Filmes

Lista

Entenda como o Coronavírus impacta a cultura pop

Surto já causou prejuízo nas bilheterias, adiamento de gravações e mais

Gabriel Avila e Camila Sousa
13.03.2020
15h44
Atualizada em
24.03.2020
11h45
Atualizada em 24.03.2020 às 11h45

O primeiro semestre de 2020 viu o surgimento de uma novo surto causado pelo Coronavírus. O COVID-19, uma nova mutação da família de vírus descoberta na década de 1960, está se propagando pelo mundo desde dezembro de 2019. Inicialmente espalhado em países asiáticos como a China, o vírus já atinge vários países, com casos na Europa, EUA e até mesmo no Brasil.

E tudo isso também tem reflexos na cultura pop. Com uma contaminação relativamente fácil, através de gotículas respiratórias ou contato com pessoas infectadas, o vírus se tornou uma grande preocupação de toda a indústria e seu público. Confira abaixo as principais impactos até agora.

Impacto na bilheteria mundial

Frederic J. Brown / AFP

Um dos primeiros países afetados pelo Coronavírus foi a China, dona de um dos maiores mercados mundiais para o cinema. Mais de 70 mil cinemas foram fechados no país em janeiro, mês em que foram registradas mais de 9 mil infectados e 200 mortes. De acordo com o THR, o surto pode causar um prejuízo de até US$ 2 bilhões na bilheteria estimada para este ano. Os números podem aumentar ainda mais, já que muitos lançamentos eram previstos para combinar com as festividades do ano novo chinês - celebrado em 25 de janeiro.

Luta entre redes de cinema e serviços de streaming

Na China, o fechamento das salas causou um embate entre os cinemas e os serviços de streaming locais. Como as leis do país só permitem distribuição internacional das produções após a estreia local, algumas distribuidoras optaram por fazer as estreias através de serviços de streaming. Porém, as redes de cinemas se sentiram prejudicadas com a atitude, exigindo intervenção governamental para impedir a medida e prometendo boicote a futuros lançamentos.

No resto do mundo, os serviços de streaming realmente cresceram por conta do risco. De acordo com o analista Dan Salmon, a Netflix teve um aumento de 0,8% em suas ações na Wall Street em meio à maior queda da bolsa de valores de Nova York nos últimos 9 anos por conta da preocupação de seus consumidores em ficar em casa.

Grandes lançamentos com estreia adiada

Grandes lançamentos tiveram sua estreia adiada para não prejudicar seu desempenho nas bilheterias. Especificamente na China, isso aconteceu com 1917, MulanJojo Rabbit Sonic. No mundo, isso afetou várias produções, especialmente nos últimos dias. Um dos primeiros foi 007 - Sem Tempo Para Morrer, 25º filme da franquia de James Bond, que chegaria aos cinemas em abril e teve sua estreia remarcada para 19 de novembro

Também foram adiados Pedro Coelho 2, Velozes e Furiosos 9 e Um Lugar Silencioso 2.

Atraso nas filmagens

As filmagens de grandes produções também foram afetadas pelo Coronavírus. É o caso de Missão: Impossível 7, cujas gravações aconteceriam na Itália, país com mais de 7 mil casos e 360 mortes confirmadas. A produção, que começaria por Veneza, foi adiada para cuidar do bem-estar da equipe.

Algumas séries também pausaram suas produções, como Falcão e o Soldado Invernal, Riverdale e a 2ª temporada de Carnival Row.

Medidas de prevenção por parte do sindicato de atores dos EUA

O Sindicato dos Atores (SAG) emitiu um comunicado revelando que estão trabalhando para garantir a segurança de seus membros, cuja segurança é prioridade. Além de exigir que os sets providenciem “amplas quantidades de sabão e desinfetante para as mãos com base de álcool”, a organização aconselhou o adiamento de gravações em lugares de alto risco e que seus membros se mantenham afastados de eventos caso manifestem sintomas.

Cancelamento de shows e festivais

A indústria da música também está sendo afetada pelo Coronavírus. Grandes nomes como BTS, Green Day e Madonna adiaram seus shows na Ásia e na Europa, assim como os festivais Knotfest, do Slipknot, e o SXSW, que foi cancelado pela primeira vez em 34 anos.

O Festival Coachella foi adiado para o mês de outubro, Pearl Jam adiou a turnê de seu novo álbum e Avril Lavigne não fará mais sua turnê pela Europa. 

O surto fez ainda com que as editoras DC Comics, Valiant, Dark Horse, Oni e Penguin Random House deixassem a Comic-Con de Seattle, que acontecerá entre os dias 12 e 15 de março.

Ainda entre os eventos, o evento de games E3 foi cancelado, assim como a CinemaCon, que aconteceria em Las Vegas e as edições do Chile e Argentina do Lollapalooza já foram adiadas. Ainda não há confirmação se isso também acontecerá no Brasil.

Aumento na procura de filmes sobre infecções

O Coronavírus fez com que filmes cujo tema principal é epidemia voltassem aos holofotes. Foi o caso de Contágio, longa de Steven Soderbergh que chamou atenção pela similaridade com o atual surto. O longa de 2011 acompanha Beth Emhoff (Gwyneth Paltrow) retornando de uma viagem da China antes de desenvolver sintomas que inicialmente parecem uma gripe, mas pioram até uma internação. Eventualmente, o mundo começa a adoecer e a sucumbir à uma misteriosa pandemia. A produção voltou para lista de 10 filmes mais procurados no iTunes nove anos após seu lançamento original.

Celebridades afetadas

Frederic J. Brown/AFP

Tom Hanks anunciou que ele e sua esposa, Rita Wilson, estão com o coronavírus. Além disso, outros nomes grandes também têm suspeita e estão em quarentena, como o jogador de futebol Cristiano Ronaldo