Logo de The Walking Dead

Créditos da imagem: The Walking Dead/AMC/Divulgação

Séries e TV

Lista

The Walking Dead | Onde estão os ex-atores da série

Veja por onde anda quem não sobreviveu ao apocalipse zumbi

Arthur Eloi
19.03.2020
15h24

No ar há quase uma década e com mais de 140 episódios, The Walking Dead já teve uma enorme rotação em seu elenco. Ao longo dos anos, vários atores cresceram nos seus personagens e saíram da série. Será que eles encontraram sucesso fora do universo da AMC? Veja o que aconteceu com os atores que deixaram The Walking Dead!

Dale Horvath (Jeffrey DeMunn)

Dono de um trailer e carinhoso pela sobrevivência alheia, Dale foi a primeira morte de grande impacto da série, lá na segunda temporada. Após deixar o seriado, o ator Jeffrey DeMunn pegou alguns pequenos papéis em seriados como The Blacklist e Divorce. DeMunn manteve sua parceria com Frank Darabont, o criador da adaptação de TWD, e em 2013 foi estrelar seu próximo projeto, a minissérie Mob City, ao lado de Jon Bernthal (o Shane) e também nomes como Milo Ventimiglia e Neal McDonough. Desde 2016, o ator interpreta Chuck Rhoades Sr. - pai do personagem de Paul Giamatti - na série Billions.

Shane Walsh (Jon Bernthal)

O melhor amigo de Rick deixou o programa na 2ª temporada morto pelas mãos do protagonista, após ter se envolvido com sua mulher. Jon Bernthal, por sua vez, viu sua carreira decolar ao sair do seriado em 2012. Logo no ano seguinte ganhou um personagem em O Lobo de Wall Street, de Martin Scorsese, e também atuou em filmes como Corações de Ferro (2014), Eu, Você e a Garota Que Vai Morrer (2015) e Sicario: Terra de Ninguém (2015). Já em 2016 ganhou outro papel que lhe marcaria: Frank Castle, o Justiceiro. Bernthal interpretou o antiherói na segunda temporada de Demolidor e também em duas temporada da série-solo do personagem. Mesmo antes da Marvel cancelar as séries na Netflix, o ator se manteve ativo nos cinemas ao atuar em O Contador (2016), Baby Driver - Em Ritmo de Fuga (2017), Viúvas (2018) e Ford vs. Ferrari (2019).

T-Dog (IronE Singleton)

O brutamontes carinhoso T-Dog era importante nas primeiras temporadas, mas caiu no esquecimento após morrer no terceiro ano. O ator IronE Singleton sentiu o mesmo efeito em sua carreira, e fez apenas algumas pequenas participações ao longo dos anos, em telefilmes como The Amish Murders (2013) e The Box Cutter (2013).

Lori Grimes (Sarah Wayne Callies)

A morte de Lori, esposa de Rick, foi um ponto de virada importante para o protagonista na 3ª temporada. Desde então, a atriz Sarah Wayne Callies mergulhou de cabeça nas produções de ação. Estrelou em sequência filmes como No Olho do Tornado (2014), Regresso do Mal (2015) e Esta é a Sua Morte (2017). Aproveitando essa tendência, retomou seu personagem de Prison Break para o revival de 2017, e também teve papel recorrente na série Colony e na minissérie Unspeakable.

Merle Dixon (Michael Rooker)

Assim como o fim de Lori foi importante para Rick, a morte de Merle foi fundamental para seu irmão, Daryl. O valentão de uma mão só encontrou seu fim na 3ª temporada, e o ator Michael Rooker decidiu se arriscar na sua carreira ao sair da série. Rooker se envolveu primeiro com videogames, dublando Merle no jogo The Walking Dead: Survival Instinct e também personagens em dois títulos da saga Call of Duty. Também emprestou sua voz para o game Lollipop Chainsaw, onde se reuniu com o diretor e roteirista James Gunn, com quem já tinha trabalhado em 2006 no terror Seres Rastejantes. Mais tarde eles trabalharam novamente em Guardiões da Galáxia, em que vive Yondu, e também em The Belko Experiment (2017), BrightBurn (2019) e, futuramente, O Esquadrão Suicida (2021).

Andrea (Laurie Holden)

Andrea foi mais uma daquelas mortes que deixou o público abalado. Após se envolver com o Governador e praticamente trair os sobreviventes, a personagem encontrou seu fim pelas mãos de um zumbi comum na 3ª temporada. A decisão foi especialmente estranha considerando sua importância nas HQs de Robert Kirkman, algo que a própria Laurie Holden mais tarde reclamou, afirmando que havia sido contratada para oito temporadas, no mínimo. Seja como for, Holden encontrou certo sucesso após The Walking Dead. Além de uma aparição em Debi e Loide 2 (2014), teve papel recorrente na premiada The Americans, onde viveu Renee. Mais tarde, em 2018, estrelou Dragged Across Concrete, do diretor S. Craig Zahler. No ano seguinte, se juntou ao elenco do procedural Proven Innocent.

Hershel (Scott Wilson)

O pai de Beth e Maggie foi uma das mortes mais pesadas da 4ª temporada. Não só ele se tornou um senhor simpático com todos do grupo, como também teve uma saída sangrenta nas mãos do Governador, que o decapitou como forma de declarar guerra. Seu intérprete, Scott Wilson, pegou apenas alguns papéis após deixar TWD, como uma participação recorrente em Damien. Infelizmente, Scott Wilson faleceu em outubro de 2018, aos 76 anos de idade. Seu último trabalho foi como Abel Johnson em The OA, série da Netflix exibida entre 2016 e 2019.

Governador (David Morrissey)

Não demorou muito para fosse a vez do Governador sofrer o tanto que causou nos outros. Após deixar a série, David Morrissey aproveitou para se dedicar ao teatro britânico, tendo estrelado peças como Hangmen e Julius Caesar. O ator, porém, nunca se afastou da TV, tendo participado de séries como The Missing e Britannia.

Beth (Emily Kinney)

Assim como o pai e a irmã, Beth era uma das queridinhas do grupo - o que tornou mais trágica sua morte, causada por um erro durante uma negociação tensa na 5ª temporada. Quando deixou o programa, a atriz Emily Kinney conseguiu alguns bons papéis em séries cultuadas, como Masters of Sex, The Knick, Arrow e The Flash. Atualmente ela pode ser vista em Messiah, da Netflix.

Tyreese (Chad Coleman)

No universo da série, cortar o membro mordido pelos zumbis pode impedir a infecção… mas nem sempre. Tyreese descobriu isso da pior forma, ao morrer de perda de sangue após ter o braço mordido cortado fora pela espada de Michonne. Seu ator, Chad Coleman, se manteve na TV, com papéis em seriados como Arrow, The Orville, It’s Always Sunny in Philadelphia, The Expanse e mais.

Denise (Merritt Wever)

Por ser meio irritante, Denise não era exatamente a melhor personagem de The Walking Dead. Mas Merritt Wever não deveria ser julgada por isso. Após sair do programa com uma flechada no olho na 6ª temporada, a atriz se juntou ao elenco de Godless, que lhe rendeu um Emmy de Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie. Logo depois estrelou Bem-Vindos a Marwen, de Robert Zemeckis, e também História de Um Casamento e Unbelievable, na Netflix.

Abraham (Michael Cudlitz

A 7ª temporada não começou bem para Abraham, já que o militar foi vítima de Negan em sua primeira aparição. Após sair de The Walking Dead, Michael Cudlitz conseguiu um papel recorrente em The Kids Are Alright e algumas pontas por ai, como em Young Sheldon. Curiosamente ele ainda têm relação com a série, já que fez sua estreia como diretor na 9ª temporada. Até o momento, Cudlitz já comandou três episódios de The Walking Dead.

Glenn (Steven Yeun)

Se Abraham não fosse o bastante, Negan aproveitou ainda para estourar os miolos de Glenn durante sua chegada. Apesar da morte trágica e grotesca, a carreira de Steven Yeun decolou após sua saída. De 2016 para cá, ele virou herói de ação em Mayhem, trabalhou com Guillermo del Toro em Trollhunters e dublou animações como Tuca & Bertie e Final Space. Yeun também virou uma espécie de queridinho cult, tendo estrelado desde o reboot de Twilight Zone por Jordan Peele e Sorry to Bother You. Isso é especialmente válido com diretores sul-coreanos: ele foi escalado para Okja por Bong Joon-Ho (Parasita), protagonizou Burning de Chang-dong Lee, e também Minari de Lee Isaac Chung.

Sasha (Sonequa-Martin Green)

A irmã de Tyreese foi uma das poucas personagens que, de fato, optaram por deixar o seriado, já que cometeu suicídio na 7ª temporada. Acontece que Sonequa-Martin Green já tinha outro grande papel nas mãos: viver Michael Burnham em Star Trek: Discovery. É justamente este posto que ocupa até hoje, com a série indo para sua terceira temporada e sua personagem como comandante.

Carl (Chandler Riggs)

Uma das saídas mais polêmicas da série. A morte de Carl Grimes na 8ª temporada foi inesperada, até mesmo para o jovem ator Chandler Riggs, que passou a brigar com a AMC por quebra de contrato. Após ser tirado do programa em 2018, Riggs ficou um ano sem atuar, e depois pegou papéis em filmes como Only e Inherit the Viper. Seu papel mais recente é na série A Million Little Things.

Rick (Andrew Lincoln)

Uma temporada após Carl, foi a vez do protagonista Rick Grimes deixar o programa, em um dos melhores e mais memoráveis episódios da série. Andrew Lincoln, por sua vez, ainda não pretende encostar o chapéu do xerife, e atualmente trabalha em uma trilogia de filmes mostrando o que aconteceu com o personagem após os eventos do seriado.

Maggie (Lauren Cohan)

A saída de Rick deu início à um movimento de vários personagens importantes deixarem o programa. A primeira delas foi Maggie, vivida por Lauren Cohan, que partiu no mesmo episódio que Rick em 2018. Nesse tempo a atriz não conseguiu muita coisa: atuou em 22 Milhas, com Mark Whalberg, e protagonizou sua própria série, Whiskey Cavalier (cancelada após uma temporada). Como sua personagem ainda está viva, ela planeja retornar ao seriado no finale do 10º ano.

Jesus (Tom Payne)

Já sob o comando de uma nova showrunner, a morte de Jesus foi sem avisos, e serviu como introdução para os Sussurradores na 9ª temporada. O ator Tom Payne já garantiu outro trabalho, e passou a protagonizar o procedural Prodigal Son.

Enid (Katelyn Nacon)

Par romântico de Carl, Enid teve a má sorte de virar alvo dos Sussurradores na 9ª temporada, e teve sua cabeça empalada como forma de avisar aos sobreviventes os perigos do grupo. Mesmo sendo uma das saídas mais recentes, a atriz Katelyn Nacon já conseguiu outro trabalho na série Light as a Feather, do Hulu.

Tara (Alanna Masterson)

Personagem recorrente desde as primeiras temporadas, Tara também foi vítima do ataque dos Sussurradores. Alanna Masterson por enquanto ainda não pegou outro grande papel, mas coestrelou o curta Naysayer ao lado de Steven Yeun, antigo colega de elenco.

Michonne (Danai Gurira)

Uma das personagens mais reconhecíveis da série, Michonne é um caso delicado nos bastidores, já que a atriz Danai Gurira pediu saída do programa anos antes de realmente deixá-lo. A produção tentou negociar novos salários mas conseguiu mantê-la apenas até a 10ª temporada. Gurira tem razão em pedir aumentos já que vive a guerreira Okoye em três das mais rentáveis produções da Marvel: Pantera Negra, Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato. Além disso do MCU, tem futuro garantido no cinema, pois já está escalada em Godzilla vs. Kong.