Foto de Game of Thrones

Créditos da imagem: Game of Thrones/HBO/Divulgação

Séries e TV

Lista

Especial Game of Thrones | Antes e depois das principais famílias de Westeros

Enquanto alguns clãs se fortaleceram, outros deixaram de existir

Camila Sousa
01.03.2019
10h07
Atualizada em
01.03.2019
16h16
Atualizada em 01.03.2019 às 16h16

Game of Thrones deixa claro desde a primeira temporada que qualquer personagem pode morrer. E isso também se reflete nas casas principais de Westeros: algumas começaram muito poderosas e terminaram extintas.

Confira abaixo o antes e depois das principais famílias de Westeros:

Casa Stark

Lema: “O inverno está chegando”

Antes: A família começou muito bem estabelecida em Winterfell e como Protetora do Norte para o rei Robert. Durante as temporadas, porém, sua influência diminuiu, principalmente pela morte de membros principais, como Eddard, Catelyn e Robb. Apesar disso, os filhos mais novos (Arya, Sansa, Bran e Jon Snow) conseguiram reaver Winterfell e a família está estabelecida lá novamente.

Status atual: Ativa

Futuro: Em Westeros, os filhos herdam o nome do pai (Joffrey, por exemplo, era Baratheon e não Lannister), logo o sobrenome Stark deve perdurar através de Bran, único filho homem sobrevivente. No entanto, há algumas ressalvas aqui. Bran assumiu o posto de Corvo de Três Olhos e é difícil imaginar que ele terá herdeiros. Além disso, Sansa e Arya podem facilmente ir contra essa regra e nomear seus futuros filhos como Starks, para dar continuidade à família.

Casa Lannister

Lema: “Ouça-me rugir” (Não oficialmente: “Um Lannister sempre paga suas dívidas”)

Antes: A família Lannister começa a série como uma das mais poderosas, apesar de já ter problemas de linhagem na época. Cersei era casada com o rei Robert e seus filhos tinham o sobrenome dele. Jaime fazia parte da Guarda Real e por isso não poderia ter herdeiros. O único capaz de dar continuidade à família era Tyrion, que pela lógica, tem direito a Rochedo Casterly, a propriedade do clã. No entanto, Tywin sempre deixou claro o desprezo pelo filho caçula e disse claramente que não lhe daria o castelo.

Status atual: Ativa

Futuro: O futuro dos Lannister é interessante porque os caminhos para a continuidade da família aumentaram. Tyrion continua como herdeiro do nome e seus filhos serão Lannisters. Já Cersei não tem mais relação com os Baratheon e está grávida de Jaime, o que deixa claro que essa criança receberá o sobrenome de Rochedo Castely. Por último, Jaime deixou a Guarda Real no fim da sétima temporada. Se manter a decisão, o personagem está livre para ter herdeiros que levarão o nome da família.

Casa Targaryen

Lema: “Fogo e Sangue”

Antes: Quando a série começa, há dois herdeiros da família. Daenerys e Viserys, sendo que o segundo era o irmão homem mais velho e herdeiro. Com sua morte, Dany se tornou oficialmente a última de sua linhagem (não levando em consideração o Jovem Griff, que aparece apenas nos livros e nunca foi apresentado na série). Ela engravida de Khal Drogo e tem uma criança que até poderia levar seu nome, mas o bebê morre quando ela é enganada por Mirri Maz Duur.

Status atual: Ativa

Futuro: O futuro da casa fica em dúvida. Quando perdeu o bebê, Daenerys ficou estéril e Mirri Maz Duur profetizou que apenas quando ela pudesse voltar a ter um filho vivo, Khal Drogo voltaria para ela. Claro que há várias interpretações para a profecia e nos livros a volta da fertilidade de Daenerys já ficou em aberto depois disso, mas por enquanto a personagem da série acredita que não pode ser mãe. Com o relacionamento com Jon Snow, é possível que Dany engravide novamente de uma criança que seria herdeira de seu nome. Há grandes chances de Jon descobrir que é um Targaryen na última temporada e isso garantiria ainda mais o futuro da família.

Casa Baratheon

Lema: “Nossa é a fúria”

Antes: Quando GoT começa, os Baratheon são os mais poderosos de todo o reino, afinal são a casa que está no poder. Após o fim da rebelião que culminou na morte do Rei Louco, o Trono de Ferro ficou vazio e Robert o reivindicou por ser neto de Rhaelle Targaryen, o que lhe daria mais direito de ser rei do que qualquer outro. Além dos três príncipes (Joffrey, Myrcella e Tommen), a família também tinha o futuro assegurado com Renly e Stannis, pai de Shireen.

Status atual: Extinta

Futuro: A Guerra dos Tronos foi particularmente ruim para os Baratheon. Os filhos de Cersei com Robert morreram e ela não usa mais o sobrenome; Renly foi morto antes de ter herdeiros; Stannis matou a própria filha Shireen em nome do Deus Vermelho e tanto ele quanto sua esposa Selyse também morreram pouco depois, eliminando as possibilidades de continuar a família. A única ação que poderia ressuscitar o nome Baratheon seria se Gendry, bastardo do rei Robert, fosse legitimado e passasse a usar seu nome. A legitimação de bastardos acontece em Westeros (Ramsay Snow se torna Ramsay Bolton na série), mas para isso precisaria que alguém reconhecesse sua linhagem.

Casa Tyrell

Lema: “Crescendo fortes”

Antes: Situados no Jardim de Cima, os Tyrell eram uma casa conceituada em Westeros. A localização na Campina fazia a família ser particularmente rica e poderosa por conseguir cultivar alimentos e abastecer outros lugares que dependiam de sua ajuda, como Porto Real. Filho do lorde Mace Tyrell, Loras era um dos melhores cavaleiros de todo o reino. Já Margaery se casou com Renly, depois com Joffrey e por último com Tommen, relação que lhe deu o status de rainha.

Status atual: Extinta

Futuro: Loras, Mace e Margaery estavam no Septo de Baelor quando Cersei causou uma grande explosão, matando todos instantâneamente. A única que sobreviveu foi a vovó Olenna Tyrell, que morreu depois envenenada por Jaime Lannister. Ela aceitou seu destino e antes de ir fez questão de assumir sua culpa pela morte de Joffrey.

Casa Tully

Lema: “Família, dever, honra”

Antes: A casa Tully nunca foi muito grande, mas sempre foi tradicional por manter as Terras Fluviais. Quando a série começa, eles estão bem estabelecidos. Catelyn Tully agora é uma Stark pelo casamento com Ned; Hoster Tully, seu pai, é o lord do local, que abriga ainda Edmure, herdeiro da casa e Brynden “Peixe Negro” Tully, irmão do rei e grande guerreiro.

Status atual: Ativa

Futuro: Hoster Tully morre na terceira temporada e Peixe Negro também não sobrevive à Guerra dos Tronos. Quem está vivo atualmente - e deve aparecer no último ano - é Edmure Tully, irmão de Catelyn e herdeiro. O personagem se casou com Roslin Frey, no sangrento Casamento Vermelho e, caso tenha filhos e sobreviva, pode continuar a linhagem.

Casa Martell

Lema: “Insubmissos, não curvados, não quebrados”

Antes: A casa Martell tem uma das histórias mais interessantes dos Sete Reinos. Ela é situada em Lançassolar e sua configuração como conhecemos surgiu quando Nymeria veio de Essos e se casou com Mors Martell. Juntos eles criaram costumes diferentes, como chamar os governantes de príncipes e não reis e ter como herdeiros os filhos mais velhos, fossem homens ou mulheres. Os Martell também resistiram à Conquista de Westeros pelos Targaryen, luta que deu origem ao lema da casa. Posteriormente, a duas dinastias se uniram por casamento. Quando Game of Thrones começa, o sereno Doran é o príncipe de Dorne e Oberyn é um famoso guerreiro conhecido como o Víbora Vermelha, pelo costume de usar venenos em suas lanças. Nos livros, a herdeira é Arianne Martell, mas ela nunca foi apresentada na série, que considera Trystane Martell em seu lugar.

Status atual: Extinta

Futuro: A família não continua pela morte de todos os seus membros na série. Oberyn é morto na luta contra o Montanha ao tentar vingar sua irmã Elia Martell. Ellaria Sand, companheira de Oberyn, não concorda em como o príncipe Doran lida com a questão e por isso o mata em Lançassolar. Trystane, o herdeiro que se casaria com Myrcella Baratheon, é morto pelas Serpentes de Areia, filhas bastardas de Oberyn com Ellaria. A única forma de continuidade da casa seria se alguma filha bastarda e desconhecida de Oberyn fosse legitimada.

Casa Greyjoy

Lema: “Nós não semeamos” (Não oficialmente: “O que está morto não pode morrer”)

Antes: Os Greyjoys vivem nas Ilhas de Ferro e são um povo duro e batalhador, por terem se estabelecido em uma área inóspita de Westeros. As Ilhas de Ferro são afastadas, rochosas e, como diz o lema da casa, não são um lugar para semear nada. Quando o seriado começa, Balon Greyjoy é o lord do local e sua linhagem está garantida em Theon, que vive com o Starks, e Yara, que comanda os exércitos e a frota do local.

Status atual: Ativa

Futuro: Balon morre durante a série, mas a família continua com Yara, Theon e Euron, tio deles. Theon foi torturado por Ramsay e teve seu pênis cortado, por isso não pode ter herdeiros. Mas a liderança da casa está atualmente em disputa entre Yara e Euron. Se um dos dois sobreviver, seus herdeiros devem levar o sobrenome adiante.

Casa Arryn

Lema: “Tão alto como a honra”

Antes: A família Arryn vive na região do Vale, no castelo Ninho da Águia. Eles têm grande importância no começo de Game of Thrones, já que John Arryn era o Mão do Rei Robert e é sua morte que desencadeia os acontecimentos da série. John era casado com Lysa Arryn (irmã de Catelyn) e pai do garoto Robin Arryn (interpretado pelo brasileiro Lino Facioli).

Status atual: Ativa

Futuro: John e Lysa Arryn já morreram na série, mas Robin permanece vivo e é o atual herdeiro. Até a sétima temporada, o garoto era muito influenciado por Mindinho, mas com a morte do personagem de Aidan Gillen fica a dúvida se alguém cuidará dele ou se ele passará a comandar o Vale sozinho. De qualquer forma, se Robin continuar vivo e tiver herdeiros, eles terão o sobrenome Arryn e a casa continua.