James Gandolfini como Tony Soprano

Créditos da imagem: HBO/Divulgação

Filmes

Notícia

Família Soprano | Criador David Chase nega que tenha revelado final de Tony

Com ironia, roteirista rebateu interpretação dada a entrevista concedida por ele

Eduardo Pereira
08.11.2021
23h02

Depois de aparentemente confirmar o destino de Tony Soprano (James Gandolfini) em Família Soprano, 14 anos depois de optar por encerrar a série sem deixar claro se o personagem morreu ou não, o criador David Chase negou ter batido o martelo na questão. Em entrevista concedida a Matt Zoller Seitz, da New York Magazine, o roteirista ironizou o entendimento de que Tony definitivamente morreu. Veja abaixo.

"Falei com David Chase sobre o The Hollywood Reporter afirmar que, em uma entrevista recente, ele encerrou a discussão sobre o final de Família Soprano. Ele não o fez. Ele, então, me pediu para publicar esta fala: 'Todo mundo que acredita que Tony morreu em um artigo do THR: por mim, tudo bem. Agora vocês vão parar de me perguntar sobre isso, porra", escreveu Seitz.

A confusão toda teve início, de fato, com a entrevista referenciada acima. Nela, o produtor e roteirista foi creditado como tendo afirmaro que o personagem de fato morreu após ser alvejado em um restaurante. Final, no entanto, não era aquele que ele tinha planejado originalmente.

Essa não era a cena que eu tinha em mente. E eu também não planejava terminar com a tela preta”, disse Chase ao THR. “No começo de todos os episódios, ele voltava a Nova Jersey de Nova York, e a última cena poderia ser ele vindo de Nova Jersey para Nova York para uma reunião na qual ele morreria”. Segundo o cineasta, ele mudou de ideia depois de conhecer um restaurante que era uma espécie de “cabana que servia café-da-manhã”.

O final causou reações bem extremas dos fãs, algo que incomodou Chase. “O que me irritou foi ver quantas pessoas queriam ver o Tony morrendo. Eles queriam que ele morresse com a cara em um prato de linguini, sabe?”.

Em 2021, Chase voltou à história de Tony, desta vez com The Many Saints of Newark, prelúdio de Sopranos estrelado por Michael Gandolfini, o filho do ator que viveu o personagem originalmente, James Gandolfini, que morreu em 2013. No filme, o encontramos enquanto o seu tio, Dickie (Alessandro Nivola), tenta prepará-lo para assumir o comando do império mafioso da família.

Enquanto isso, tensões raciais explodem em Newark, Nova Jersey, cidade onde se passa a história, por causa de conflitos entre os residentes negros e os residentes de origem italiana. A trama é inspirada em uma série de rebeliões que ocorreram de fato em Newark durante os anos 1960.

O elenco de The Many Saints of Newark é estrelado: Leslie Odom Jr. (Uma Noite em Miami), Jon Bernthal (O Justiceiro), Billy Magnussen (Maniac), Corey Stoll (Homem-Formiga), Ray Liotta (Os Bons Companheiros) e Vera Farmiga (Bates Motel) estão na lista. A direção ficou com Alan Taylor (Game of Thrones), e o roteiro é de David Chase (criador de Família Soprano) com Lawrence Konner (O Planeta dos Macacos).

Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.