Imagens promocionais de "Tattooed In Reverse" e Creepshow

Créditos da imagem: Loma Vista/Shudder/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Produtor de Creepshow diz que demitir Marilyn Manson foi a “escolha certa”

Para Greg Nicotero, cancelar episódio com o cantor mostra apoio a vítimas de abuso

A cozinha
18.02.2021
23h13

Após cancelar a exibição do episódio de Creepshow com Marilyn Manson no elenco, Greg Nicotero revelou que os produtores não precisaram de muito tempo para tomar a decisão. Segundo o criador da antologia, a retirada do capítulo mostra que a equipe apoia as vítimas do cantor, acusado de abuso por Evan Rachel Woods e diversas outras mulheres no começo de fevereiro (via The Wrap).

“Não houve um momento que nós não pensamos em fazer a escolha certa e cancelar o episódio”, disse Nicotero. O produtor disse ainda que não precisou “nem de quatro segundos” para retirar o episódio de Creepshow da programação. “O episódio tinha atores fantásticos, mas mantemos nossa decisão”.

Em 2019, Wood deu seu depoimento sobre violência doméstica em um tribunal da Califórnia, ajudando a passar uma lei que alterou a prescrição deste tipo de crime de 3 para 5 anos. Na ocasião, a atriz falou sobre sua experiência com abuso relatando casos de violência e assédio físico e moral. 

Em 2018, Manson foi acusado de assédio e racismo pela atriz Charlyne Yi, conhecida pelo papel da Dra. Chi Park na série House.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.