Teyonah Parris em WandaVision

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Séries e TV

Notícia

WandaVision | Teyonah Parris fala sobre assumir o papel de Monica Rambeau

Atriz se disse honrada por trazer heroína à vida na série

Nicolaos Garófalo
11.11.2020
19h50

Primeira mulher a usar o manto de Capitã Marvel nos quadrinhos, Monica Rambeau enfim terá o destaque que merece no MCU. Vivida por Teyonah Parris, a heroína retornará à franquia em WandaVision, nova série da Disney+. Em entrevista à EW, a atriz afirmou que viver a personagem a fez se sentir “especial e honrada”.

Espero que interpretar essa personagem dê a um grupo pouco representado a chance de se verem [na tela] e ver meu rosto e corpo negros ajude-os a se engajar com as mulheres negras e nossa humanidade”, disse Parris.

Sobre as gravações, a atriz pode ter revelado que a personagem pode mostrar seus poderes já nesta primeira temporada da série. Segundo Parris, havia momentos em que ela estava “pendurada a seis metros no ar”, indicando que teria filmado cenas de voo. Por outro lado, ela poderia muito bem estar falando apenas de uma das cenas de ação mostradas no trailer da série.

Nos quadrinhos, Monica Rambeau apareceu pela primeira vez em 1982 e foi a primeira substituta do Capitão Mar-Vell. Ao longo dos anos, ela já atuou com diversos outros codinomes e hoje defende o mundo como Espectro. No MCU, ela apareceu pela primeira vez como uma em Capitã Marvel, vivida por Akira Akbar.

Segundo a EWWandavision será lançada durante o inverno, isto é, entre dezembro e março de 2021, mas a série segue sem data de estreia anunciada até o momento. A previsão ainda parecia ser 2020, algo que foi frisado pelo streaming em campanhas de marketing, e também por um produtor que, recentemente, reafirmou que o lançamento aconteceria em dezembro. No Twitter, um usuário da Costa Rica entrou em contato com o suporte do Disney+ para questionar sobre data de conteúdos futuros, e recebeu a resposta de que o seriado da Marvel chegaria ao catálogo apenas em janeiro de 2021.

Ainda não há confirmação oficial pela Disney. Também é preciso levar em conta a possibilidade de que, caso as informações sejam reais, se trate de uma janela de lançamento diferente para a América Latina, com os EUA recebendo o programa ainda em 2020.

Não há detalhes sobre a história de WandaVision, mas a trama parece ser inspirada no arco dos quadrinhos Dinastia M, em que a Feiticeira Escarlate cria realidades paralelas "perfeitas" para ela e outros membros dos Vingadores. Por enquanto a única certeza é que a série terá ligação direta com Doctor Strange in the Multiverse Madness, novo filme do Doutor Estranho, atualmente com lançamento marcado para 25 de março de 2022.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.