Filmes

Artigo

Como Coringa pode ganhar o Oscar

No OmeleTV, discutimos as chances do longa de Todd Phillips na Academia

A cozinha
15.10.2019
12h20
Atualizada em
15.10.2019
12h49
Atualizada em 15.10.2019 às 12h49

Dominando as bilheterias americanas pela segunda semana seguidaCoringa segue arrancando elogios de crítica e público, especialmente pela atuação de Joaquin Phoenix. E apesar de dividir opiniões, existem chances do longa na Academia em mais de uma categoria, podendo ser citado também por suas realizações em direção, fotografia, design de produção e quem sabe até o maior prêmio da noite. 

Na campanha oficial da Warner Bros., listada no site oficial, o estúdio seleciona para consideração a maioria das categorias existentes na premiação do Oscar, incluindo também categorias de outras premiações (como Melhor Elenco). No total, a Warner defende 17 indicações: Melhor Filme, Diretor, Roteiro Adaptado, Ator (Joaquin Phoenix), Ator Coadjuvante (Robert De Niro), Atriz Coadjuvante (Zazie Beetz e Frances Conroy), Elenco, Fotografia, Design de Produção, Edição, Figurino, Efeitos Visuais, Edição de Som, Mixagem de Som, Maquiagem e Cabelo, Trilha Sonora.

Enquanto Joaquin Phoenix rouba o holofote e carrega o longa, atores coadjuvantes de Coringa fazem um trabalho admirável, desde a Frances Conroy, que interpreta Penny, a Glenn Fleshler, que atua como Barry, que ficou de fora da campanha de consideração do estúdio. Mas pela criação de Gotham inspirada em Nova York e a fotografia em cenas memoráveis, como a cena da revolta do metrô, as chances estão mais apontadas para categorias técnicas. 

Coringa venceu o Leão de Ouro no Festival de Veneza, onde foi ovacionado por oito minutos, mas desde então, passou a dividir opiniões. Enquanto alguns focaram na suposta incitação de violência, outros criticaram o filme por sua mensagem política mista ou suas referências óbvias demais a Martin Scorsese

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o personagem é lembrado na premiação. Enquanto outros filmes de super-heróis dificilmente encontram espaço nas categorias principais, a atuação de Heath Ledger em Batman: O Cavaleiro das Trevas (2008) lhe rendeu um Oscar póstumo, já que o ator morreu em 22 de janeiro de 2008.