Velho Logan, Justiceiro e mais: 5 HQs para ler após assistir Rambo: Até o Fim

Créditos da imagem: Divulgação/Marvel;Divulgação/Lionsgate;Divulgação/Marvel

HQ/Livros

Lista

Velho Logan, Justiceiro e mais: 5 HQs para ler após assistir Rambo: Até o Fim

Quinto filme da franquia chegou aos cinemas nesta quinta (20)

Gabriel Avila
20.09.2019
19h25

Grande expoente dos brucutus nos cinemas, John Rambo está de volta às telonas em Rambo: Até o Fim. O quinto filme da franquia traz frescor à franquia, já que o veterano vivido por Sylvester Stallone deixa as selvas e parte em uma jornada de vingança pelo México, criando uma dinâmica inédita para John. Porém, os fãs da série não ficarão decepcionados, já que os pontos fortes da jornada estão de volta, com destaque para a ação desenfreada. Aproveitando o clima, reunimos abaixo 5 HQs com temáticas parecidas para ler após ver o filme:

Wolverine - O Velho Logan

Divulgação/Marvel

O John Rambo de Até o Fim tem muito em comum com o Wolverine de O Velho Logan. Na HQ de Mark Millar e Steven McNiven, os vilões se organizam e promovem um verdadeiro massacre, liquidando a maior parte dos super-heróis. Como Logan não morre graças à seu avançado fator de cura, seus arqui-inimigos encontraram uma forma mais criativa - e cruel - de garantir que o mutante não utilizaria suas garras nunca mais. O plano funciona e o antigo Arma X decide se isolar, vivendo em paz com sua família. Em seu 5º filme, Rambo toma um rumo parecido, procurando sossego em seu rancho no Arizona. Entretanto, o destino parece ter gosto por tirar a paz de “máquinas de matar” aposentadas.

Após o sequestro de Gabrielle (Yvette Monreal), a única pessoa com quem conseguiu estabelecer um vínculo após todos esses anos, John Rambo embarca em uma missão para libertar a garota fazendo com que seus agressores paguem da maneira mais violenta possível, algo que acontece também com Wolverine, que decide ir atrás dos vilões que comandam o mundo após sofrer baixas irreversíveis. No Brasil, a HQ foi publicada em encadernados tanto pela Editora Panini quanto pela Salvat.

Justiceiro - Nascido para Matar

Divulgação/Marvel

A jornada do personagem vivido por Stallone se iniciou em 1982 no filme Rambo: Programado para Matar, que mostrava John Rambo, um veterano do Vietnã retornando para casa após viver horrores no campo de batalha. Ele volta para sua terra natal, onde é hostilizado pela péssima repercussão do combate, sendo chamado de “assassino de bebês”. Um dos mais críticos momentos da história dos EUA, esse conflito armado é também o ponto de partida de um dos mais celebrados vigilantes do Universo Marvel: o Justiceiro.

Frank Castle sempre foi descrito como um veterano da Guerra do Vietnã, mas seu passado foi pouco abordado até 2004, quando o roteirista Garth Ennis resolveu investigar o quanto os traumas causados pelo combate influenciaram em sua atividade como vigilante. Publicada pelo selo Max, utilizado pela Marvel para lançar quadrinhos adultos, a HQ Nascido para Matar mostra a última campanha liderada pelo então Capitão Castle. Além de toda a tensão de uma história de guerra, o enredo mostra que apesar de toda a matança e violência, ele gostava do campo de batalha, como se toda a selvageria a seu redor fizesse sua vida fazer sentido. Essa temática é repetida através dos cinco filmes da franquia Rambo e se potencializa no último filme, com John relembrando de seus dias no exército com uma certa saudade. No Brasil, a HQ foi publicada no encadernado No Princípio pela Editora Panini.

Justiceiro - Os Escravistas

Divulgação/Marvel

Em Rambo: Até o Fim, John volta ao combate após Gabrielle, uma amiga da família, é sequestrada por um cartel mexicano que pretende vender a garota como escrava sexual. Durante sua fase à frente da HQ do Justiceiro, Garth Ennis colocou o vigilante diante do mesmo problema na história Os Escravistas. Na trama, Frank Castle acidentalmente conhece Viorica, uma garota que foi levada da Moldávia por traficantes sexuais para os EUA. Comovido e irado com sua história, o Justiceiro parte em uma violenta cruzada para desmantelar a organização que escraviza mulheres no Leste Europeu e leva até sua cidade.

Conhecida como uma das mais pesadas histórias do personagem, Os Escravistas, assim como o novo Rambo, se torna uma experiência interessante ao mostrar o herói devolvendo a violência a criminosos cruéis em uma espécie de ajustes de contas. Porém, o quadrinho se distancia do filme ao fazê-lo com profundidade. Se o novo Rambo cria caricatos inimigos em uma nação vizinha, Justiceiro coloca o dedo na ferida ao denunciar as principais causas dessa atividade no mundo real, que só é possível graças à corrupção e negligência por parte das autoridades. No Brasil, a HQ foi publicada no encadernado Mãe Rússia pela Editora Panini.

Exterminador (Renascimento DC)

Divulgação/DC Comics

O ponto alto de Rambo: Até o Fim é a ação. A jornada para recuperar Gabrielle é conduzida através de muita porrada, tiros e até armadilhas colocadas de forma criativa. Levando em consideração os muitos fãs de ação, a DC Comics lançou em 2016, durante a fase Renascimento DC, uma nova HQ para um de seus maiores vilões: o Exterminador. Porém, conscientes de que uma obra cujo único atrativo é a porradaria poderia não vender muito bem, a editora convidou o roteirista Christopher Priest, autor de uma das mais aclamadas fases do Pantera Negra na Marvel, para escrever as novas histórias de Slade Wilson.

As HQs revisitam o passado de Exterminador, mostram missões que beiram o absurdo, como assassinar um ditador genocida, e é claro o coloca contra grandes nomes do Universo DC, como Batman e Superman. A parceria deu tão certo, que a publicação foi indicada ao Eisner Awards, o Oscar dos quadrinhos. No Brasil, as HQs do personagem são publicadas pela Editora Panini.

Escalpo

Divulgação/Vertigo Comics

Em 2007, a Vertigo iniciou a publicação de Escalpo, uma das mais celebradas HQs policiais dos últimos anos. Escrita por Jason Aaron, o quadrinho conta a história de Dash Cavalo Ruim, que retorna para a reserva indígena em que cresceu para derrubar Lincoln Corvo Vermelho, líder do crime no local. Ambientada nos desertos da Dakota do Sul, a HQ tem uma atmosfera áspera e soturna criada pela arte de R. M. Guéra, que traduz através dos cenários o clima da história, que é tensa e carregada de reviravoltas. Esse clima árido e hostil é aproveitado também em Rambo: Até o Fim, cujos principais cenários - Arizona e México - criam uma ambientação diferente do resto da franquia, que se passa majoritariamente em florestas. No Brasil, Escalpo é publicado pela Editora Panini.