Nova animação do Scooby Doo é adiada por causa do coronavírus

Créditos da imagem: Warner Bros./Divulgação

Filmes

Notícia

SCOOBY! | Nova animação do Scooby Doo é adiada por causa do coronavírus

Em Um Bairro de Nova York e Malignant também foram adiados

Pablo Raphael
24.03.2020
15h40
Atualizada em
24.03.2020
16h21
Atualizada em 24.03.2020 às 16h21

Scooby!, novo longa de animação do Scooby-Doo, e Em Um Bairro de Nova York, adaptação do musical da Broadway de Lin-Manuel Miranda (Mary Poppins: O RetornoHis Dark Materials), tiveram as estreias adiadas por causa da pandemia do novo coronavírus.

Dirigido por Tony Cervone, de O Show dos Looney Tunes, Scooby! tinha estreia marcada para 14 de maio. Já Em Um Bairro de Nova York estava previsto para chegar aos cinemas em 20 de agosto. O anúncio foi feito pela Warner Bros junto com o adiamento de Mulher-Maravilha 1984. Enquanto o longa da super-heroína ganhou uma nova data de lançamento, o estúdio ainda estuda o calendário para lançar as outras duas produções.

Malignant, novo terror do diretor James Wan, também teve o lançamento adiado pela Warner Bros para uma data ainda não definida. O filme chegaria aos cinemas em 14 de agosto, data atualmente ocupada por Mulher-Maravilha 1984.

Em Um Bairro de Nova York narra a história de um proprietário de uma bodega, em Washington Heights, em Nova York, que decide fechar sua loja e se aposentar na República Dominicana, depois de receber de herança a fortuna da sua avó - assista ao trailer.

Efeito Coronavírus na cultura pop

O COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como 007 - Sem Tempo Para MorrerVelozes e Furiosos 9Um Lugar Silencioso 2MulanNovos Mutantes entre outros, tiveram suas estreias adiadas por causa da pandemia. Entre 13 e 15 de março, os Estados Unidos registraram sua pior arrecadação em 20 anos nas bilheterias.