Filmes

Entrevista

Como O Pintassilgo transformou atores diferentes nos mesmos personagens

Conversamos com o elenco da adaptação da premiada obra de Donna Tartt

A cozinha
20.10.2019
10h15
Atualizada em
21.10.2019
16h45
Atualizada em 21.10.2019 às 16h45

O Pintassilgo, adaptação cinematográfica do livro vencedor do Prêmio Pulitzer de 2014 escrito por Donna Tartt, está prestes a chegar aos cinemas! Durante o Festival Internacional de Toronto 2019, sentamos para conversar com o elenco e o diretor John Crowley sobre o processo de levar a trama para as telas.

Ashleigh Cummings, que interpreta a versão adulta de Pippa no longa, começa falando sobre viver uma personagem cujo passado é interpretado por outra atriz. “Foi muito interessante na verdade, porque nós não fizemos nenhuma preparação de personagem juntas”, disse sobre Aimee Laurence, que vive a jovem Pippa. “Eu passei o máximo de tempo que pude com ela porque eu a acho uma criança incrível!”.

Já o diretor John Crowley confirma que deixar os atores separados foi parte do seu plano: “Bom, eu nunca os deixei cientes que teria uma outra versão deles mesmos. E eu não os incentivei a conversar entre si e eu também não mostrei as interpretações de cada um deles. Para mim, a coisa mais importante era a verdade de cada idade, e era isso que queríamos mostrar na tela, que era o dilema emocional que eles estavam vivendo.

Enquanto Oakes Fegley apenas teve de usar lentes de contato para se parecer com um jovem Ansel Elgort, Aneurin Barnard e Finn Wolfhard precisaram de ajuda externa para soar que Boris. “Tivemos preparações separadamente para o papel, a única coisa que nos conectava era nosso consultor de dialeto, obviamente porque Boris não soa nada que nem eu, ou que nem o Finn. Então esse foi o trabalho que nos aproximou.

Por fim, a dupla Luke Wilson e Sarah Paulson - que interpretam o pai e madrasta do protagonista Theo Decker - falam sobre como é rodar cenas pesadas com um ator tão jovem. “A gente tinha que ficar relembrando que ele era uma criança porque ele era tão profundo, profissional, quieto e bem preparado”, disse sobre Oakes Fegley. “Ele não teve dificuldade nenhuma com as cenas.

O restante você confere na entrevista acima! A estreia de O Pintassilgo está marcada para 24 de outubro nos cinemas.