Aquaman e Ciborgue

Créditos da imagem: Warner Bros/Divulgação

Filmes

Notícia

Jason Momoa revela apoio ao movimento de Ray Fisher contra Warner Bros.

No Instagram, intérprete de Aquaman se posiciona à favor de investigações

Julia Sabbaga
08.09.2020
09h27

No Instagram, o intérprete de Aquaman, Jason Momoa, se pronunciou a favor de Ray Fisher em sua empreitada de revelar as situações de abuso dentro da Warner Bros. Em uma imagem publicada nos stories, Momoa usou a hashtag "eu estou com Ray Fisher", publicando uma imagem do colega de elenco de Liga da Justiça:

Ray Fisher contra Warner Bros.
Jason Momoa/Instagram/Divulgação

Momoa não falou sobre o assunto nem se pronunciou sobre o comportamento dos sujeitos acusados por Fisher, mais precisamente o diretor Joss Whedon e o ex-presidente da DC, Geoff Johns

Fisher continua suas denúncias sobre as injustiças que vivenciou durante as refilmagens de Liga da Justiça. Após alegar abuso de autoridade e má postura de Joss Whedon, o ator do Ciborgue afirmou ter recebido uma ligação de Walter Hamada, atual presidente da DC, pedindo que os relatos de Fisher fossem focados apenas no mau comportamento de Whedon e do produtor Jon Berg, omitindo o nome do ex-presidente Geoff Johns.

Entenda o caso

Whedon foi acusado de postura abusiva no set de Liga da Justiça, filme da DC de 2017 no qual entrou para o posto de diretor após a saída de Zack Snyder. Segundo as primeiras falas de Fisher, "o tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável.

Mais tarde, o diretor Kevin Smith afirmou ter ouvido relatos que dão força ao argumento de Fisher. Depois, as dublês de Buffy, A Caça-Vampiros - série criada por Whedon - acusaram o criador de ser egomaníaco - saiba mais.