Carnival Row tem gravações suspensas por causa do coronavírus

Créditos da imagem: Carnival Row/Prime Video/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Carnival Row tem gravações suspensas por causa do coronavírus

Orlando Bloom deu a notícia aos fãs

Pablo Raphael
12.03.2020
14h32
Atualizada em
24.03.2020
11h59
Atualizada em 24.03.2020 às 11h59

O ator Orlando Bloom informou através de um vídeo no Instagram Stories que as gravações da segunda temporada de Carnival Row foram suspensas por causa do coronavírus (via CB). A produção acontece em Praga, capital da República Tcheca, mesma cidade em que O Falcão e o Soldado Invernal estava em produção - a série da Marvel também teve a gravação suspensa.

"É um até logo nosso que voltamos para casa para ficar em quarentena, mas nós estamos voltando para casa nos Estados Unidos. pelo menos eu estou voltando para os EUA antes da quarentena. Fiquem seguros, façam auto-quarentena. Tudo parece muito louco, toda essa coisa do corona, mas façam a coisa certa por vocês e por suas famílias e fiquem seguros. Em poucas semanas, nós vamos vencer esse garoto malvado", disse o ator.

Carnival Row se passa em um mundo de fantasia Vitoriana repleto de criaturas mitológicas imigrantes, cujas terras exóticas foram invadidas por impérios do homem. Proibida de viver, amar e voar com liberdade, essa crescente população luta para coexistir com os seres humanos.

Mas mesmo na escuridão, a esperança sobrevive, quando um detetive humano, Rycroft Philostrate (Orlando Bloom), e uma fada refugiada chamada Vignette Stonemoss (Cara Delevingne), reacedem uma relação amorosa, perigosa, apesar de uma sociedade cada vez mais intolerante. Vignette guarda um segredo que coloca o mundo de Philo em perigo durante seu caso mais importante até então: uma série de assassinatos horríveis que ameaça a paz inquieta de Row.

A primeira temporada de Carnival Row está disponível na Amazon Prime Vídeo.

Efeito Coronavírus na cultura pop

COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como Pedro Coelho 2, 007 - Sem Tempo Para Morrer Um Lugar Silencioso - Parte II tiveram suas estreias adiadas por causa do surto.