Samara Weaving e Melvin Gregg em Nove Desconhecidos

Créditos da imagem: Hulu/Amazon Prime Video/Divulgação

Séries e TV

Entrevista

Nem celular reconheceu Samara Weaving em Nove Desconhecidos

Atriz fala sobre trabalho ao lado de Nicole Kidman em série da Amazon Prime Video

Marcelo Forlani
23.08.2021
15h28
Atualizada em
23.08.2021
15h48
Atualizada em 23.08.2021 às 15h48
A vida de influenciadora digital não é fácil. Esta foi uma das descobertas de Samara Weaving ao participar de Nove Desconhecidos (Nine Perfect Strangers), nova série que será lançada semanalmente no Amazon Prime Video. O programa refaz o trio de Big Little Lies, formado pelo produtor-executivo David E. Kelley, a autora Liane Moriarty e a estrela Nicole Kidman.
 
Em entrevista exclusiva ao Omelete, Weaving explica porque os três funcionam tão bem juntos: "acho que tudo começa com achar o título certo e os livros de Liane Moriarty são incríveis, então eles já começam com algo muito bom nas mãos. E adoro a forma como eles encorajam trabalhar com outras mulheres. Acho que temos algo especial quando temos tantas mulheres juntas."
Estar perto de Nicole Kidman, aliás, parece que foi algo realmente marcante para Weaving. "Ela é um ser humano espetacular. Mas eu lembro de como foi encontrá-la pela primeira vez. Foi justamente naquela cena em que a gente se encontra com Masha pela primeira vez. Naquele momento, a maior parte do elenco nem conhecia a Nicole ainda. A gente ficava pensando como ela era, como ela ia estar vestida e tal. E eles armaram de um jeito meio misterioso, naquela câmara redonda e botaram as câmeras para filmar e quando gritaram "ação", ela entrou meio flutuando pela porta. Foi um momento meio mágico, de tirar o fôlego olhar para ela daquele jeito. Nem precisei atuar. Eu conheci Masha antes de conhecer Nicole", relembra a atriz.
 
Na minissérie, os nove desconhecidos do título chegam a um spa de cura, "Tranquillum House", com problemas em suas vidas pessoais. Masha (Kidman) é uma ex-executiva que sofreu uma experiência de quase morte e resolveu mudar seu estilo de vida e agora tenta melhorar também as vidas dos outros - usando modos que parecem "diferentes", para dizer o mínimo. Uma das primeiras coisas é entregar o celular e, assim, se desligar do mundo externo. 
 
E aí já começa o sofrimento de Jessica (Weaving), uma influenciadora digital que está ali para tentar salvar seu casamento. "Ela é uma pessoa cheia de problemas e vulnerável. Ela tem problemas com a imagem de seu corpo. Ela acha que seus problemas estão no seu relacionamento, mas ao longo da série, ela vai se descobrindo, pensando sobre as decisões que tomou a respeito do seu corpo", relata Weaving. Para ela, viver Jessica foi quase um experimento. Para se transformar na sua personagem, a atriz dava uma "turbinada" no seu corpo e percebeu o tanto que isso mexe também como a forma que as pessoas te enxergam. "Eu ia para o ensaio sendo eu e as pessoas me tratavam normalmente. E daí eu ir fazer a maquiagem e colocar o figurino e quando saía, era bizarro a mudança nas pessoas. Muita gente não me reconhecia. Durante toda a filmagem, meu celular não reconhecia meu rosto!", disse em meio a gargalhadas.
 
A própria atriz diz que não consegue ter uma opinião formada sobre o uso das redes sociais. "Quando o instagram e outras redes sociais chegaram na minha vida, eu tinha uns 19, 20 anos. E ao contrário dos meus amigos, que ficam postando um monte de coisa sobre o seu dia-a-dia, seu trabalho, muita coisa que eu estou fazendo não pode ser mostrada ainda e isso acaba sendo bom, porque consigo controlar melhor o que vou contar. Antes disso, os tablóides tinham muito controle sobre o que as pessoas iam ler sobre você", diz. Mas ela relata que  também entende muito bem que há um lado negativo: "Eu lembro quando lançaram o documentário Social Dilema (Netflix), e fiquei pensando "que loucura é essa?!" Me dá muito medo", conta.
 
E seguindo o tema da série, perguntei se ela também estava saindo de Tranquillum diferente do que entrou. "Sim! Eu com certeza aprendi muito sobre a vida de mulheres que são influencers no instagram. E preciso dizer que julgo muito menos essas pessoas. Tem que ser muito "braba" para se expor daquele jeito. E difícil também, porque você está competindo com tantas outras mulheres fazendo exatamente a mesma coisa. Não é fácil ser uma influencer de sucesso. É preciso muito trabalho duro e uma cabeça de negócios. Eu não encarava desta forma antes. Acho que o que eu aprendi foi: seja legal com as pessoas no instagram."
 
Nove Desconhecidos já está disponível na Amazon Prime Video. Leia as primeiras impressões.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.