Ray Fisher acusa Warner de usar volta de Ben Affleck ao Batman como distração para suas denúncias

Créditos da imagem: Divulgação/Warner Bros.

Filmes

Notícia

Ray Fisher acusa Warner de usar volta de Ben Affleck ao Batman como distração

Ator denunciou comportamento tóxico e abusivo nas regravações de Liga da Justiça

Gabriel Avila
15.09.2020
17h00

Ray Fisher voltou a acusar a Warner Bros. de fazer anúncios para desviar a atenção de suas denúncias contra uma conduta abusiva no set de Liga da Justiça por parte do diretor Joss Whedon e dos produtores Geoff Johns e Jon Berg. Após seu colega Jason Momoa apontar que o estúdio anunciou sua escalação no live-action de Frosty: O Boneco de Neve com esse intuito, o ator do Ciborgue disse no Twitter que a revelação do retorno de Ben Affleck ao papel de Batman “claramente deveria acontecer no DC FanDome”, mas foi adiantada para o dia em que foi revelado que a empresa abriu uma investigação sobre os problemas nas gravações do longa. Confira abaixo:

“Infelizmente o anúncio falso do Frosty não foi a única tática de relações públicas usada para distrair da séria situação de Liga da Justiça. O retorno de Ben como Batman claramente deveria ser revelada no DC FanDome. Dou a vocês uma chance para adivinhar o motivo de a Warner Bros. ter queimado a largada”.

Entenda o caso

O diretor Joss Whedon foi acusado de postura abusiva no set de Liga da Justiça, filme da DC de 2017 no qual entrou para o posto de diretor após a saída de Zack Snyder. Segundo as primeiras falas de Fisher, "o tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável.

Mais tarde, o diretor Kevin Smith afirmou ter ouvido relatos que dão força ao argumento de Fisher. Depois, as dublês de Buffy, A Caça-Vampiros - série criada por Whedon - acusaram o criador de ser egomaníaco.

Joss Whedon assumiu as filmagens de Liga da Justiça depois da saída de Zack Snyder da direção por problemas familiares. A reação negativa em torno do filme estimulou pedidos pela versão original do longa, já que muito material planejado pelo Snyder não entrou na versão final. Após muito tempo, a Warner confirmou o lançamento do SnyderCut para 2021 no HBO Max, streaming do grupo Time Warner.