Itaú Cinemas/Divulgação

Créditos da imagem: Itaú Cinemas/Divulgação

Filmes

Notícia

Governo de SP recomenda fechamento de shoppings e cinemas

Medida visa diminuir o avanço do coronavírus

Arthur Eloi
18.03.2020
12h55
Atualizada em
24.03.2020
10h13
Atualizada em 24.03.2020 às 10h13

Por conta do coronavírus, o governador João Dória recomendou o fechamento de shoppings e academias na Capital e Região Metropolitana de São Paulo. A meta do governo é que os estabelecimentos fechem a partir de 23 de março e se mantenham assim até 30 de abril. A medida não se aplica aos shopping centers do interior e do litoral.

No entanto, como o governo fez uma recomendação e não uma determinação, ainda não se sabe ao certo se todos os centros de compra vão realmente fechar, incluindo os complexos de cinema destes locais. Os detalhes da medida serão publicados no Diário Oficial do Estado de amanhã (19) e, segundo o site do governo do estado, a partir de então "os grupos proprietários de shoppings e academias poderão discutir com lojistas e franqueados as formas mais adequadas para que o atendimento ao público seja interrompido".

Fora do shopping a situação é parecida: cinemas de rua de São Paulo, como o Petra Belas Artes e o Espaço Itaú, também serão interditados.

[Atualização 19/03] Em comunicado oficial, a Cinépolis anunciou o fechamento provisório de todas as suas salas de cinema em território nacional a partir de hoje (19). A empresa não informou uma previsão de volta às atividades, mas reafirmou seu "compromisso de retomar as sessões de exibição no menor tempo possível". [Fim da atualização].

[Atualização 19/03] Seguindo o mesmo padrão, a Cinemark anunciou o fechamento temporário de todos os seus cinemas no Brasil. A empresa ressalta que o quadro está mudando rapidamente e espera reabrir os cinemas em breve. [Fim da atualização].

[Atualização 19/03] A Rede Cinesystem também anunciou o fechamento de todos os seus cinemas no Brasil. [Fim da atualização].

[Atualização 19/03] A UCI Cinemas anunciou a paralisação de todas as suas atividades, com o compromisso de retornar o mais breve possível. [Fim da atualização].

Efeito Coronavírus na cultura pop

O COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como 007 - Sem Tempo Para Morrer, Velozes e Furiosos 9, Um Lugar Silencioso 2, Mulan, Novos Mutantes entre outros, tiveram suas estreias adiadas por causa da pandemia. Entre 13 e 15 de março, os Estados Unidos registraram sua pior arrecadação em 20 anos nas bilheterias.