Protagonistas de Outlander

Créditos da imagem: Outlander/Starz/Divulgação

Séries e TV

Crítica

Outlander - 5ª temporada

Série mescla amor e crueldade em uma de suas melhores e mais intensas temporadas

Camila Sousa
11.05.2020
18h26

Em um de nossos primeiros textos sobre Outlander, pontuamos como a série, apesar das aparências, passa longe de ser apenas um “romance com viagem no tempo”. Ao longo de suas cinco temporadas (e dos livros de Diana Gabaldon), a família Fraser passou por diversos desafios e o maior deles é a crueldade e selvageria do tempo em que Jamie (Sam Heughan) vive. O protagonista já foi vítima disso, sua filha Brianna (Sophie Skelton) também e, agora na 5ª temporada, foi Claire (Caitriona Balfe) quem sofreu o maior baque de todos.

Fio condutor da história, a personagem sofreu desde o primeiro momento em que colocou o pé no passado (por acidente), com ameaças, violência física, psicológica e uma constante ameaça de violência sexual. Enfermeira de guerra vinda de outra época, a protagonista sempre impôs suas ideias, mesmo diante de homens poderosos, o que incomodou a muitos. E sempre fez isso não em benefício próprio, mas para ajudar alguém em desvantagem, alguma mulher que sofre com o marido, ou algum jovem punido injustamente. Claire nunca lutou apenas por ela mesma, mas também por todos, o que torna os acontecimentos da temporada ainda mais dolorosos.

No episódio final, intitulado de “Never, My Love”, nome da música da banda The Association, a personagem sofre como nunca antes e a série escolhe uma forma interessante de passar por cenas tão duras. Se no passado Outlander foi criticada por ser explícita demais em certos momentos, correndo o risco de banalizar cenas muito fortes, desde a temporada anterior a série aprendeu que dá para ser sutil sem tirar o peso de uma cena. Enquanto tenta sobreviver, a protagonista ouve em sua cabeça a já citada “Never, My Love” e pensa em como a vida poderia ser diferente e mais feliz em outras épocas.

Curiosamente, apesar de o momento na história ser um dos grandes problematizadores de Outlander, há um momento em que a série fala disso de uma forma intrigante. No já citado sonho de Claire, que seria mais ou menos na década de 60, também há uma perda. Ao colocar isso, parece que a série quer dizer que em todos os momentos da história existem dificuldades. Muitas mulheres, jovens e crianças ainda sofrem atualmente e os atos de selvageria definitivamente continuam existindo. A vida é dura e difícil em todos os lugares, mas estar ao lado de quem ama é o que realmente importa.

Família e amor

Embora o que aconteceu com Claire tenha sido mais grave, todos na família Fraser sofreram durante a temporada. Brianna (Sophie Skelton) precisou encarar Stephen Bonnet (Ed Speleers) e quase teve um destino trágico; Jamie esteve perto de morrer e Roger (Richard Rankin) começou a se adaptar a uma realidade muito diferente da sua, ao mesmo tempo em que sofreu um grande trauma. Considerada uma das melhores temporadas da série por retomar o ritmo dinâmico, o 5º ano de Outlander foi também um dos mais desafiadores para todos os personagens. E o contraponto trazido para amenizar tudo isso foi o amor e a força da família.

É difícil viver em Fraser’s Ridge, ainda mais sabendo que em breve a Revolução Americana vai acontecer, mas o local também é palco de momentos de união, em que a força de todos consegue se tornar a força de quem mais precisa. É assim quando Brianna é resgatada, quando Jamie chega perto da morte, quando Roger precisa seguir em frente após uma experiência assustadora e também quando Claire volta, arrasada e fraca. Sobre a personagem, aliás, vale ir além.

Durante seus momentos de terror, Claire se lembrou constantemente de Jamie e a esperança de abraçar o marido novamente lhe deu forças. Mas após ser resgatada, não foi de Jamie, Brianna ou Jemmy (seu neto) que a protagonista tirou forças. Arrasada, a personagem lembrou de si mesma, de tudo o que enfrentou, de como sobreviveu, e tirou forças totalmente de si para não se quebrar e seguir em frente. Como muitas mulheres, Claire é fraca e forte ao mesmo tempo e sabe que tem dentro de si tudo o que precisa para seguir em frente.

Outlander não é uma série fácil de assistir. Como a própria Claire cita no season finale, sabemos que momentos de calma podem acabar a qualquer momento por um conflito, assalto, sequestro, etc. Tempestades se aproximam da família Fraser a todo momento. No entanto, enquanto Claire, Jamie, Brianna, Roger, Jovem Ian, Marsali e vários outros continuarem juntos, há a certeza de que eles podem enfrentar até a maior das tormentas.

Nota do Crítico
Ótimo