Séries e TV

Lista

The Walking Dead | Entenda os principais enigmas da despedida de Rick

Episódio marcou última aparição - por enquanto - de Andrew Lincoln na série

Rafael Gonzaga
05.11.2018
16h30
Atualizada em
05.11.2018
15h42
Atualizada em 05.11.2018 às 15h42

"What Comes After", quinto episódio da nona temporada de The Walking Dead, se despediu de Rick Grimes (Andrew Lincoln) e, no processo, deixou algumas pistas do que vem por aí na série. Confira uma lista de como a série pode ser relacionar com os quadrinhos e do que já foi plantado pelos roteiristas acerca do futuro da atração:

Jadis finalmente consegue ir embora

Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC
Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC

Dois episódios antes, Jadis (Pollyanna McIntosh) fugiu de Alexandria na esperança de ser levada de helicóptero por outro grupo misterioso para um lugar mais desenvolvido - contudo, o preço era levar uma pessoa categorizada como “A”, seja lá o que isso signifique. Jadis entregaria Gabriel (Seth Gilliam), mas desistiu no último minuto e ela passou o episódio mentindo para a pessoa do outro lado do rádio comunicador sobre ter uma pessoa com ela. As coisas não estavam dando muito certo para ela na missão de ser resgatada: ela chegou sem ninguém ao local de encontro, mas, convenientemente, a correnteza levou um Rick - que ela já havia revelado ser uma pessoa “A”, mas Jadis mente dizendo que ele é um “B” - moribundo até o lugar onde ela havia marcado com o piloto do helicóptero.

Jadis viu no grupo enigmático uma chance de salvar Rick, mas sabe-se que as coisas podem não ser tão boas assim, já que o contato da ex-líder do lixão com essas pessoas passa por um acordo envolvendo nada menos que tráfico humano. Rick pode estar com a vida assegurada, mas as coisas não necessariamente serão fáceis para o ex-xerife.

Para onde Rick foi?

Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC
Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC

Tudo sobre o futuro de Rick é especulação - exceto que o ex-xerife voltará em uma série de três filmes, informação já confirmada pela AMC -, mas, com base nos quadrinhos, é possível fazer algumas especulações sobre o que vem por aí. Desde que Jadis começou a revelar seu contato com o helicóptero, os fãs começaram a imaginar que a ex-líder do lixão estava envolvida com a maior e mais desenvolvida comunidade já vista no material original de Robert Kirkman - teoria que ganhou força após a introdução da misteriosa Georgie (Jayne Atkinson), que deu a Maggie (Lauren Cohan) as ferramentas necessárias para modernizar Hilltop. Nos quadrinhos, o local conta com mais de 50 mil habitantes e é o mais próximo do mundo normal já visto desde o apocalipse zumbi.

O lugar apresenta um nível de desenvolvimento nunca antes visto no mundo pós-apocalíptico - os soldados do local usam armaduras resistentes, por exemplo. Além disso, para Michonne (Danai Gurira), a chegada à comunidade muda tudo quando se deparam com pessoas que eles julgavam mortas há tempos. 

Chegada de Magna e seus amigos

Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC
Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC

Nos minutos finais do episódio, há um salto temporal e um grupo de sobreviventes é apresentado. As pessoas em questão são personagens das fases mais recentes dos quadrinhos, que já tinham sido anunciados: Magna (Nadie Hilker), Connie (Lauren Ridloff), Kelly (Angel Theory), Yumiko (Eleanor Matsuura) e Luke (Dan Fogler). Nos quadrinhos, o grupo liderado por Magna é encontrado, na verdade, por Jesus, nos arredores de Washington, DC. Magna e Yumiko são namoradas no material original - nas HQs, as duas atravessam um relacionamento complicado até oficializarem de fato -, Luke é um homem mais erudito e Connie é a primeira personagem surda da série. Ao que tudo indica, Kelly, irmã de Connie na TV, será uma adaptação do personagem de mesmo nome que, nos quadrinhos, namora a jovem surda.

O acerto de contas de Maggie

Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC
Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC

O episódio contou com uma sequência muito semelhante ao material original dos quadrinhos: a vingança de Maggie pela morte de Glenn (Steven Yeun), pai de seu filho assassinado brutalmente por Negan (Jeffrey Dean Morgan). Assim como nas HQs de Robert Kirkman, Maggie passa por cima das decisões de Rick - com uma dose extra de drama na série, graças ao diálogo tocante com Michonne - e encontra o ex-líder dos Salvadores para executar o ditador - há algumas diferenças, como a arma portada pela líder de Hilltop. Contudo, no meio do processo, ela percebe que a morte é tudo o que Negan, um homem que perdeu tudo pelo que lutou na vida, deseja. Com isso, Maggie desiste de assassiná-lo por perceber que viver com a derrota é muito mais doloroso para o vilão.

O próximo passo de The Walking Dead

Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC
Cena de The Walking Dead/ Reprodução/ AMC

Essa primeira parte da nona temporada serviu fundamentalmente para mostrar a despedida de Rick Grimes - para o futuro, já se sabe que a trama dos quadrinhos que ganhará vida na série será a dos Sussurradores. Já se sabe que Alpha, líder do grupo macabro, será vivida por Samantha MortonNos quadrinhos, os Sussurradores são um grupo que controla as hordas de mortos-vivos ao se vestir como eles, podendo se camuflar nas multidões e guiar ataques. O produtor executivo Greg Nicotero disse, aliás, que Alpha será a vilã mais cruel de todos os tempos na série.