Contrato de roteiristas de Doctor Who foi alterado após parceria com Disney+

Créditos da imagem: BBC/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Contrato de roteiristas de Doctor Who foi alterado após parceria com Disney+

Medida não tem a ver com mudanças relacionadas à greve em Hollywood

Omelete
3 min de leitura
27.11.2023, às 13H10

A BBC alterou o modelo de pagamento no contrato de roteiristas de Doctor Who após a parceria anunciada para a exibição da série no Disney+. De acordo com informações do Deadline, os autores passaram a receber uma grande taxa adiantada ao invés de um pagamento menor somado aos residuais por reprises de episódios.

Doctor Who, que exibiu quase 900 episódios ao longo de seis décadas, tem sido uma das fontes britânicas mais lucrativas de resíduos para ex-escritores ao longo dos anos por causa de suas reprises. Recentemente, todo o catálogo da série foi adicionado ao streaming BBC iPlayer, o que aumentou ainda mais os resíduos por episódio.

Ainda segundo a publicação, o novo modelo foi definido em negociações entre a BBC e os agentes dos roteiristas, e nada tem a ver com as alterações definidas na indústria norte-americana após a greve do WGA (sindicato dos roteiristas de Hollywood). Vale lembrar que, por ser uma produção britânica, os profissionais de Doctor Who são ligados ao Writers Guild of Great Britain, e não ao WGA, portanto, não foram afetados pelas mudanças.

Em entrevista ao DeadlineEllie Peers, secretária geral do sindicato britânico, disse não saber do novo modelo adotado pela BBC e criticou a mudança. "Como sindicato, levamos muito a sério as nossas responsabilidades nas negociações e isso envolve estar em plena posse dos fatos antes de abordar questões com emissoras e outros, tanto privada como publicamente. Os termos descritos para nós pelo Deadline, se verdadeiros, representariam um sério retrocesso para os escritores do Reino Unido que trabalham em Doctor Who."

Questionada, a BBC respondeu através de uma porta-voz: "Os acordos do Doctor Who são negociados individualmente e comercialmente confidenciais. No entanto, todos os acordos têm em conta tanto os direitos exigidos pelos financiadores da séroe como as taxas e resíduos a pagar aos talentos."

O primeiro especial de 60 anos de Doctor Who, intitulado The Star Beast, estreou no Disney+ em 25 de novembro. Já a segunda parte, Wild Blue Yonder, chega em 2 de dezembro no Disney+. E o último, The Giggle estreia em 9 de dezembro.

No Brasil, Doctor Who é distribuída pelo Globoplay, onde é possível ver apenas a 13ª temporada (a mais recente da série, ainda estrelada por Jodie Whittaker). A partir deste ano, o Disney+ transmitirá a série internacionalmente. Os novos capítulos estrelados por Ncuti Gatwa serão exibidos após os três especiais de 60 anos.

*****

Fique ainda mais por dentro da nossa comunidade: entre no nosso canal no Telegram (t.me/omelete) e acompanhe a gente também no YouTube (youtube.com/omeleteve)

Ingressos à venda para a CCXP23, o maior festival de cultura pop do mundo. Compre agora!

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.