Tom Ellis fazendo sinal de silêncio com a mão em Lucifer

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Lucifer | Showrunners comentam final da série e inspiração em Avatar

Renovação “surpresa” por parte da Netflix obrigou Ildy Modrovich e John Henderson a mudarem os planos para os personagens

Nico Garófalo
12.09.2021
18h33

[Spoilers dos episódios finais de Lucifer à frente]

A Netflix pegou todo mundo de surpresa quando anunciou que Lucifer, originalmente programada para acabar em sua quinta temporada, seria renovada para um sexto ano. Embora a novidade tenha sido recebida com alegria pelos fãs, ela mudou os planos dos showrunners Joe Henderson e Ildy Modrovich para o final da série. Em uma entrevista ao Collider, a dupla disse que não alterou o destino dos personagens, mas executaram uma espécie de correção de curso na reta final de suas trajetórias.

“[O final da sexta temporada] já estava lá - essa ideia de que a Chloe (Lauren German) tem um chamado na Terra e o Lúcifer (Tom Ellis) tem um chamado no inferno e que eles precisavam se separar um pouco antes de poderem ficar juntos de novo”, afirmou Henderson, acrescentando que essa “prorrogação” de Lucifer permitiu que a equipe explorasse melhor as razões da detetive para continuar entre os mortais. “Isso vende a ideia de que essas duas pessoas serão sempre parceiras, mas, às vezes, parte dessa parceria é entender que o outro tem algo importante a fazer e você precisa apoiá-lo, porque mesmo sendo difícil, é importante”.

Segundo Modrovich, a quinta temporada também mostraria Lúcifer desistindo de comandar o Paraíso para se tornar um terapeuta no Inferno. “Ele sabe o que é se odiar e sentir que não merece [perdão] e isso foi seu superpoder. Têm pessoas [no Inferno] que são...você sabe! Mas lá existem os Dans do mundo, que se impõe uma culpa que não deveriam”.

Embora a maior parte dos planos tenha continuado igual, com tramas guiadas pelas histórias dos personagens até ali, alguns detalhes tiveram origens curiosas. O oitavo episódio da temporada, “Salve o Demônio, Salve o Mundo”, recapitula os seis anos de Lucifer a partir da visão de Linda (Rachel Harris) e, segundo Henderson, foi inspirado em “Os Atores da Ilha Ember”, um dos últimos capítulos de Avatar: A Lenda de Aang. “Todos os personagens principais vão a uma peça e veem versões dramatizadas deles mesmos no palco. E você vê todas essas piadas internas sobre como as outras pessoas percebem [a história dos protagonistas]. Eu e Jen Imada [editora] ficamos particularmente obcecados com isso”, contou o showrunner, que usou o momento para brincar com diferentes perspectivas dentro da narrativa “Tipo, é assim que Lúcifer vê o mundo, é dessa forma que Dan (Kevin Alejandro) e Maze (Lesley-Ann Brandt) interpretam o mesmo evento”, concluiu Henderson, chamando o episódio de “uma carta de amor”.

As seis temporadas de Lucifer estão disponíveis na Netflix, que assumiu a produção após a série ser cancelada pela Fox.

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.