Michonne em The Walking Dead

Créditos da imagem: Divulgação/AMC

Séries e TV

Notícia

The Walking Dead | Danai Gurira comenta episódio final de Michonne

Atriz se despediu da série em “What We Become”, exibido no último domingo (22)

Gabriel Avila
23.03.2020
11h15

[Cuidado com spoilers!]

O último episódio de The Walking Dead marcou a despedida de Michonne, uma das mais queridas personagens da série. Exibido no último domingo (22), “What We Become” mostrou a guerreira partindo com Virgil (Kevin Carroll) para uma ilha em busca de armas para lutar contra os Sussurradores. Lá, ela descobre indícios de que Rick Grimes (Andrew Lincoln) poderia estar vivo e decide partir em busca de seu amado após conseguir falar com Judith (Cailey Fleming) e descobrir que a guerra contra os Sussurradores já havia chegado ao fim.

Levando conta que Rick deixou a série na 9ª temporada com retorno garantido para uma trilogia de filmes, a despedida de Michonne indica que ela poderá reencontrar seu amado nos cinemas. Em entrevista ao The Wrap, a atriz Danai Gurira fez mistério ao ser questionada sobre essa possibilidade:

“Veremos, mas esse é realmente um adeus em aberto. Ela sai em uma aventura. E sai com um plano de achar o homem que ela nunca teve muita certeza de que está morto. Então está definitivamente em aberto. Vamos ver onde ela chega”.

Segundo a atriz, Michonne acredita que o ex-xerife não está longe de seus entes queridos de propósito. “Ela pensa que não tem como o Rick que ela conhece, e ama, ficar longe esse tempo todo sem ser contra sua vontade”.

Outro ponto importante de “What We Become” foi uma sequência que mostra uma versão alternativa para a trajetória de Michonne. Após tomar um chá alucinógeno dado por Virgil, ela refaz sua jornada a partir do momento em que encontra Andrea (Laurie Holden), retomando sua aparição no seriado de uma forma completamente diferente. Ignorando o pedido de ajuda da futura amiga, a guerreira entra em uma jornada que a torna aliada de Negan (Jeffrey Dean Morgan) e seus Salvadores. Para Gurira, essa versão alternativa seria totalmente possível se não fosse um pequeno detalhe:

“Acho que há um componente nela, um lado que caso ela tivesse nutrido poderia ter absorvido ou afastado a parte dela que escolheu ajudar Andrea. Acho que muito dela, e mesmo a desconexão com quem ela era, estava em um volume muito alto quando ela viu Andrea prestes a morrer. Uma ansiedade real e o coração batendo mais forte, como se estivesse batendo forte dentro da couraça, fez com que ela escolhesse ajudar naquele momento. Mas se o volume estivesse um pouquinho mais baixo, ela poderia ter escolhido exatamente o que vimos. Para mim isso é assustador.”

Danai Gurira acredita ainda que a apatia certamente a levaria a se tornar aliada de alguém tão ruim quanto Negan:

“Como ser encontrada por Negan e se conectar a ele e sua filosofia. Se ela estivesse contente com a escolha de se afastar das pessoas necessitadas, isso poderia ter acontecido. Então é isso o que me arrepia nessa sequência. Não acho que seja impossível, é incrível a diferença que uma escolha pode fazer na jornada de alguém.”

No Brasil, The Walking Dead é transmitida aos domingos pelo canal pago Fox, às 22h10, e também pelo streaming Fox App.