Profissionais de Buffy e Angel confirmam comportamento abusivo de Joss Whedon

Créditos da imagem: Divulgação

Séries e TV

Notícia

Profissionais de Buffy e Angel confirmam comportamento abusivo de Joss Whedon

Variety falou com a equipe por trás das câmeras após denúncias do elenco

A cozinha
26.02.2021
16h37

Após atrizes de Buffy: A Caça-Vampiros afirmarem que Joss Whedon tinha um comportamento abusivo no set do seriado, outros profissionais ligados à série e à Angel: O Caça-Vampiros confirmaram a informação. A apuração é da Variety, que afirmou ter ouvido 11 pessoas que trabalharam nas produções e tinham familiaridade com os bastidores.

Segundo elas, Whedon era um produtor e roteirista talentoso e colaborativo, mas com um “padrão de comportamento impróprio, autoritário e depreciativo” com aqueles que trabalhavam ao lado dele. As fontes disseram ao site que o diretor criou um “culto à sua personalidade” dentro do set, e que aqueles dentro deste círculo de amizades eram elogiados e recebiam atenção, enquanto os demais eram tratados com desprezo.

Whedon não comentou as denúncias anteriores e também não se pronunciou sobre este novo texto da Variety. 

Vale lembrar que uma das denúncias mais graves sobre o caso veio de Michelle Trachtenberg, que tinha apenas 15 anos quando começou a atuar em Buffy. Segundo a atriz, havia uma regra que proibia Whedon de ficar sozinho com ela no set.

As alegações contra Joss Whedon tiveram início após o ator de Ciborgue em Liga da JustiçaRay Fisher, ter se pronunciado sobre o comportamento do diretor no set do filme da DC. Segundo as primeiras falas de Fisher, "o tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável.”

Mais tarde, o diretor Kevin Smith afirmou ter ouvido relatos que dão força ao argumento de Fisher. Depois, dublês de Buffy, A Caça-Vampiros acusaram o criador de ser egomaníaco.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.