Filmes

Notícia

Liga da Justiça | Zack Snyder revela como seria sua trilogia

Diretor detalhou como seria a jornada dos personagens nas sequências do Snyder Cut

Gabriel Avila
21.03.2021
16h31
Atualizada em
22.03.2021
20h48
Atualizada em 22.03.2021 às 20h48

[Cuidado com spoilers de Liga da Justiça de Zack Snyder]

A versão de Zack Snyder para o filme da Liga da Justiça finalmente foi lançada e, como era de se esperar, deixou os fãs ansiosos por uma continuação. Após revelar que a Warner não tem interesse em sequências, o diretor detalhou como seriam seus próximos filmes a frente da equipe.

Snyder revelou em entrevista à Esquire que o segundo filme se passaria no futuro alternativo visto no epílogo do Snyder Cut. De acordo com o cineasta, a trama giraria em torno de mandar o Flash de volta no tempo para avisar o Batman que é preciso para salvar Lois Lane:

“Nesse mundo, o filme basicamente seria sobre um grupo do que restou da Liga da Justiça em uma missão maluca para roubar a Caixa Materna dessa catedral meio destruída em Gotham e levá-la para a Batcaverna para poderem usá-la para energizar a esteira cósmica para levar o Flash de volta no tempo.”

Essa jornada levaria a equipe, formada por heróis e vilões, a uma trégua que daria a chance de apresentar partes do passado desses personagens:

“Então na noite antes da grande missão, eles teriam um acerto de contas em um estilo Última Ceia, em que contariam suas histórias. Uma delas seria o Coringa contando a morte do Robin. E o Superman, aliás, mataria todo mundo menos o Flash, que passaria por ele e pularia através do tempo para escapar”.

Segundo o cineasta, as mortes de personagens como Aquaman e Arlequina não seriam contadas através de diálogos. “Não, nós iríamos filmar essas [cenas]. E elas teriam elementos do que o Ciborgue vê”, afirmou.

Liga da Justiça 3 e a jornada do Superman

Zack Snyder não parou por aí e apresentou também seus planos para o terceiro filme da Liga, que, em suas palavras, teria início “quando eles resgatam ou mandam o Flash de volta no tempo”. Com foco na batalha entre Darkseid e os heróis da Terra, o longa mostraria o sacrifício de Batman e a ascensão do Superman:

“O último filme seria muito sobre o Superman. Como capítulo final, teria uma larga porcentagem de Superman para amarrar a coisa toda. Porque se o Batman morresse, provavelmente cairia no Superman o cargo de líder. Aliás, nesse ponto a Mulher-Maravilha teria se tornado a rainha de Themyscira e estaria liderando as guerreiras da ilha na batalha contra o Darkseid. E Arthur estaria liderando os exércitos de Atlantis. Então Superman seria o chefe da Liga da Justiça e do exército dos homens, e poderia ir desse modo ‘berserker’ para um mais benevolente”.

Para Snyder, encerrar a trilogia da Liga com foco no Superman seria uma forma de dar uma jornada diferente para o herói:

“Superman tem o maior arco de todos porque ele vai de principal vilão para o grande herói. E me impressiona como seria uma trajetória legal, divertida e interessante para ele. Porque acho que tradicionalmente, Superman é um desses personagens que as pessoas não veem mudar muito. Sabe o que quero dizer? Ele é como uma rocha que todo mundo luta contra e pensei que seria realmente legal fazer nosso Superman um personagem que passa pela jornada mais incrível”.

Snyder Cut já está disponível, e pode ser alugado em plataformas como: Apple TVClaroGoogle PlayLookeMicrosoftPlaystationSkyUOL PlayVivo WatchBr, por R$ 49,90.

A nova versão foi uma reivindicação dos fãs, que continuaram pedindo pela versão original do longa depois que Snyder deixou o projeto. A nova versão, chamada no Brasil de Liga da Justiça de Zack Snyder, conta com quatro horas de duração.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.