“Todo mundo ficou traumatizado”: elenco e criador de The Boys falam do Herogasm

Créditos da imagem: Wildstorm/Reprodução

Séries e TV

Artigo

“Todo mundo ficou traumatizado”: elenco e criador de The Boys falam do Herogasm

“Tinha gente confundindo lubrificante com álcool gel no set”, disse Eric Kripke ao Omelete

Omelete
4 min de leitura
Patrícia Dantas
02.06.2022, às 20H00
ATUALIZADA EM 03.06.2022, ÀS 17H04
ATUALIZADA EM 03.06.2022, ÀS 17H04

Se tem uma coisa com mais hype do que o lançamento da terceira temporada de The Boys é algo que chega com ela, mas só em seu sexto episódio: fãs que aguardam o retorno da série do Prime Video não conseguem parar de falar do Herogasm, a orgia de super-heróis prometida para o sexto episódio. A passagem, retratada na quinta edição dos quadrinhos de Garth Ennis que inspiram a série, mostra como os seres superpoderosos usam uma falsa ameaça à segurança da Terra para se reunirem em um enorme bacanal sobre-humano.

Em entrevista exclusiva ao Omelete em Londres, Eric Kripke, criador da série, comentou qual foi sua parte favorita de gravar a sequência louca:

“Estávamos fazendo tudo isso durante a Covid. Então todo mundo precisa estar com a máscara até o momento em que eles têm que ficar completamente nus. A cenografia tinha essas garrafas gigantes de lubrificante nas mesas como parte da decoração do cenário. No entanto, os agentes de segurança da Covid tinham frascos de antisséptico para as mãos que se parecem exatamente com os frascos de lubrificante. Sempre, a cada 10, 15 minutos, você ouvia alguém gritando: ‘Droga’, porque eles queriam passar álcool gel e acabavam borrifando uma grande quantidade de lubrificante nas mãos”, contou Erick, aos risos.

O autor e produtor de TV também fez questão de ressaltar os desafios de gravar as cenas picantes, que contaram com vários coordenadores de intimidade para garantir que tudo fosse “meticuloso e correto”.

“É realmente um desafio filmar o Herogasm. É uma orgia enorme de super-heróis. E você tem que encontrar dezenas e dezenas de figurantes que estão dispostos a ficar totalmente nus enquanto filmamos ao redor deles e todas essas cenas progridem. Você também tem que entender que não estamos tentando fazer um pornô, estamos tentando fazer uma série de super-herói. Então você começa a adicionar todos os efeitos visuais mágicos, eles não estão apenas fazendo sexo, um é psicótico, outro é o homem de gelo, um é o homem-formiga. Daí você tenta descobrir como tudo isso funciona”, explicou Kripke.

“Eu acho que a equipe e os atores saíram disso com um olhar distante, como se eles realmente tivessem passado por m***a vendo tudo isso”, acrescentou.

Equipe e atores traumatizados

E não foi só Eric que achou trazer o Herogasm à tela um desafio. No bate-papo com o Omelete, os integrantes do elenco compartilharam detalhes dos bastidores no set de gravação.

“Todo mundo ficou traumatizado, eu acho. Você só tem que assistir. Como você pode descrever esse episódio? Muita gente, muita ação acontecendo. Muitos corpos”, disse Claudia Doumit, que interpreta Victoria Neuman na série.

“Você não pode deixar de ver algumas coisas, elas ficam em sua mente para sempre. Há um monte de gente andando por aí nesse episódio. Muita coisa acontecendo. Levou pelo menos uma semana para ser gravado”, acrescentou Nathan Mitchell, que dá vida ao misterioso super Black Noir.

Cigarros e muitos banhos

Chace Crawford, que encarna Profundo, simplesmente não achava que as cenas sairiam do papel de tão absurdas que são:

“Quando eu li o roteiro, eu pensei: ‘não há como você simplesmente interpretar algumas dessas coisas, não sei se realmente vamos filmar isso.’ A equipe ficou insana, são algumas coisas que nunca vimos na TV antes. Eles estavam abalados, fumando muitos cigarros do lado de fora. Vai ser interessante ver como eles adaptaram isso a partir do material original.”

Jessie T. Usher, intérprete de Trem-Bala, também concordou com seu colega de elenco. “A adaptação do Herogasm na série é feita de uma maneira que ninguém jamais verá. Não acho que você pode ler o material original e ter uma ideia de como Eric foi capaz de incorporá-lo ao programa. (risos) Isso nos deixou confusos, meio que assustou um pouco nossa equipe. Nossa equipe de produção ficou abalada, andando de um lado para o outro, ligando para casa, talvez até fazendo alguma terapia, não tenho certeza. [Rolaram] muitos banhos. Eu mal posso esperar para ver isso.”

A terceira temporada de The Boys estreia no dia 3 de junho, no Prime Video. 

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.