Naomi Ackie em Star Wars: A Ascensão Skywalker

Créditos da imagem: Lucasfilm/Divulgação

Filmes

Artigo

De fã a Jannah em A Ascensão Skywalker: Naomi Ackie conta como é estar na saga

Atriz britânica vive uma das personagens inéditas do episódio final da Saga Skywalker

Mariana Canhisares
13.12.2019
18h13

“Aos poucos, estou me acostumando. Demorei quase um ano para chegar num ponto em que sinto que isso é algo normal”, contou Naomi Ackie ao Omelete um dia após subir ao palco da D23 acompanhada do diretor J.J. Abrams e do elenco de Star Wars: A Ascensão Skywalker. De fato, entrar para uma franquia tão adorada ao redor do mundo não é pouca coisa, sobretudo se você mesma é uma fã declarada das aventuras de uma galáxia muito muito distante. “É a realização de um sonho. Por anos, esses filmes foram parte da minha infância, parte da minha cultura. Quero fazer com que as pessoas se sintam da mesma forma que eu quando os assistia”.

Ackie chega ao universo criado por George Lucas no último capítulo da chamada Saga Skywalker. A atriz interpreta Jannah, uma misteriosa aliada na batalha final contra a Primeira Ordem. Embora muitos especulem que ela seja filha de Lando - afinal, até Billy Dee Williams está de volta dessa vez -, ela prefere não confirmar, nem negar os rumores. “Ela definitivamente é parte da Resistência e está disposta a fazer o que for necessário”.

Segundo a Ackie, Jannah passou anos aprendendo algumas habilidades que podem ser úteis para Rey, Finn e Poe Dameron enfrentarem Kylo Ren e suas tropas. “Ela entra em contato com a equipe em um ponto em que as diferenças dela são bem-vindas. Sua grande questão é se ela usa [suas habilidades] para lutar e apoiar o bem de todos. É assim que ela começa e, então, continua o restante da jornada com a galera”. Naturalmente, sua chegada mudará em alguma medida a dinâmica do grupo.

Mas, além de contracenar com o trio de protagonistas, sua personagem também deu de cara com algumas lendas da franquia. “Definitivamente foi intimidador em alguns pontos. Billy Dee… ele mudou tudo para os atores negros. Ele foi um dos primeiros a fazer algo tão grande. Quer dizer, você só pode ser grato”, disse.

A experiência parece realmente ter sido o sonho de qualquer fã de Star Wars, mas Ackie contou que nem tudo foi só glamour. No seu primeiro dia de trabalho, em meio a todo seu nervosismo, ela teve que lidar com uma invasão de formigas voadoras. “Elas prenderam no meu cabelo, bateram na minha cara enquanto filmávamos. Foi bem estranho, definitivamente como um curso intensivo, como é fazer um filme louco”.

A que loucuras ela se refere saberemos apenas em 19 de dezembro, quando A Ascensão Skywalker chega aos cinemas.