Charisma Carpenter

Créditos da imagem: Reprodução/Angel

Séries e TV

Notícia

Atriz de Buffy acusa Joss Whedon de comportamento abusivo no set

Charisma Carpenter diz que foi ofendida pela diretor

A cozinha
10.02.2021
14h07
Atualizada em
10.02.2021
17h43
Atualizada em 10.02.2021 às 17h43

A atriz Charisma Carpenter, que viveu a personagem Cordelia Chase no seriado Buffy The Vampire Slayer e em seu spin-off, Angel, fez um desabafo em seu Twitter na qual acusou o criador dos seriados, Joss Whedon, de ter um compartamento abusivo no set.

"Joss Whedon abusou de seu poder em várias ocasiões enquanto trabalhamos juntos no set de Buffy e Angel. Enquanto ele achava seu mau comportamenteo divertido, só servia para aumentar minha ansiedade, tirar meu poder, e me alienar de meus colegas. Os incidentes pertubadores provocaram uma condição física da qual eu ainda sofro. É com um coração pulsante e pesado que eu digo que lidei com a situação e, às vezes, de forma destrutiva", escreveu ela.

A atriz declarou que foi ofendida pelo roteirista e diretor. "Ele usava ameaças passivo-agressivas de demitir, o que acaba com a autoestima de uma nova atriz. Ele insensivelmente me chamava de 'gorda' para meus colegas quando eu estava grávida de quatro meses. Ele era mau, criticando os outros abertamente, criando favoritos, colocando as pessoas umas contra as outras para pleitearem sua atenção e aprovação".

Ela também se simpatizou com o ator Ray Fisher, que viveu Ciborgue em Liga da Justiça e que também acusou recentemente Whedon de comportamento abusvio.

Segundo as primeiras falas de Fisher, "o tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável.

Mais tarde, o diretor Kevin Smith afirmou ter ouvido relatos que dão força ao argumento de Fisher. Depois, dublês de Buffy, A Caça-Vampiros - série criada por Whedon - acusaram o criador de ser egomaníaco.

Joss Whedon assumiu as filmagens de Liga da Justiça depois da saída de Zack Snyder da direção por problemas familiares. A reação negativa em torno do filme estimulou pedidos pela versão original do longa, já que muito material planejado pelo Snyder não entrou na versão final. Após muito tempo, a Warner confirmou o lançamento do Snyder Cut para 2021 no HBO Max, streaming do grupo Time Warner.

Após o desafo de Charisma, outra atriz de Buffy, Amber Benson, que interpretou Tara em Buffy, também disse que presenciou comportamentos do diretor. "Buffy era um ambiente tóxico e o começo disso está no topo. A Charisma está falando a verdade e eu apoio ela 100%. Houve muitos danos feitos durante este tempo e muitos de nós estão processando isso mais de 20 anos depois", escreveu ela.

Veja abaixo o desabafo completo de Charisma:

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.