Globoplay libera séries e filmes gratuitamente por 30 dias por causa do COVID-19

Créditos da imagem: Globoplay/Divulgação

Filmes

Notícia

Globoplay libera séries e filmes gratuitamente por 30 dias por causa do COVID-19

Filmes do Marvel Studios e da Disney estarão disponíveis para não assinantes

Nicolaos Garófalo
18.03.2020
19h53
Atualizada em
24.03.2020
10h12
Atualizada em 24.03.2020 às 10h12

Com a pandemia do coronavírus levando diversas pessoas a ficarem em casa em quarentena, algumas empresas têm promovido lançamentos e promoções para incentivar que o público se mantenha seguro do contágio da doença. O Globoplay, por exemplo, liberou diversos títulos de seu catálogo por 30 dias, ajudando as pessoas a passarem o tempo.

Entre os blockbusters destacados pelo streaming estão títulos produzidos pelo Marvel Studios e pela Disney, como Thor: O Mundo Sombrio, Capitão América: O Soldado Invernal, Malévola, Cinderela, Os Incríveis e Mulan. Ao todo, 20 filmes da Mickey estarão disponíveis para não-assinantes já a partir desta quarta-feira (18).

Entre os títulos infantis, Go Jetters, Detetives do Prédio Azul e Escola de Gênios também foram disponibilizados, ao lado de outras 30 séries voltadas para as crianças. Entre os programas disponibilizados para adolescentes e adultos estão as temporadas completas de Malhação, Shippados, Clique, Gap Year e Millenial Mafia.

Efeito Coronavírus na cultura pop

O COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como 007 - Sem Tempo Para MorrerVelozes e Furiosos 9Um Lugar Silencioso 2MulanNovos Mutantes entre outros, tiveram suas estreias adiadas por causa da pandemia. Entre 13 e 15 de março, os Estados Unidos registraram sua pior arrecadação em 20 anos nas bilheterias.