A diretora Patty Jenkins

Créditos da imagem: Reprodução

Filmes

Notícia

Star Wars: Filmes de Jenkins e Johnson foram suspensos por diferenças criativas

Segundo artigo, dupla responsável por Game of Thrones também desistiu de comandar uma trilogia pela produtora

Flávio Pinto
16.11.2021
10h18
Atualizada em
16.11.2021
11h46
Atualizada em 16.11.2021 às 11h46

Após a notícia de que Star Wars: Rogue Squadron, filme com direção de Patty Jenkins, havia sido adiado por tempo indeterminado, foi revelado ao Puck que a paralisação foi resultado de diferenças criativas entre Jenkins e executivos da Lucasfilm.

Escrito por Matthew Belloni, ex-editor do The Hollywood Reporter e um grande insider hollywoodiano, o artigo aponta que conflitos em relação ao roteiro de Rogue Squadron fizeram com que Jenkins e os executivos não chegassem a um acordo para dar continuidade ao filme no momento. 

Segundo o insider, esse problema é muito recorrente na produtora, sendo também responsável pelo engavetamento de uma nova trilogia comanda por Rian Johnson, que dirigiu Star Wars: Os Últimos Jedi.

Mas essas questões não se limitaram apenas a Johnson e Jenkins. Também segundo o artigo, a microgestão e conflitos com executivos da Lucasfilm levaram David Benioff e Dan Weiss, dupla por trás de Game of Thrones, a desistir de comandar uma trilogia para a produtora.

O envolvimento de Jenkins com Star Wars: Rogue Squadron foi revelado no Dia dos Investidores da Disney, em dezembro de 2020. A cineasta seja a primeira mulher a dirigir um filme de Star Wars.

Star Wars: Rogue Squadron teria roteiro assinado por Matthew Robinson (O Primeiro Mentiroso), e seria também o primeiro longa-metragem da franquia desde A Ascensão Skywalker (2019).

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.