Ação do anime de The Witcher não poderia ser feita em live action

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Netflix

Notícia

The Witcher | Ação do anime não seria possível na série live action

Animação vai contar história de Vesemir, o mentor de Geralt

Pablo Raphael
10.03.2020
14h53
Atualizada em
10.03.2020
15h28
Atualizada em 10.03.2020 às 15h28

O filme de animação Nightmare of the Wolf, da Netflix, será uma prequel para a segunda temporada de The Witcher e, segundo o roteirista Beau DeMayo, não poderia ser feito como um live action porque a ação é tão impactante que pareceria fajuta se encenada com atores reais.

"Tem coisas que você faz em animação que ficam tão fantásticas, tão 'da hora', que se você fizer com atores reais, vai parecer bobo ou fajuto aos olhos humanos", explicou o roteirista ao ComicBook. "Há uma certa graça e arte no anime que permite um sabor diferente".

O anime vai se passar muito antes dos eventos da série e acompanhará as aventuras de Vesemir, antes do bruxo se tornar o mentor de Geralt. O personagem vai aparecer na 2ª temporada da série, interpretado por Kim Bodnia. O roteirista conta que trabalhou ao lado de Lauren S. Hissrich, showrunner de The Witcher, para criar uma história com magia, monstros, aventura e romance que não precisasse da série live action para ser contada. "É uma história que nós não poderiamos contar na série de qualquer jeito ou formato. Ao menos não sem um fardo enorme na produção, posso garantir".

Nightmare of the Wolf será uma história original no universo de The Witcher. O anime é uma co-produção entre a equipe da plataforma e o Studio Mir, de Avatar: A Lenda de Korra e ainda não tem data para estrear.

A primeira temporada de The Witcher já está disponível no catálogo da Netflix. Já a segunda é prevista para 2021, também com oito episódios.