O Espetacular Homem-Aranha/A Filha Perdida

Créditos da imagem: Marvel Comics/Netflix/Divulgação

Filmes

Notícia

Quem é a Madame Teia e como ela pode se encaixar nos filmes do Homem-Aranha

Dakota Johnson negocia para viver a vidente nos cinemas

Nico Garófalo
04.02.2022, às 16H38

A Madame Teia está prestes a ganhar uma adaptação cinematográfica produzida pela Sony e, muito provavelmente, estrelada por Dakota Johnson, de A Filha Perdida, que estaria negociando para viver a vidente que serve quase como uma guia espiritual para o Homem-Aranha. Mas quem exatamente é a tal madame?

A primeira personagem a usar o nome foi Cassandra Webb, uma senhora cega que sofria também de uma doença neurológica chamada myasthenia gravis, que, embora a prendesse a um equipamento de suporte à vida, lhe proporcionava poderes psíquicos e de clarividência (ver o futuro). Criada por Dennis O'Neil e John Romita Jr. em 1980, ela cruzou o caminho do Amigão da Vizinhança pela primeira vez ao ajudá-lo a localizar os responsáveis por uma tentativa de assassinato. Graças aos seus poderes, ela foi capaz de descobrir a identidade verdadeira de Peter, que ela nunca revelou para ninguém. Ao longo dos anos, ela auxiliou o Aranha em conflitos contra o Duende Macabro, Stegron, Doutor Octopus e a terceira Mulher-Aranha, sua neta Charlotte Witter.

Sua morte aconteceu em 2010, durante o arco Caçada Sinistra, quando a família de Kraven, o Caçador começou a raptar pessoas-aranha com objetivo de sacrificá-las em um ritual que ressuscitaria o vilão russo. Durante o evento, ela presenciou as mortes de Mattie Franklin, a quarta Mulher-Aranha, e Kaine, um dos clones do Homem-Aranha, cuja morte levou ao retorno de Kraven. Quando o ritual foi completado, a esposa do caçador cortou a garganta da Madame Teia, que usou seu último suspiro para passar seus poderes - e manto - para Julia Carpenter.

A segunda Madame Teia

Criada por Jim Shooter e Mike Zeck, Julia apareceu nas Guerras Secretas originais, já como a segunda Mulher-Aranha (sim, existiram muitas). Ela adquiriu seus poderes quando, ainda na faculdade, foi submetida involuntariamente a um experimento comandado pela Comissão, que buscava criar o próprio Homem-Aranha. Ela então começou a trabalhar como heroína, o que eventualmente a levou a se unir aos Vingadores da Costa Oeste.

Ao longo dos anos, ela já trabalhou com o Homem-Aranha, Homem de Ferro, a Força Tarefa e a Tropa Ômega. Ela chegou a se aposentar da vida de herói para cuidar da filha, Rachel, e até teve os poderes removidos por Witter. Ao recuperá-los, assumiu o título de Aracne e atuou na primeira Guerra Civil dos super-heróis, infiltrando-se na equipe de Tony Stark para alertar super-humanos fugitivos que o governo estava prestes a prendê-los.

Depois de um tempo com o supergrupo canadense Tropa Ômega, ela retornou aos Estados Unidos, onde, durante a Caçada Sinistra, se tornou a nova Madame Teia, como já foi mencionado acima. Por causa dos novos poderes, ela perde a visão, mas se torna capaz de ver o futuro, criar projeções astrais e teletransporte. Ela também acaba conectada à Teia da Vida e do Destino, que a liga a todas as pessoas-aranha do Multiverso.

Mais recentemente, ela convocou Jessica Drew/Mulher-Aranha, Cindy Moon/Teia de Seda, Miles Morales/Homem-Aranha, Gwen Stacy/Aranha-Fantasma e Anya Corazon/Garota-Aranha para impedir que Peter fosse manipulado pelo demônio Kindred para matar Norman Osborn/Duende Verde.

Nos cinemas

Considerando a diferença de idade das versões da Madame Teia, é mais provável que Dakota Johnson interprete Julia, recebendo e aprendendo a lidar com seus poderes e, como é de praxe em histórias relacionadas ao Homem-Aranha, as responsabilidades que vêm com eles. E, considerando os acontecimentos de Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa, não se pode descartar a possibilidade de ela se tornar a chave que conectará de vez o universo do Teioso produzido pela Sony ao MCU, caso o Peter de Tom Holland realmente retorne para uma nova trilogia. Ao mesmo tempo, ela pode se tornar a grande conexão entre os outros filmes da franquia, que inclui ainda Venom e Morbius.

Caso possa fazer pontas no MCU, a Madame Teia de Johnson pode também abrir caminho para as eventuais chegadas de Miles Morales e Teia de Seda, personagens que, apesar de serem adições recentes ao cânone da Marvel, já têm uma base de fãs bem sólida e que adoraria ver algum dos dois em live-action. Ao mesmo tempo, a chegada da vidente-aranha aos cinemas também abre as portas para unir todas as produções deste universo que a Sony tem em andamento no momento, incluindo Homem-Aranha no Aranhaverso - o que com certeza levaria os fãs do Aranha à loucura.

Ainda sem data de estreia definida, Madame Teia terá roteiro de Matt Sazama e Burk Sharpless (Morbius). Nenhum diretor foi atrelado ao projeto até o momento.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.