Séries e TV

Lista

The Walking Dead | O que esperar da trama no retorno da 8ª temporada

Série volta a ser exibida em 25 de fevereiro

Rafael Gonzaga
20.02.2018
19h30
Atualizada em
29.06.2018
02h48
Atualizada em 29.06.2018 às 02h48

A oitava temporada de The Walking Dead está prestes a voltar de um longo hiato, após deixar ganchos poderosos em seu midseason finale. Com Rick (Andrew Lincoln) e seus companheiros em apuros por conta de Negan (Jeffrey Dean Morgan) ter finalmente conseguido dar a volta por cima, a batalha conclusiva da Guerra Total parece cada vez mais próxima. Confira o que deverá acontecer, quem irá embora e que mudanças o público deverá ver na segunda metade do oitavo ano da série:

Despedida de Carl

Ainda que Robert Kirkman tenha dito coisas como "ele ainda não está morto, nunca se sabe", todos os indícios apontam para a despedida do filho de Rick - desde críticas da família de Chandler Riggs até declarações do próprio ator. Riggs deverá voltar apenas para o primeiro episódio, que mostrará a morte do rapaz - será, de longe, a despedida mais impactante da série, que já perdeu personagens importantes como Glenn, Shane e Lori. Isso deverá definir significativamente os rumos da série, não só por se afastar dos quadrinhos, mas pela sobrevivência de Carl ter sido a motivação de Rick até então.

Alexandria destruída

No midseason finale, os sobreviventes do grupo de Rick usaram a tubulação de esgoto para escapar do ataque dos Salvadores - enquanto isso, os vilões que haviam acabado de conseguir escapar do Santuário explodiram casas e incendiaram tudo o que foi possível. Nas fotos do próximo episódio, é possível ver Rick e Michonne com extintores de incêndio tentando salvar o que resta do lugar. Outras fotos mostram ainda o casal acompanhado de Carl, claramente debilitado, vendo o local em chamas. A segunda parte da temporada deverá mostrar o esforço coletivo para reconstruir o local.

Morgan irá para derivada

Atualmente, existem apenas cinco personagens que estão na série desde o primeiro ano: Rick, Daryl, Carl, Carol e Morgan. O número poderá cair para três ao fim da oitava temporada. Isso porque, além da morte do filho de Rick, Morgan já foi confirmado como o personagem central do crossover com a derivada Fear The Walking Dead. Portanto, tudo indica que, até o season finale, Morgan não estará mais com o grupo de Atlanta, passando a fazer parte dos sobreviventes da fronteira com o México - não se sabe, contudo, como isso será feito, já que as duas séries existem em linhas temporais diferentes.

Maggie também pode ir embora

Além do desvio significativo que a saída de Carl representa em relação aos quadrinhos, há outra possível despedida que pode afastar ainda mais a adaptação televisiva do original. Lauren Cohan, que vive a viúva Maggie, pode deixar a trama caso não consiga um acordo financeiro favorável com a AMC - a atriz está insatisfeita com seu salário, ainda mais quando comparado com o de atores como Andrew Lincoln e Norman Reedus, o Rick e o Daryl da série. Os agentes da atriz estariam em discussões para tentar melhorar o pagamento - saiba mais -, mas Cohan já foi até confirmada em um piloto.

Alcoolismo de Eugene

Mesmo enquanto viva sob tensão precisando administrar toda a mentira sobre a cura para garantir sua própria sobrevivência, Eugene nunca passou por tanta pressão psicológica quanto na primeira metade da oitava temporada. Vivendo entre os Salvadores, mas com peso na consciência pelos seus antigos companheiros de Alexandria, Eugene passou a precisar de álcool para dormir - ele já foi visto trocando serviços por garrafas de vinho, por exemplo. Não será a primeira vez que um personagem desenvolve dependência alcoólica na série: Bob Stookey já passou por problemas semelhantes.

As consequências para Dwight

Outro evento importante da batalha do último episódio do midseason finale foi a revelação de que Dwight funcionava como um espião infiltrado no covil dos Salvadores. Negan certamente descobrirá que o rapaz arrastou os ex-companheiros para uma emboscada, já que Laura conseguiu escapar com vida após um embate com Dwight. As coisas não estão muito boas para ele em nenhum dos dois times: ainda que ele esteja agindo em benefício do grupo de Rick, muitas pessoas - como Dary, por exemplo - não conseguiu perdoar as ações passadas do antigo rival.

Padre e médico em fuga

Após passar a primeira metade da temporada sofrendo de crises de consciência, Eugene finalmente tomou uma atitude realmente importante. No episódio do midseason finale, ele articula a fuga do padre Gabriel do Santuário para que ele possa levar o médico Harlan Carson de volta para Hilltop, permitindo que Maggie tenha o acompanhamento adequado durante sua gravidez. A fuga da dupla não foi mostrada ainda, logo, a nova temporada deverá acompanhar a perigosa jornada dos dois rumo à Hilltop - que pode terminar bem ou não, levando em conta não só Negan, mas o estado de saúde debilitado de Gabriel.

Resistência em Hilltop

Enquanto o Reino e Alexandria foram massacradas pelos Salvadores no último episódio exibido, Maggie tomou as rédeas da situação e declarou que Hilltop será o ponto de resistência contra o regime tirânico de Negan. Após sacrificar um dos prisioneiros com um tiro, a jovem se colocou no lugar de líder, optando por caminhos não tão confortáveis. Com certeza Negan e os demais irão atrás da comunidade liderada por ela em breve - será interessante ver o que a viúva de Glenn está planejando para encarar os vilões, já que deixou bem claro que não se entregará tão facilmente.