Netflix

Lista

The Witcher | O que você precisa saber para assistir a série da Netflix

Conheça a franquia que ganhará série com Henry Cavill na Netflix

Arthur Eloi
19.12.2019
14h14
Atualizada em
20.12.2019
19h33
Atualizada em 20.12.2019 às 19h33

A Netflix fecha 2019 com um último grande lançamento: The Witcher. A série de TV estrelada por Henry Cavill é muito aguardada, mas, para quem não acompanha a franquia, todo o burburinho pode não fazer muito sentido. Abaixo, explicamos o que é The Witcher e tudo que você precisa saber para aproveitar o programa!

O que é The Witcher?

The Witcher é uma franquia de fantasia que surgiu durante a década de 1980, na Polônia. Em 1986, o autor Andrzej Sapkowski enviou um conto chamado “O Bruxo” para um concurso da revista Fantastyka. A história acompanha um mutante matador de monstros, contratado por um rei para reverter uma maldição. O conto não venceu a disputa - ficou em terceiro lugar -, mas teve resposta positiva o bastante para que Sapkowski continuasse a escrever histórias utilizando o tal mutante, chamado de Geralt de Rivia. Assim, durante o restante dos anos 80, o autor continuou expandindo esse universo com vários contos isolados - mais tarde reunidos em duas coletâneas, O Último Desejo e A Espada do Destino. Já em 1994, Sapkowski elevou sua criação com O Sangue dos Elfos, início de uma saga de cinco romances estrelados por Geralt e outras personagens recorrentes dos contos, publicando um livro por ano até 1999.

Desde aquela época The Witcher é um enorme sucesso na Polônia, mas só ganhou o mundo quando, em 2007, o estúdio de games CD Projekt RED adaptou a obra em um RPG de PC, que rapidamente se tornou um clássico cult. Enquanto isso alavancou a saga para inúmeros outros países, sendo enfim publicada em inglês a partir de 2007, Sapkowski em si não colheu diretamente o sucesso dos jogos, já que recusou um contrato de participação nos lucros. O game teve duas sequências, Assassins of Kings (2012) e Wild Hunt (2015), com o último sendo premiado Jogo do Ano e tendo vendido mais de 40 milhões de cópias.

Quem é Geralt? O que são Witchers?

Seja nos contos, romances ou adaptações, The Witcher gira em torno de Geralt de Rivia. O protagonista é um bruxo - ou witcher, no original -, humanos que, quando jovens, passam por rigorosos e sofridos testes químicos que elevam suas capacidades. O processo, chamado de Teste das Ervas, é tão doloroso que apenas três entre dez aprendizes sobrevivem. Os que vivem, porém, tornam-se altamente treinados no combate de espadas, agilidade e conhecimento dos vários monstros que habitam esse universo. Com todas essas habilidades, os witchers são especialistas em matar monstros, prestando seus serviços a quem necessita (e paga). Dessa forma, Geralt pode tanto transitar entre os plebeus, como aldeias atacadas por criaturas, ou entre a realeza, para solucionar problemas mais cabeludos.

É bom ressaltar que bruxos são mercenários. Eles seguem um código de honra, que dita tanto quanto cobrar pelos serviços, como impõem limites às tarefas. Um Witcher, por exemplo, não pode ser pago para assassinar outro humano. Isso, é claro, não significa que todos seguem isso estritamente, nem que as pessoas não tentam se aproveitar dos profissionais. Por conta disso, Geralt frequentemente se vê em situações em que seus contratantes esperam que ele suje as mãos por eles.

Yennefer e Ciri também são protagonistas

Geralt é o coração de The Witcher, mas está longe de ser o único protagonista. A história - especialmente nos romances - é bastante focada em duas outras personagens: a feiticeira Yennefer de Vengerberg, e a garota Cirilla Fiona (popularmente chamada só de Ciri).

A primeira tem um caso recorrente com o bruxo, mas não se limita apenas a isso. Yennefer tem personalidade, carisma, lutas próprias, bastante poder e atitude. Essa independência toda cria várias disputas com Geralt, já que os dois se amam, mas têm egos igualmente gigantes. Já Ciri é um caso mais complicado. Durante um trabalho o witcher, que é cético e descrente em forças maiores, acidentalmente une o seu destino ao da menina. Assim, em meio a todo o caos e monstro, The Witcher é uma história sobre os três personagens tentando se encontrar como família.

Baseado nos livros, e não nos games

A importância da trilogia da CD Projekt RED para a franquia é inegável. Os games são patrimônio tão grande para a Polônia que, em 2015, quando o então-presidente dos EUA Barack Obama visitou o país, o primeiro-ministro polonês Donald Tusk lhe deu uma edição de colecionador de The Witcher 2: Assassins of Kings como presente de boas vindas. Dito isso, a série da Netflix não adapta nada dos jogos.

Isso se dá pela diferença de tempo entre o material-base e os games, que se passam quase trinta anos após os eventos finais dos livros. O seriado começa desde o início, com uma primeira temporada que adapta contos das duas coletâneas, mas a produção já avisou que não entrará no território dos videogames. Na verdade, o plano é contar toda a trama - dos contos e romances - em torno de sete temporadas.

O elenco e equipe

The Witcher pode ser orgulho da Polônia, mas quem está levando para a televisão é uma equipe americana da Netflix (ainda que com a ajuda de produtoras polonesas). Lauren S. Hissrich, veterana da plataforma por Demolidor e Os Defensores, assume o posto de showrunner, a produtora-principal e também roteirista-chefe do projeto. Já no lado do elenco, que veste a armadura e espadas de Geralt é Henry Cavill, conhecido por interpretar o Superman nos filmes da DC.

O restante dos atores têm créditos mais modestos. Yennefer é interpretada pela inglesa Anya Chalotra, de minisséries britânicas como The ABC Murders, Sherwood e Wanderlust. Ciri é vivida pela novata Freya Allan.

O futuro da série

A Netflix está apostando que The Witcher será um grande sucesso. Além da extensa campanha de divulgação, que passou até pelo Brasil com vinda surpresa de Cavill à CCXP19, o programa foi renovado antes mesmo de estrear. Assim como o ano um, a segunda temporada terá apenas oito episódios, previstos para algum ponto de 2021.