O que podemos esperar de WandaVision

Créditos da imagem: Vingadores: Guerra Infinita/Marvel Studios/Reprodução

Séries e TV

Notícia

O que podemos esperar de WandaVision

Série promete ser uma mistura entre aventura Marvel e sitcom de época

Mariana Canhisares
01.09.2019
16h36

Desde que foram divulgadas as primeiras informações de WandaVision, sabia-se que a série usaria a estética dos anos 1950 para retratar o relacionamento entre Feiticeira Escarlate e Visão. Porém, como esses dois elementos se combinariam no contexto do universo Marvel parecia não fazer muito sentido, sobretudo considerando que a morte do personagem de Paul Bettany não foi revertida em Vingadores: Ultimato. Felizmente, a D23 Expo trouxe informações valiosas sobre o tom e o que pode estar em jogo neste seriado.

Durante o painel focado nas produções do Disney+, o presidente do Marvel Studios Kevin Feige apresentou uma espécie de teaser da série. Embora não tivesse cenas reais de WandaVision - afinal, as filmagens sequer começaram -, a prévia deu a entender que o relacionamento dos heróis passará por um desgaste severo ao longo de seis episódios.

Usando momentos do The Dick Van Dyke Show, uma das grandes inspirações para a produção, o vídeo intercala imagens de uma esposa devota ao seu marido com trechos dos filmes da Marvel em que os heróis aparecem apaixonados. Aos poucos, a prévia vai ficando tensa. Assim, marido e mulher do sitcom começam a se desentender e Wanda, por sua vez, aparece ora triste, ora usando seus poderes com convicção.

The Dick Van Dyke Show/CBS/Reprodução

Embora pareça mais confusa do que esclarecedora, a prévia parece indicar mais uma vez o interesse da Marvel em adaptar a Dinastia M. Assim como na minissérie publicada em 2005, o seriado deve retratar uma Feiticeira Escarlate incapaz de lidar com os traumas da sua vida - nas HQs, a perda dos filhos; no MCU, a morte do Visão e talvez também a do irmão, Mercúrio.

Como solução, a heroína usa seus poderes para criar realidades paralelas “perfeitas” para ela e os Vingadores. No caso específico dela, isso deve envolver o casamento estável com o androide que os dois tanto sonharam em Vingadores: Guerra Infinita - e existe estabilidade maior do que na família americana dos anos 1950? Porém, para seu azar, seus colegas de equipe percebem que há algo de errado e a vida idílica de Wanda começa a desmoronar.

OS COADJUVANTES DESSA HISTÓRIA

Uma das pessoas que deve notar as anomalias destas novas realidades é Darcy, a personagem de Kat Dennings nos primeiros filmes do Thor e que fará seu retorno ao universo Marvel nesta série. Perspicaz, a jovem sempre foi capaz de identificar inconsistências que nem mesmo Jane Foster e Erik Selvig conseguiam ver com sua bagagem científica. Além disso, em O Mundo Sombrio, a estudante teve uma alguma experiência com manipulações da realidade na batalha contra Malekith e os elfos negros. Logo, ela entende em alguma medida do assunto e, durante o período que ficou afastada do MCU, pode até ter continuado a estudar os pormenores da realidade.

Já a confirmação do retorno de Randall Park, o agente Jimmy Woo de Homem-Formiga e a Vespa, pode indicar o desenvolvimento das turbulências criadas pela Feiticeira Escarlate do ponto de vista criminal. O agente do FBI pode tanto ser o responsável por investigar as anomalias, como ser quem punirá a heroína.

Há de se notar, porém, que os eventos de WandaVision trarão consequências a Doctor Strange in the Multiverse Madness, ou seja, talvez nem Darcy, nem Woo possam realmente impedir o surto da heroína.

A atriz Kathryn Hahn, por fim, será apresentada como uma personagem inédita, descrita apenas como uma “vizinha intrometida”. Deste modo, especula-se que ela deva compor o lado mais anos 1950 da trama do que propriamente as confusões do universo Marvel, agindo como uma espécie de confidente da Wanda ou mesmo um alívio cômico. No entanto, com a produção envolta em tantos mistérios, é difícil saber com certeza.

Fato é que WandaVision será uma mistura de aventura tradicional da Marvel com uma sitcom familiar de época, um projeto ousado do Marvel Studios que parece fugir da fórmula que consagrou seu universo compartilhado. A fase 4 promete recomeços para o estúdio e, felizmente, a Feiticeira Escarlate e o falecido Visão farão parte deles.