Liu Yifei como Mulan no filme de 2020

Créditos da imagem: Mulan (2020)/Disney/Divulgação

Filmes

Notícia

Bilheteria de Mulan decepciona em estreia na China

Mesmo direcionado ao público chinês, filme da Disney não chamou a atenção por lá

Arthur Eloi
14.09.2020
11h16
Atualizada em
14.09.2020
11h16
Atualizada em 14.09.2020 às 11h16

Apesar de Mulan ter sido lançado diretamente no Disney+ em grande parte do mundo, alguns países da Ásia ainda receberam estreias no cinema. A China, principal mercado do estúdio para o título, foi um deles - mas o filme não está se saindo bem por lá.

O live-action abriu com US$23,2 milhões de bilheteria no país. O filme não é a pior abertura do estúdio na China, já que supera Malévola: Dona do Mal (US$22,5 milhões) e Aladdin (US$18,6 milhões). Mesmo assim, é um valor decepcionante considerando o orçamento de US$200 milhões, e todo o foco que a Disney deu em transformar o longa atraente ao público chinês, como a escolha do elenco e equipe.

Como analisa o The Wrap, o resultado foi provocado pelo filme, e não pelo momento atual. Os cinemas na China funcionam apenas com 50% da capacidade total, mas isso não impediu o blockbuster chinês de guerra The Eight Hundred de embolsar US$387 milhões de bilheteria, entrando para o Top 10 de filmes mais rentáveis no país. Até mesmo Tenet, de Christopher Nolan, teve abertura melhor que Mulan por lá, levando US$30 milhões em seu primeiro fim de semana - saiba mais.

A análise do The Wrap explica um pouco das causas da decepção. Além do país não responder bem à filmes estrangeiros sobre a China, o lançamento de Mulan no Disney+ facilitou a pirataria por lá. O público que assistiu o longa nos torrents não gostou do que viu, especialmente graças às várias mudanças que a Disney fez no conto secular de Hua Mulan, amplamente conhecido por lá. Assim, quando o filme enfim chegou aos cinemas, veio acompanhado de recepção pública mediana. Por fim, o governo chinês teria proibido imprensa local de falar sobre o live-action - entenda.

Com tudo isso, Mulan está deixando a desejar nos cinemas chineses, e também não parece conquistar uma sólida bilheteria no mundo todo. Fique de olho no Omelete para mais notícias sobre o desempenho do filme nas telonas!

Mulan reconta a lenda chinesa homônima e traz a atriz Liu Yifei no papel principal. Donnie Yen vive o mentor Tung e Jet Li interpreta o Imperador. O longa está disponível no Disney+, que chega ao Brasil em 17 de novembro.