Música

Lista

Homem-Aranha: a história e as versões do tema clássico do herói

Música da animação dos anos 60 continua presente nos filmes do teioso

Julia Sabbaga
15.01.2019
14h10
Atualizada em
15.01.2019
14h38
Atualizada em 15.01.2019 às 14h38

Com o lançamento do primeiro trailer de Homem-Aranha: Longe de Casa (veja aqui), mais uma vez o público ouviu o clássico tema do herói, na sua versão adaptada por Michael Giacchino. A tradicional música associada ao teioso, aquela famíliar “Spider-Man, Spider-Man, does whatever a spider can”, foi composta em 1967, para a animação original do herói, mas foi usada em quase todas as adaptações de suas histórias para às telas.

O tema foi composto por Bob Harris, com letras de Paul Francis Webster, letrista indicado ao Oscar 16 vezes, e vencedor de três, pelas músicas "Secret Love" (1953), "Love is a Many-Splendored Thing" (1955) e "The Shadow of Your Smile" (1965). A faixa foi gravada em Toronto por mais 12 vocalistas, criando um coro formado por integrantes de grupos distintos. A melodia, que remete ao jazz, até criou boatos de que Charles Mingus estaria tocando o baixo, mas a especulação surgiu apenas pela semelhança da faixa com “Boogie Stop Shuffle”, do álbum de 59 do músico. 

Desde então, a faixa se tornou até mais conhecida do que a animação do herói, e gerou covers de artistas de gêneros totalmente distintos, desde Ramones a Michael Bublé. Ainda, diversos filmes, animações, e anos depois, a faixa ainda é frequentemente ouvida durante as histórias do homem-aranha nas telas. Confira abaixo:

Spider-Man-The Animated Series

A animação do Homem-Aranha de 1994 ganhou uma versão bem peculiar do tema, performada por Joe Perry, do Aerosmith. Não apenas o guitarrista criou uma letra alternativa, focando na radioatividade, como recheou a faixa de efeitos eletrônicos e riffs de guitarra. 

Homem-Aranha (2002)

O primeiro filme de Sam Raimi para o homem-aranha trouxe apenas um trechinho da faixa cantada, com letra alternativa, por um músico no metrô, no meio do filme. No entanto, a música original da animação pode ser ouvida nos créditos, e uma versão do Aerosmith também foi inserida no álbum da trilha sonora do filme. 

Homem-Aranha 2 (2004)

Na sequência, quem toca a faixa no meio do filme é uma artista de rua (interpretada por Elyse Dinh), que faz uma adorável performance desafinada do tema. Ainda, nos créditos, a versão original da animação também pode ser ouvida. 

Homem-Aranha 2 (2006)

Ainda no segundo filme de Raimi, durante os créditos, uma versão inusitada, em estilo jazz e swing, é ouvida na voz de Michael Bublé. Infelizmente, a faixa não foi incluída na trilha sonora do filme. 

Homem-Aranha 3 (2007)

No terceiro filme de Sam Raimi, o tema é tocado por toda uma orquestra, no momento em que a cidade faz uma celebração ao herói, e pouco antes da luta do Homem-Aranha contra o Homem-Areia. 

O Espetacular Homem-Aranha 2

O primeiro filme de Marc Webb foi a primeira vez que não houve referência ao tema em um filme do teioso. A sequência, no entanto, fez uma bela homenagem em uma cena em que o celular de Peter toca, no meio de uma luta. O toque de celular do herói é a melodia do seu tema. 

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, a trilha sonora de Michael Giacchino assumiu o tema de vez e incorporou a melodia nas composições, não só na íntegra como em diversas pequenas referências. Mas a melhor introdução à música chega logo no início, quando o tema original toca quase na íntegra embalando o logo da Marvel. 

Homem-Aranha: De Volta ao Lar e Homem-Aranha: Longe de Casa

Michael Giacchino temperou a trilha sonora de Homem-Aranha: De Volta ao Lar com diversas referências ao tema original. Agora, de volta às composições na sequência, uma versão sua também já pode ser ouvida no trailer de Homem-Aranha: Longe de Casa