Friends: The Reunion se distancia do íntimo, mas aquece o coração do fã

Créditos da imagem: HBO Max/Divulgação

Séries e TV

Crítica

Friends: The Reunion se distancia do íntimo, mas aquece o coração do fã

Apesar das firulas, reunião do elenco reitera mensagem de amizade e companheirismo

Julia Sabbaga
23.06.2021
09h41

Por mais que Friends tenha se tornado um fenômeno mundial, o maior apelo da série protagonizada por Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Matthew Perry e David Schwimmer era sua habilidade de soar íntima. Sim, estamos falando de uma série cujos atores principais recebiam um milhão de dólares por episódio. A série que mudou os rumos da TV americana. A série que, apesar de encerrada há 17 anos, ainda gera debates acalorados. Mas existia um apelo em ver o sexteto de amigos no Central Perk que transmitia um sentimento único de camaradagem. Como a própria canção-tema insiste em repetir, Friends passava a sensação de que ele estaria sempre lá para você. Até o dia em maio de 2004 em que se encerrou, e uma legião de fãs se viu carente de um grupo de amigos.  

Por isso, é curioso que a HBO Max tenha escolhido reunir os seis integrantes do elenco em torno de uma série de distrações, que passam por um desfile de modas, convidados de diversos setores do entretenimento, e uma entrevista liderada por James Corden. Fãs de carteirinha não precisavam mais do que um reencontro dos seis no Central Perk. Mas a ideia por trás de Friends: The Reunion é enfatizar o evento global da produção. E enquanto esse objetivo é muito bem realizado, o evento transmite uma sensação peculiar. Assistir Friends: The Reunion é como reencontrar aquela sua melhor amiga de infância que se tornou popular - e por isso você precisa dividi-la com muitos outros interessados.

É justamente por isso que os melhores momentos do evento são quando os protagonistas estão juntos e sozinhos, seja no início, quando cada um deles entra no estúdio e compartilha suas emoções ao ver o set recriado, nas leituras de roteiro, ou quando eles finalmente sentam no café para uma conversa descontraída. Era exatamente a reunião de Monica, Rachel, Phoebe, Chandler, Joey e Ross que queríamos, e vê-los tantos anos depois no mesmo sofá é certamente tocante. É neste instante também que Friends: The Reunion toca em seu único tema delicado e pessoal, e o faz de modo sutil. 

Visivelmente menos animado que os seus colegas de elenco, Matthew Perry é o integrante mais calado durante a reunião, e seu visual nos teasers já havia alarmado os fãs em relação à sua saúde. Mas Friends nunca foi uma produção que sabe encarar seus problemas de frente, e assim como a reunião não toca em nenhum assunto polêmico (como a falta de representatividade ou gordofobia na série), ela lida com a questão de modo tangencial. É quando o ator compartilha a ansiedade que sentia ao fazer cada uma de suas piadas nas gravações que Perry e o especial conseguem se abrir, mesmo que por alguns segundos. “Não era saudável”, relembra o ator.  O momento é um relance de vida real que, apesar de indireto, entrega peso para o especial. 

Apesar da inibição persistente de Perry, o elenco de Friends sabe muito bem o que faz, e mostra perspicácia em criar momentos irresistíveis, como quando se reúne em um jogo de perguntas e respostas que faz referência a um dos melhores episódios da série. Nas leituras de roteiro e até na entrevista conduzida por Corden, todos os atores se mostram afiados e muito confortáveis com o que o fã quer ver, o que traduz até certa rigidez. Fugindo deste aspecto, os destaques do elenco são Kudrow, LeBlanc e Schwimmer, mais distantes do estrelato e por isso claramente mais confortáveis. 

Com sua longa duração - que supera o marco de duas horas -, o especial tem seus altos e baixos, mas nunca decepciona quem esperou tanto tempo por aquele momento. Precisávamos de Corden entre eles? Não. Precisávamos de segmentos dedicados a David Beckham e Kit Harington? Não. Mas entre retrospectivas e declarações, o fã carente passa a duração de Friends: The Reunion entre risos e lágrimas, testemunhando bastidores e erros de gravação inéditos até para quem já maratonou absolutamente todos os extras de DVDs. Mesmo com seus mil desvios, o especial serviu como um carinho para relembrar o público que sim, eles estarão sempre aqui para nós. 

A reunião de Friends será disponibilizada na íntegra e com legendas no novo serviço de streaming da Warner, HBO Max, a partir de seu lançamento no Brasil, em 29 de junho.

Friends: The Reunion
Friends: The Reunion
Friends: The Reunion
Friends: The Reunion

Direção: Ben Winston

Elenco: Jennifer Aniston, David Schwimmer, Matthew Perry, Lisa Kudrow, Matt LeBlanc, Courteney Cox

Nota do Crítico
Ótimo

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.