Filmes

Notícia

Liga da Justiça | Kevin Smith reforça declarações sobre Joss Whedon

Cineasta afirma ter ouvido relatos similares da equipe

Gabriel Avila e Arthur Eloi
03.07.2020
14h42

Após Ray Fisher (Ciborgue) denunciar o comportamento “nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável” do diretor Joss Whedon no set de Liga da Justiça (2017), o cineasta Kevin Smith parece ter confirmado os relatos do ator. Em live, Smith afirmou ter ouvido relatos de funcionários que trabalharam no departamento de efeitos visuais do longa, que dizem que Whedon criou uma atmosfera tensa na produção ao constantemente ofender e desqualificar a versão de Zack Snyder.

Acho que sei do que se trata. E não é uma indireta, mas coisas sujas. Acho que sei o que foi não profissional”, disse Smith citando os tweets de Fisher. “Lembro de quando estava no set de filmagens de Star Wars: A Ascensão Skywalker e algumas pessoas de lá tinham trabalhado nas duas versões de Han Solo e Liga da Justiça. Os caras dos efeitos especiais disseram que houve uma grande quantidade de insultos à versão do Zack [Snyder] no set por parte de Joss. Ele ficava meio cortando, desconsiderando e sendo negativo sobre a outra versão, que ele viu, e que todas essas pessoas fizeram juntas sem ele.

Ficou desconfortável no set, porque todas as pessoas com que ele conversou sobre não gostar dessa versão fizeram parte dela”, afirmou. “Então acho que essa foi a parte antiprofissional. Isso não se faz, especialmente se você veio ajudar num momento ruim da vida do diretor. Mas isso é só uma coisa que alguém me disse, que meio que se alinha com os comentários.

O intérprete de Victor Stone não foi o único a criticar a postura do substituto de Zack Snyder no set de Liga da Justiça. Recentemente, uma polêmica de 2017 voltou à tona sobre a cena em que o Flash (Ezra Miller) cai sobre a Mulher-Maravilha, tomada que Gal Gadot teria se recusado a filmar. Whedon, então, teria ameaçado uma dublê a gravar o momento desconfortável, rumor corroborado pelo fotógrafo Jason Laboy saiba mais.

Vale lembrar que, por causa do suicídio de sua filha, Zack Snyder abandonou Liga da Justiça em 2016. Joss Whedon assumiu as filmagens depois da saída, mas a reação negativa em torno do filme estimulou os rumores em torno da versão original do longa, já que muito material planejado pelo cineasta não entrou na versão final, além do tom ser inconsistente. O filme foi lançado em novembro de 2017 e arrecadou cerca de US$ 657 milhões no mundo, enquanto esteve em cartaz.

Desde então surgiu a campanha Release The Snyder Cut, que pedia pela mitológica versão do diretor. Não só o público mais fiel apoiou, mas também os atores, como Gal Gadot (Mulher-Maravilha) e Jason Momoa (Aquaman). Após muito tempo, a Warner confirmou o lançamento do SnyderCut para 2021 no HBO Max, streaming do grupo Time Warner.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.