Joss Whedon nos Bastidores de Vingadores: A Era de Ultron

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Joss Whedon deixa comando de The Nevers, série que criou na HBO

Cineasta se disse “exausto” e afirmou que tem orgulho do trabalho que fez

Nicolaos Garófalo
25.11.2020
23h12

A HBO anunciou nesta quarta-feira (25) que Joss Whedon deixará o comando de The Nevers, série que criou e na qual serviria como diretor e roteirista. Em um comunicado oficial, a emissora afirmou que seguirá com a produção do programa, que mantém sua previsão de estreia para 2021 (via THR).

Da sua parte, Whedon afirmou que os acontecimentos sem precedentes de 2020 afetaram sua vida de “maneiras que jamais poderia ter imaginado e, embora desenvolver e produzir The Never tenha sido uma experiência agradável, eu percebi que o nível de comprometimento necessário para seguir, combinado ao desafio físico de fazer essa série durante a pandemia é mais do que eu posso aguentar”. O cineasta ainda se disse “genuinamente exausto” e afirmou que focará sua energia em sua vida pessoal, “que passará por mudanças animadoras”. “Estou profundamente orgulhoso do trabalho que fizemos. Agradeço meu elenco e meus colaboradores extraordinários, e a HBO pela oportunidade de moldar esse mundo estranho”.

The Never está em desenvolvimento desde 2018 e conta com elenco formado por Laura Donnely, Olivia Williams, James Norton, Tom Riley, Ann Skelly, Ben Chaplin, Pip Torrens, Zackary Momoh, Amy Manson, Nick Frost, Rochelle Neil, Eleanor Tomlinson e Denis O'Hare.

Investigação interna na WarnerMedia

A saída de Whedon coincide com o avanço das investigações internas promovidas pela WarnerMedia para avaliar a veracidade das acusações feitas por Ray Fisher. Segundo o ator, o cineasta teria apresentado comportamento abusivo nos bastidores das refilmagens de Liga da Justiça, com o aporte de Geoff Johns e Jon Berg.

Pelo Twitter, Fisher afirmou que a saída de Whedon de The Nevers é consequência da investigação e que a versão oficial seria uma forma que o diretor e a Warner encontraram para acobertar o comportamento do cineasta – confira:

Não tenho intenção nenhuma de deixar Joss Whedon usar a velha tática hollywoodiana de ‘sair’, ‘deixar’ ou ‘se afastar’ para disfarçar seu comportamento horrível. A investigação da WarnerMedia sobre Liga da Justiça está a todo vapor há três semanas. Isso é sem dúvida um resultado disso

Entenda o caso

O diretor Joss Whedon foi acusado de postura abusiva no set de Liga da Justiça, filme da DC de 2017 no qual entrou para o posto de diretor após a saída de Zack Snyder. Segundo as primeiras falas de Fisher, "o tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável.

Mais tarde, o diretor Kevin Smith afirmou ter ouvido relatos que dão força ao argumento de Fisher. Depois, dublês de Buffy, A Caça-Vampiros - série criada por Whedon - acusaram o criador de ser egomaníaco.

Joss Whedon assumiu as filmagens de Liga da Justiça depois da saída de Zack Snyder da direção por problemas familiares. A reação negativa em torno do filme estimulou pedidos pela versão original do longa, já que muito material planejado pelo Snyder não entrou na versão final. Após muito tempo, a Warner confirmou o lançamento do Snyder Cut para 2021 no HBO Max, streaming do grupo Time Warner.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.