CCXP19 | Rafael Grampá revela detalhes de sua HQ do Batman com Frank Miller

Créditos da imagem: Divulgação/Ariel Martini

CCXP

Notícia

CCXP19 | Rafael Grampá revela detalhes de sua HQ do Batman com Frank Miller

Quadrinista revelou inspiração no Brasil e comentou polêmica com os protestos de Hong Kong

Gabriel Avila
06.12.2019
21h30
Atualizada em
06.12.2019
21h48
Atualizada em 06.12.2019 às 21h48

Rafael Grampá revelou novos detalhes de The Dark Knight Returns: The Golden Child, nova HQ do Batman criada em parceria com o Frank Miller, na CCXP19. Durante um painel em celebração aos 80 anos do Homem-Morcego com presença de grandes artistas como Neal Adams, Frank Quitely, Eduardo Risso, Mikel Janín e Rafael Albuquerque, o quadrinista brasileiro exaltou a emoção de participar da nova etapa da clássica saga O Cavaleiro das Trevas:

"Sou feliz de poder trabalhar a nova geração do Cavaleiro das Trevas. O Batman aceita qualquer versão, é mágico. Poucos personagens aceitam uma versão. Cada um aqui desenhou uma versão diferente e todos funcionam.”

Grampá brincou sobre estar treinado para conversar sobre o quadrinho sem spoilers e deixou claro que a história será focada na nova geração de heróis, com destaque para Jonathan e Lara, os filhos do Superman, e Carrie Kelly. Segundo o artista, a jornada da personagem parece planejada desde o quadrinho original. “Na original, parece que a história da Carrie, sobre ela se tornando Robin. Essa é sobre ela se tornando o Batwoman e assumindo o legado”. Ainda fazendo um comparativo entre os capítulos, ele afirmou que se a primeira é rock and roll e a segunda soa como música eletrônica, o novo capítulo “tem muito rock and roll”.

O quadrinho, que será publicado nos EUA em 11 de dezembro, se tornou o centro de uma grande polêmica no último mês. O perfil oficial da DC Comics divulgou uma imagem promocional do quadrinho, que mostra Batwoman atirando um coquetel molotov com os dizeres “The Future Is Young” (o futuro é jovem, em tradução livre). Em pouco tempo, surgiram comentários de apoio aos protestos em Hong Kong e a arte viralizou entre os protestantes, que acreditaram que a editora apagou a imagem por pressão do governo chinês. Embora a imagem tenha sido retirada oficialmente pela falta de título e nome dos artistas envolvidos, Grampá notou uma surpreendente semelhança com o processo de criação da história:

“Muito curioso, pois Frank e eu escolhemos temas que gostaríamos de falar por serem importantes agora, tentamos trazer algo real para nossa HQ. Isso que aconteceu é muito inesperado. Criamos algo baseado na realidade, e agora a realidade está usando nosso quadrinho.”

O quadrinista reafirmou o apoio a todos que lutam por liberdade e se disse ansioso para ver a reação do público ao ler a HQ, pois há uma reviravolta que de alguma forma se relaciona com o que está acontecendo no mundo real. Por fim, Rafael Grampá revelou que colocou muito da cidade de São Paulo na Gotham de Golden Child, com destaque para os prédios.

Rafael Grampá se juntará a Frank Miller em um painel especial sobre The Dark Knight Returns: The Golden Child às 11h do domingo no Auditório Cinemark XD.

A CCXP19 acontece de 5 a 8 de dezembro, no São Paulo Expo, com todos os ingressos esgotados. Acompanhe a cobertura do Omelete no site, Twitter, Facebook, Instagram e TikTok, além das lives no canal do YouTube.