Round 6

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Séries e TV

Lista

Round 6: Dez vezes em que a série te mostrou quem era o 001 e você não percebeu

Conheça as pistas que Round 6 deixou desde o primeiro episódio e que poderiam ter resolvido seu maior mistério

Henrique Haddefinir
07.10.2021
08h57

Quando se fala sobre uma possível continuação para a série Round 6, uma das soluções narrativas seria descobrir como o jogo teria sido inventado. O criador Dong-hyuk Hwang já declarou mais de uma vez que não tem interesse em seguir com a história, mas diante de um sucesso tão grande, como evitar o futuro? Se a segunda temporada realmente vier, poderia ser uma boa ideia acompanhar como Oh II-nam (Oh Yeong-su) criou o Squid Game, já que a grande revelação da série foi que ele, o número 001, era o responsável pela “brincadeira”.

Com tantos anos para planejar sua história, Dong-hyuk foi certeiro não só na forma como envolveu o game de referências e easter eggs (sobre os quais falaremos em outro texto), mas também em como trabalhou seu segredo. É muito interessante ver como esse segredo não foi tratado como algo indecifrável, mas sim como uma omissão, que quando vista retrospectivamente, estava ali para ser percebida desde o começo.

Por isso, resolvemos preparar essa lista que ilustra dez momentos em que a liderança de 001 (O Anfitrião) surgiu através de brechas na narrativa, provando que o fenômeno de popularidade da série é legítimo. Existe uma imensidão de possibilidades que envolvem a criação do jogo, mas enquanto um anúncio de continuação não vem, vamos conhecer um pouco mais da trajetória de Oh II-nam na competição.

O Número 001

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Quando começamos a assistir Round 6, a percepção que tínhamos do jogador 001 era outra. Ele havia sido o primeiro a topar a empreitada do jogo e isso poderia ter a ver com o fato de já não ter mais nada a perder na vida. Por causa dessa ideia pré-concebida, nunca questionamos esse número 001 (que também é a tradução de seu nome) em seu uniforme ou mesmo por que ele era o único jogador com uma idade tão avançada. Se pararmos bem para pensar, algumas das etapas da competição foram criadas para explorar fisicamente os participantes e não faria sentido colocar Oh II-nam no meio dessa dinâmica. Considerando que ele era o único idoso, essa questão ficou ainda mais evidente.

Batatinha Frita 1 2 3

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Um outro momento em que deixamos nossas impressões automáticas sobre 001 passarem à frente da razão foi no primeiro desafio, quando todos jogaram Batatinha Frita 1 2 3. Quando acontece a primeira rajada de tiros, que mata quase metade do contingente da competição, Oh II-nam é o único participante que está totalmente despreocupado. De fato, em seu rosto tem até uma certa alegria, um sorriso, uma satisfação em estar fazendo parte daquilo. Para o público aquela podia ser só a euforia de um homem tão perto da morte revivendo picos de adrenalina, mas em outro momento, quando a boneca fez o rastreamento de movimentos, ela ignorou 001 e não o escaneou. Ou seja, ele sabia desde o começo que não corria absolutamente nenhum risco.

O Voto de Minerva

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Logo após o primeiro jogo, os participantes percebem que estão no meio de uma competição de vida e morte. Segundo as regras, se a maioria quiser, pode desistir. Uma votação é anunciada para que a metade sobrevivente faça sua escolha e a maior das coincidências acontece: 001 fica por último e seu voto é que decidirá o destino de todos. É impossível dizer que o empate aconteceu de propósito, mas o fato do anfitrião ter sido colocado no número 001 foi estratégico: se votações e decisões fossem tomadas durante o andamento da competição, o fato de tê-lo nessa posição permitiria que ele tivesse poder sem que sua identidade corresse riscos.

O Retorno

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Para provar seu ponto de vista de que a vida “real” era mais tenebrosa ainda que o jogo, o Anfitrião votou para que todos fossem libertados. Enquanto assistimos a série não damos muita importância para o fato de que Oh II-nam reencontra o protagonista Gi-Hun (Lee Jung-jae) com muita facilidade do lado de fora. De certa forma, acabamos priorizando a ideia de que 001 era só uma ferramenta encontrada pelo roteiro para manter Gi-Hun em todos os rounds. Mas, ali já havia um outro plano em andamento. Quando todos topam voltar, a série mostra os retornantes sendo desacordados pelo gás, dentro das vans. Todos, menos Oh II-nam.

Gato Mia

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Assim que retornam para o jogo, os participantes percebem que se matarem uns aos outros, não há punição. É uma espécie de “seleção natural”. O Anfitrião resolve liberar o “vale tudo” em uma certa madrugada, para que os jogadores mais fortes eliminem os mais fracos. O problema é que os soldados e o sistema do jogo poderiam sempre encontrar um jeito de protegê-lo. Mas, seria mais difícil fazer isso se o perigo viesse dos outros participantes. Então, para que ele sobrevivesse ao ataque em plena escuridão, os soldados ficaram à postos e ao mínimo sinal de insegurança dele (que chega a dizer “estou com medo”), os soldados interferem e interrompem o massacre.

As Dicas

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Mais um braço desse caminho de percepções erradas sobre o 001 veio das dicas que ele tinha sobre os desafios. Quando assistimos pela primeira vez, somos levados a crer que o conhecimento dele sobre algumas das coisas que vão acontecer vem da experiência de vida, colocada em seu texto, convenientemente, para que os outros personagens escapassem da morte. Agora, contudo, sabemos que os participantes que estavam próximos de 001 estavam protegidos, pelo menos em alguma instância, já que ele não poderia morrer. Foi o que aconteceu no desafio do cabo-de-guerra, por exemplo. Quando subiram lá, todos daquele grupo já estavam salvos.

Ímpar

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Quando chegamos ao jogo número 4, atingimos o ponto crucial da participação de 001 no game. Os jogos 5 e 6 exigiriam muito de quem chegasse até eles. Então, espertamente, o jogo 4 foi planejado para trabalhar com números pares. Como o 001 era um homem idoso, considerado fraco, estava claro que na formação das duplas ele sobraria. Nenhum dos participantes sabia o que ia acontecer com quem sobrasse, mas as possibilidades, para eles, sempre envolviam a morte. 001 ficou quietinho num canto, só esperando a formação, sabendo que aquele seria um jogo do qual ele não participaria. Ele sobraria e sua morte seria forjada. O problema é que Gi-Hun tomou a imprevisível decisão de escolher o ancião como parceiro, obrigando-o a encontrar uma outra direção para o plano. Quando Han Mi-nyeo (Kim Joo-ryoung) acabou sobrando, eles abortaram a ideia de sacrificar aquele “ímpar” e decidiram somente mantê-la à espera do próximo jogo.

A Vila

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Para todos os efeitos, 001 não chegaria até o jogo 4, das bolas-de-gude, sobretudo porque se ele perdesse, seria difícil encenar a própria morte. Todo o cenário para o round 4 foi preparado de acordo com as memórias do Anfitrião, mas como ele não chegaria a participar dessa etapa, sua entrada no galpão foi cercada de emoção. Ele fala comovido sobre ter passado sua infância naquele bairro, mas, de novo, não nos perguntamos porque raios esse desafio foi preparado de acordo com as memórias de um jogador. De certa forma acaba sendo poético, porque aquele é justamente o ponto da competição em que ele, literalmente, sai de cena. Contudo, ele tinha um outro obstáculo: ele precisava adiar a vitória de Gi-Hun o máximo possível, já que forjar sua morte com tantos participantes no local seria muito mais difícil. Dessa forma, ficou evidente que a demência que ele demonstrou no desafio foi fingida, assim como o instante em que “se confundiu” com as bolas, entregando a vitória ao amigo. Tudo para que pudesse ser o último a terminar e o último a sair.

Sem Corpo, sem Morte

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Sem dúvida, o momento em que Round 6 mais arriscou seu segredo foi justamente na saída do jogo 4. Isso porque, como bons fãs de dramaturgia que somos, sabemos que se não há corpo, não há morte. Além disso, a série foi toda construída em cima de gore, de violência gráfica, o que tornava aquela morte “poética” muito incoerente com o produto final. Mas, de novo, o roteiro foi muito esperto. A idade de 001 acabava justificando praticamente tudo a respeito do personagem, inclusive a decisão de não mostrá-lo sendo assassinado.

001 Não Existe

Cena de Round 6
Netflix/Divulgação

Por fim, outra grande pista veio no episódio 5. Foi rápido, mas definitivo. O policial Hwang Jun-ho (Wi Ha-joon) conseguiu encontrar registros dos participantes do jogo e quando abriu a pasta, a cena mostrou que os registros começaram pelo número 002. Se tivesse sido percebido, o detalhe seria o único que não poderia ser disfarçado pela idade e pela “fragilidade” do Anfitrião. O jogo deveria ser igual para todos, portanto, o número 001 deveria estar lá.

Sendo assim, uma nova temporada poderia esclarecer mais algumas coisas sobre as motivações do Anfitrião e sobre como o jogo começou. Como foi planejada a primeira edição? Quem são os outros vencedores? Quais foram os outros temas? O tempo de levantar teorias ainda não acabou.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.