Sem Tempo Para Morrer | Diretor queria que filme se passasse na mente de Bond

Créditos da imagem: Universal Pictures/Divulgação

Filmes

Notícia

Sem Tempo Para Morrer | Diretor queria que filme se passasse na mente de Bond

Cary Joji Fukunaga fez referência a final de Spectre para justificar possível trama

Nicolaos Garófalo
26.04.2020
10h38
Atualizada em
26.04.2020
11h02
Atualizada em 26.04.2020 às 11h02

Adiado de abril para novembro por causa da pandemia do coronavírus, 007: Sem Tempo Para Morrer mostrará a última aventura de Daniel Craig na pele do famoso agente secreto James Bond. Diretor do filme, Cary Joji Fukunaga revelou em uma entrevista que tinha uma ideia diferente para a trama: fazer com que a história se passasse quase toda na cabeça do protagonista.

Em um bate-papo com a diretora Miranda July (Eu, Você e Tos Nós) para a Interview Magazine, o cineasta lembrou que Bond tem uma agulha espetada em sua cabeça em 007 Contra Spectre (2015). Para o diretor, que também assina o roteiro, esse detalhe abre a possibilidade para que tudo o que houve depois, incluindo o confronto com Blofeld (Christoph Waltz) e sua fuga ao lado de Madeleine (Léa Seydoux).

Eu tinha essa ideia de que o filme se passaria no covil do vilão do filme anterior”, disse Fukunaga. “Tem uma cena em que uma agulha entra na cabeça de James Bond para fazer ele esquecer e ele escapa milagrosamente com um ‘relógio bomba’. E aí, ele e a personagem de Léa Seydoux explodem o lugar e salvam o dia. Eu pensei ‘e se tudo que acontecer até o final do segundo ato estiver na cabeça dele?’”.

Segundo a sinopse de Sem Tempo Para Morrer, James Bond (Daniel Craig) se aposentou da vida de agente, mas sua paz é interrompida quando seu velho amigo Felix Leiter (Jeffrey Wright), que trabalha na CIA, pede sua ajuda, o que coloca Bond na trilha de um novo vilão armado com uma perigosa tecnologia. Voltam ainda ao elenco Léa Seydoux como Madeleine, Ralph Fiennes como M e Ben Whishaw como Q.

A estreia do longa foi movida de 4 abril para 25 de novembropor causa da pandemia do novo coronavírus.