Filmes

Notícia

Liga da Justiça: Ray Fisher disse estar coletando informações contra Joss Whedon

Ator de Ciborgue falou sobre comportamento inapropriado do diretor substituto

Julia Sabbaga
25.07.2020
18h41
Atualizada em
25.07.2020
20h19
Atualizada em 25.07.2020 às 20h19

O ator de Ciborgue em Liga da Justiça, Ray Fisher, falou novamente sobre o mau comportamento de Joss Whedon nos bastidores do filme da DC, e revelou estar organizando informações de pessoas que já trabalharam com o cineasta. Fisher falou sobre a questão, e suas acusações anteriores, durante uma entrevista no Justice Con, evento dedicado ao Snyder Cut. 

"Obviamente eu tenho muito o que dizer sobre Joss Whedon, e cada uma dessas palavras é verdade. Há um processo que está sendo desenvolvido, neste momento, para descobrir tudo que aconteceu", falou o ator. "O homem está provavelmente assustado, e ele deve estar, porque nós vamos chegar no fundo de tudo que aconteceu".

Fisher então disse estar coletando informações sobre o diretor há anos, explicando que tudo será revelado em algum momento no futuro próximo: 

"Me demorou 2 anos e meio para conseguir todas as informações e construir algo que é forte o suficiente para que as pessoas não possam só dispensar. Estamos no processo de fazer com que as pessoas consigam contar suas histórias de modo confidencial, para que eles não sofram retaliações."

Entenda o caso

Whedon foi acusado de postura abusiva no set de Liga da Justiça, filme da DC de 2017 no qual entrou para o posto de diretor após a saída de Zack Snyder. Segundo as primeiras falas de Fisher, "o tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável.

Mais tarde, o diretor Kevin Smith afirmou ter ouvido relatos que dão força ao argumento de Fisher. Depois, as dublês de Buffy, A Caça-Vampiros - série criada por Whedon - acusaram o criador de ser egomaníaco - saiba mais.

Joss Whedon assumiu as filmagens de Liga da Justiça depois da saída de Zack Snyder da direção por problemas familiares. A reação negativa em torno do filme estimulou pedidos pela versão original do longa, já que muito material planejado pelo Snyder não entrou na versão final. Após muito tempo, a Warner confirmou o lançamento do SnyderCut para 2021 no HBO Max, streaming do grupo Time Warner.