recompensar o homem que perdeu seu sustento. Também é na quarta temporada que Hizdahr zo Loraq é apresentado. Filho de um dos mestres, ele fala sobre as tradições de Meereen e pede para enterrar o pai. Dany aceita. Depois, Daario aparece no quarto de Daenerys e oferece flores. Ela aceita as investidas e os dois dormem juntos. Depois ela o envia para restabelecer a liberdade em Yunkai. Verme Cinzento vê Missandei nua no rio. Ele se desculpa depois, mas ela diz que está tudo bem. Sor Barristan recebe uma carta de Westeros e descobre que Sor Jorah já espionou Daenerys para Robert Baratheon. A Mãe de Dragões fica sabendo e expulsa Jorah da cidade. O arco de Dany termina com dois grandes problemas: escravos que não encontram trabalho depois que são libertados e Drogon, que fica cada vez mais selvagem e mata uma criança. Consternada pelo que aconteceu, Daenerys resolve prender os outros dois dragões, e sai chorando depois de acorrentá-los.

Jon e a luta contra o Povo Livre

Jon está na Muralha após ter deixado o Povo Livre. Ele recebe a notícia da morte de Robb e Catelyn e relembra com carinho os momentos que passou com o irmão. Ele é julgado pelo tempo que ficou fora da Muralha e Sor Alliser quer fazer de tudo para que ele seja punido (e até mesmo morto), mas o Meistre Aemon diz que acredita em Jon e diz que ele não morrerá naquele dia. Já Sam teme pela segurança de Gilly na Muralha cheia de homens e a leva junto com o bebê Sam para a Vila Toupeira. O local é precário e a garota fica triste com a decisão. Unidos com o grupo dos Thenns, o Povo Livre ataca a vila de Olly perto da Muralha e ele vê Ygritte matar seu pai. O menino é enviado ao Castelo Negro para dar uma mensagem à Patrulha: o exército de Mance está chegando. Sem família, Olly também se torna membro do grupo. Lá, os patrulheiros também recebem a notícia da traição no castelo de Craster e da morte do Comandante Mormont. Para relembrar, o motim aconteceu na temporada anterior, quando os então membros da patrulha ficaram insatisfeitos em como Mormont estava conduzindo tudo. Com fome e raiva, eles mataram primeiro Craster, depois o comandante da Muralha, e tomaram conta do local, comendo os alimentos que estavam guardados e estuprando as mulheres que estavam lá. Sam diz a Jon que deixou Bran ir além da Muralha e Jon se preocupa que ele possa ter parado na casa de Craster (já que ela é um dos primeiros pontos depois da Muralha) e esteja no meio do motim. Alliser permite que Jon vá até o local, esperando que ele morra na empreitada e deixe de ser um problema.

Jon e a luta contra o Povo Livre (2)

Pela primeira vez a série dá pistas de como o exército dos Caminhantes Brancos é formado. O último bebê de Craster é entregue à criatura, que toca em seu rosto e seus olhos ficam azuis. Jon chega ao castelo de Craster e o ataca com outros patrulheiros. Ele vence e as mulheres que viviam lá (viúvas e filhas de Craster) resolvem queimar o lugar e viver sozinhas. Ainda da Muralha, o Povo Livre ataca a Vila Toupeira, onde Gilly está, mas Ygritte a poupa quando vê que ela tem um bebê. O episódio nove da quarta temporada,  “The Watchers on the Wall”, é totalmente dedicado a batalha dos patrulheiros contra o Povo Livre. Gilly volta para a Muralha depois de sobreviver e Sam a esconde antes de ir para a batalha. Com muita dificuldade, a Patrulha da Noite resiste. Um grupo fica encarregado de guardar o portão contra os gigantes e todos morrem recitando o juramento da patrulha. Jon termina uma luta difícil contra um Thenn e fica cara a cara com Ygritte. Ele sorri quando a vê, mas ela é acertada por uma flecha atirada de longe por Olly. Jon a segura e ela morre em seus braços. Já Tormund também é ferido com várias flechas, mas sobrevive e é tomado como prisioneiro. Após o fim do confronto, Jon Snow vai além da Muralha para negociar com Mance Rayder. Mas antes de estabelecer um acordo, o exército de Stannis chega e aprisiona o rei para lá da Muralha. Os patrulheiros queimam os corpos dos mortos, para evitar que eles retornem, e Jon leva o corpo de Ygritte para ser queimado no Norte, logo depois da Muralha.

Stannis e a lealdade de Sor Davos

Stannis continua queimando pessoas em nome do Deus Vermelho. Já Selyse critica Shireen e diz que a garota tem pensamentos errados. Stannis defende a filha e pede que Melisandre converse com ela sobre fé e o Deus Vermelho. Ao falar com a garota, a mulher afirma que “há apenas um inferno princesa, aquele em que estamos vivendo agora”. Stannis está pronto para ir até a Muralha, mas antes disso vai com Sor Davos até o Banco de Ferro de Braavos conseguir dinheiro para financiar um exército. O banco reluta em ajudar, mas após Davos fazer um belo discurso a favor de Stannis, o valor é concedido. Quando se preparam para partir, Selyse não quer levar Shireen, mas Melisandre diz que o Senhor da Luz “precisará da menina”. Depois disso, a comitiva de Stannis vai até a Muralha e prende Mance Rayder, conforme citado acima.

Ramsay Snow ou Ramsay Bolton

Ainda em poder de Theon, transformado em Fedor, Ramsay faz suas famosas caçadas ao lado da sua amante Myranda. O seriado mostra uma garota perseguida por ele e seus cães, apenas por ter provocado ciúmes em sua amada. Após o Casamento Vermelho, Roose Bolton retorna ao Forte do Pavor e não aprova as ações de Ramsay. Ele afirma que era importante manter Theon Greyjoy intacto para ele ter valor em alguma troca com Balon Greyjoy, seu pai. Roose testa Ramsay ao pedir que ele conquiste o Fosso Cailin para a família. Por outro lado, Yara invade o Forte do Pavor para resgatar Theon, que dorme junto com os cachorros. Ela chega até ele, mas o trauma continua e ele se recusa a ir embora, com medo das represálias de Ramsay. Yara luta diretamente com o bastardo Bolton, mas resolve ir embora. Ela diz que o irmão está morto para ela. Por essa prova de lealdade, Ramsay “recompensa” Theon permitindo que ele tome banho. Ele também pede um favor: para conquistar o Fosso Cailin, ele quer que Theon deixe a personalidade de Fedor e finja ser ele mesmo. O plano dá certo. Theon entra no Fosso e promete aos que estão lá que todos poderão ir embora, caso se rendam. Ramsay não cumpre a promessa e esfola todos, mas o Fosso é conquistado. Em troca disso, Roose assume Ramsay como seu herdeiro e ele se torna um Bolton.

Bran encontra seu destino

Continuando o caminho além da Muralha, Bran fica cada vez mais dentro de Verão, sentindo os alimentos que o lobo come. O garoto encontra uma árvore coração, toca nela e tem várias visões: a morte do pai, corvos nas Criptas de Winterfell e dragões sobrevoando Porto Real. Seguindo, o grupo se aproxima do castelo de Craster e percebe que os homens que estão ali não são mais patrulheiros. Os amotinados prendem os lobos (incluindo Fantasma) e o grupo de Bran. Eles ficam presos por algum tempo e surge uma chance de escapar quando Jon ataca o castelo. Para se proteger, Bran entra na mente de Hodor novamente e liberta todos. Ele vê Jon lutando ao longe e pensa em falar com ele. Mas Jojen diz que o irmão mais velho tentará impedir sua viagem até o Corvo de Três Olhos. Bran pensa enquanto vê Jon, mas decide libertar os lobos e continuar em frente. Depois de mais um período de viagem, Bran chega até o local onde o corvo está. Eles são atacados pelos mortos-vivos logo na entrada e Jojen morre. Os Filhos da Floresta aparecem e ajudam o restante do grupo. O Corvo de Três Olhos conhece Bran e diz que ele nunca mais vai andar, mas vai voar.

Brienne e Pod na estrada

Depois da morte de Joffrey, Jaime dá a espada Cumpridora de Promessas a Brienne e pede que ela encontre Sansa Stark. Como Pod foi mandado embora por Tyrion, Jaime o manda como escudeiro de Brienne, algo que não a agrada. No caminho, Brienne encontra a estalagem em que Torta Quente trabalha. O garoto diz que não conhece nenhuma Sansa, mas que viu Arya Stark viva há pouco tempo. Ele entrega uma torta em formato de lobo para Brienne entregar a Arya, caso a encontre. Brienne anda mais em direção ao Ninho da Águia, onde ela acredita que Sansa está, e encontra Arya. As duas começam a conversar sobre o gosto por batalhas e se dão bem rapidamente. Mas Podrick reconhece o Cão de Caça junto com a menina e Brienne inicia uma luta. Ela vence o conflito, mas perde Arya de vista.

Cão, Arya e planos frustrados

Quando a quarta temporada começa, o Cão está determinado a levar Arya até o Ninho da Águia, para ter uma recompensa de sua tia Lysa. Neste caminho, Arya revê Polliver, que está com sua espada Agulha. Uma luta começa, Arya mata Polliver e recupera sua espada. Logo depois a dupla encontra uma família simples do Norte, formada por um pai e uma filha. Eles são bem recebidos, mas Sandor Clegane rouba a prata que eles estavam guardando. Arya o condena pelo ato, mas ele diz que o pai é fraco e os dois estarão mortos no inverno. Os dois chegam ao Ninho da Águia, mas descobrem logo na entrada que Lysa acabou de morrer. Enquanto o Cão fica em choque ao perceber o esforço perdido, Arya ri alto no meio da estrada. Arya e Cão estão voltando quando há o encontro com Brienne. Quando o confronto termina, Sandor está bem machucado e acha que vai morrer. Ele pede para Arya o matar de uma vez, mas a garota apenas o encara e vai embora. A jovem Stark chega ao porto e pede que alguém a leve para o Norte, mas ninguém está indo para lá. Ele encontra um barco de Braavos, entrega a moeda que recebeu de Jaqen e diz “valar morghulis”. O capitão aceita sua entrada no barco e a garota deixa Westeros, olhando para o horizonte ao som da música “The Children” - ouça aqui.