Foto promocional de The Walking Dead

Créditos da imagem: The Walking Dead/Jackson Lee Davis/AMC /Divulgação

Séries e TV

Notícia

The Walking Dead | AMC quer manter a franquia por mais uma década, diz CEO

Josh Sapan afirmou que emissora tentará desenvolver o universo por dez anos ou mais

Arthur Eloi
14.09.2018
19h17
Atualizada em
14.09.2018
20h11
Atualizada em 14.09.2018 às 20h11

Não espere que The Walking Dead acabe tão cedo. Josh Sapan, presidente da AMC Networks, afirmou durante um evento [via Hollywood Reporter] que a emissora quer manter a série por mais dez anos - e talvez além.

"The Walking Dead é um universo, e nós temos planos para administrá-lo ao longo da próxima década e mais", falou Sapan aos investidores. "O plano é desenvolver cuidadosamente um respeito ao fãs daquele universo."

A nova temporada será marcada por grandes saídas, já que Andrew Lincoln e Lauren Cohan estão preparados para seus episódios potencialmente finais. Rick Grimes, de Lincoln, está na série desde o primeiro episódio, enquanto Cohan estreou como Maggie Greene na segunda temporada. No fim do oitavo ano, Rick e Maggie estavam em desacordo sobre a decisão de Rick em preservar a vida de Negan depois de vencer a guerra. Os novos episódios deverão mostrar os personagens abordando suas diferenças de pensamento.

Além disso, outra grande mudança será no cargo de showrunner. Scott Gimple, que ocupava o cargo até então, se tornou diretor de conteúdo da franquia, enquanto Angela Kang assumiu a função de showrunner.

The Walking Dead retorna em 7 de outubro. No Brasil, o programa é transmitido pelos canais pagos Fox e Fox Premium e no serviço de streaming Fox App.