Regina King em Watchmen

Créditos da imagem: Watchmen/HBO/Reprodução

Séries e TV

Notícia

Watchmen | Segunda temporada é improvável no momento, afirma Damon Lindelof

Aclamada pela crítica, série encerrou seu primeiro ano no último domingo (15)

Mariana Canhisares
16.12.2019
11h12

Watchmen foi muito bem recebida pelo público e pela crítica, o que facilmente poderia indicar que a HBO teria interesse em continuar a série com uma nova temporada. Porém, de acordo com o criador do seriado Damon Lindelof, isso é pouco provável no momento.

"Essa é uma carta de amor e uma análise do Watchmen original... Queria que todos soubessem que não se tratava do miolo de uma trilogia, nem do começo de uma série de sete temporadas", afirmou em entrevista à Entertainment Weekly.

Lindelof conta que não queria repetir o que aconteceu com Lost. Por isso, na sua primeira reunião com a HBO, ele usou como referência seriados como True Detective e Fargo, cujas temporadas se resolvem em si mesmas - sem mencionar que as produções podem seguir sem necessariamente estarem vinculadas a um elenco específico ou um roteirista/diretor.

"É um sacrilégio e realmente hipócrita dizer que ninguém pode vir e fazer outra temporada de Watchmen. Se eu fosse fazê-la, teria que ter uma ideia realmente boa e uma justificativa. Não tenho nenhuma das duas agora. Isso não quer dizer que elas não virão no futuro. Não posso dizer que não terá uma segunda temporada, nem cravar que definitivamente terá", concluiu.

Criada por Damon Lindelof (LostThe Leftovers), a série se passa 30 anos após os acontecimentos da graphic novel de Dave Gibbons Alan Moore, em uma realidade em que os vigilantes são tratados como vilões. Uma das personagens principais é Angela Abar/Sister Night (Regina King), que começa a descobrir uma grande rede de intrigas e segredos envolvendo a polícia e um grupo extremista chamado de Sétima Kavalaria.

Encerrada no último domingo (15), a primeira temporada de Watchmen está disponível no serviço de streaming HBO Go.