Outlander encerra arco de um de seus maiores vilões em episódio assustador

Créditos da imagem: Divulgação

Séries e TV

Artigo

Outlander encerra arco de um de seus maiores vilões em episódio assustador

Série mostrou que não há limites para o que pode acontecer no passado

Camila Sousa
28.04.2020
10h44

Há alguns episódios Outlander estava preparando o grande embate contra Stephen Bonnet (Ed Speleers), o homem que estuprou Brianna (Sophie Skelton) na temporada anterior. E embora exista um grande destaque para a vingança desejada por Jamie (Sam Heughan) e Roger (Richard Rankin), a série acertou ao dar a Brianna o protagonismo do encerramento dessa história.

[Spoilers de “Mercy Shall Follow Me” abaixo]

Os homens da família Fraser seguem com o plano de encurralar Bonnet, mas ele dá errado e o vilão encontra ninguém menos do que Brianna ao lado de Claire (Caitriona Balfe). A jovem é sequestrada e o que se segue no episódio são sequências angustiantes de uma tortura psicológica de Bonnet. O personagem diz que quer aprender boas maneiras para viver no mundo civilizado e se casar com Brianna para criar o pequeno Jemmy junto com ela. 

Para Brianna, o momento é aterrador. Além de precisar encarar o homem que lhe atacou, ela se sente frágil diante da possibilidade de perder o filho e, para sobreviver, entra no jogo de Bonnet. A tortura psicológica de tais momentos é surreal, mas a personagem faz o que pode para continuar viva e sã. Mas uma das maiores características de Bonnet - e de outros vilões do seriado - é sua imprevisibilidade. Sentindo-se enganado, ele mostra que não há limites para as maldades que pode fazer e decide vender Brianna para outro homem.

Ao colocar a personagem em tal situação, Outlander cria uma angústia sem precedentes em seus fãs. Brianna já apanhou, foi abusada sexualmente e muitos imaginavam que não havia nada pior que pudesse acontecer com ela. Mas ver a jovem ser tratada como uma mercadoria na frente de outros homens foi cruel e a série acertou ao conseguir transmitir tudo isso.

Outro acerto importante é no desenvolvimento de Bonnet e suas cenas ao da jovem. O vilão é sim cruel, mas a produção coloca uma pulga atrás da orelha dos fãs, especialmente quando expõe suas fragilidades e um dito desejo de criar o filho. Será que, no meio de toda a sua maldade, Bonnet teve um sentimento bom e sincero? Só de despertar tal questionamento, a série já acerta.

Felizmente, o final de Brianna é feliz (se tratando de Outlander, nunca se sabe) e ela é salva, levando Bonnet a julgamento. O momento final também pertence a ela, quando num ato de misericórdia (ou até de fechamento) ela dá um tiro na cabeça do personagem, evitando que ele morra como um de seus maiores medos: afogado.

Assim como outros na história de Outlander, “Mercy Shall Follow Me” é um episódio denso, que deixa o espectador na ponta da cadeira esperando pelo que acontecerá em seguida. A temporada atual ainda conta com 2 episódios e será difícil superar toda a tensão apresentada aqui. Mas a verdade é que, no caso de Outlander, nada disso é impossível.

A 5ª temporada de Outlander é exibida no Brasil na madrugada de domingo para segunda, à meia-noite, no canal Fox Premium 1. Os capítulos também ficam disponíveis no aplicativo da Fox para os assinantes Premium.